Você está visualizando atualmente Opinião | Direto ao Ponto Pesquisas aponta 36 nomes lembrados pelo eleitor para vereador de Manaus

Opinião | Direto ao Ponto Pesquisas aponta 36 nomes lembrados pelo eleitor para vereador de Manaus

Opinião | Direto ao Ponto Pesquisas aponta 36 nomes lembrados pelo eleitor para vereador de Manaus

Renovação ou continuidade? Qual a tendência das eleições para vereador em Manaus

82,3% dos eleitores de Manaus ainda não têm candidato a vereador

Tendência histórica aponta uma renovação próxima de 50% ou mais na Câmara Municipal de Manaus

Janela partidária encerra e 24 vereadores mudam de partido

Eleições de 2024 terão menos candidatos a vereador

Vereadores de Manaus

Com as eleições municipais se aproximando, os olhares se voltam para a corrida eleitoral em Manaus, especialmente para a disputa pelos 41 cargos de vereador.

Este ano, a expectativa é de mais uma renovação de 50% ou mais dos assentos na Câmara Municipal, o que promete tornar o pleito ainda mais dinâmico e acirrado.

Desafios

Os candidatos enfrentarão desafios significativos em sua busca pela vitória, em uma das eleições para vereador mais disputadas da história. 

A competição será intensa, com cada candidato buscando conquistar o apoio e a confiança dos eleitores, além de se destacar em meio a um cenário político complexo e diversificado.

Pesquisa

Nesse contexto, o Direto ao Ponto Pesquisas realizou um estudo para identificar os nomes mais lembrados pelos eleitores de Manaus, fornecendo insights valiosos sobre as preferências e tendências do eleitorado. 

Essa análise será fundamental para orientar as estratégias dos candidatos e ajudá-los a conquistar o apoio necessário para uma eleição bem-sucedida.

Tendência

Existe uma tendência histórica de renovação que abrange aproximadamente metade, ou mais, dos vereadores em Manaus.

Em 2012, a renovação foi de 60%, equivalendo a 24 novos vereadores entre as 41 cadeiras.

Em 2016, a renovação foi de 48%, equivalendo a 20 novos vereadores entre as 41 cadeiras.

Já em 2020, a renovação atingiu 56%, resultando em 23 novos vereadores das 41 cadeiras.

Ou seja, seguindo a tendencia histórica, metade dos vereadores de Manaus vai pegar o beco. 

Novos velhos nomes

É importante esclarecer que essa renovação não significa necessariamente a entrada de novos rostos e figuras inéditas na política.

É provável que muitas pessoas que já ocuparam cargos e não foram reeleitas possam retornar nesta eleição.

Espontânea

O Direto ao Ponto Pesquisas conduziu um estudo que revelou, em um cenário espontâneo, no qual o entrevistador não menciona nenhum possível candidato, ou seja, o próprio eleitor identifica o candidato, 36 nomes que foram lembrados pelos eleitores com intenção de voto para vereador de Manaus.

Nomes lembrados

O resultado da pesquisa ficou assim distribuído: Raulzinho, 0,6%; Everton Assis, 0,5%; João Carlos, 0,4%; Roberto Sabino, 0,4%; Júnior Garoto, 0,4%; Allan Campelo, 0,3%; Ivo Neto, 0,3%; Capitão Carpê, 0,3%; Kennedy Marques, 0,3%; Jaildo Oliveiro, 0,3%; Yomara Lins, 0,2%; Caio André, 0,2%; Dr. Eduardo Assis, 0,2%; Glória Carratte, 0,2%; Joelson Silva, 0,2%; Sassá da Construção Civil, 0,2%; Zé Ricardo, 0,2%; Marcel Alexandre, 0,2%; Júnior Resgate, 0,2%; Diego Afonso, 0,2%; Júnior Ribeiro, 0,2%; Sargento Salazar, 0,2%; Marcelo Serafim, 0,1%; Professor Samuel, 0,1%; Álvaro Campelo, 0,1%; Raiff Matos, 0,1%; Thaysa Lippy, 0,1%; William Alemão, 0,1%; Dr. Mike, 0,1%; Rodrigo Guedes, 0,1%; Davi Reis, 0,1%; Mitoso, 0,1%; Crislane Mikaele, 0,1%; Amauri Colares, 0,1%; Rosinaldo Bual, 0,1%; Elan Alencar, 0,1% das intenções de voto.

Indecisos

A pesquisa ainda aponta que 82,3% dos eleitores ainda não têm candidato à vereador de Manaus.

Outros nomes somam 7,6%. Brancos e nulos somam 2,5%.

Outros nomes citados somam 7,6% (Wilson Lima, David Almeida, Amom Mandel, Roberto Cidade, Capitão Alberto Neto, Maria do Carmo Seffair, Wilker Barreto, Joana Darc e outros).

Dados da Pesquisa

O Direto ao Ponto Pesquisas ouviu, presencialmente, 1.000 eleitores em Manaus, nas seis zonas eleitorais, entre os dias 01 e 05 de abril. 

A margem de erro é de 3% para mais ou para menos, com um grau de confiabilidade de 95,5%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o Nº AM-01614/2024. 

O Direto ao Ponto Pesquisas foi a contratante e executora do estudo.

Projeção de eleitores

Ano que vem deveremos ter uma média 1.450.000 eleitores em Manaus.

Quociente eleitoral

O quociente eleitoral é determinado pela divisão da quantidade de votos válidos apurados pelo número de vagas a preencher.

Levando em consideração a eleição de 2020, se tivermos uma média de 18% de abstenção (não votantes) e 7% de brancos e nulos para vereador, deveremos ter uma média de 1.087.500 milhão de votos válidos na eleição de 2024, em Manaus.

Divididos por 41 cadeiras da CMM, teremos o número mágico.

Número mágico

Pode-se dizer que uma legenda ou federação irá precisar de 26,5 mil votos para conseguir uma cadeira na Câmara Municipal de Manaus.

Sobras

Pela sobra, aqueles partidos ou federações que não atingirem o quociente, podem conseguir uma vaga pela sobra atingindo 80% desse total, ou seja, 21,2 mil votos.

Sobras das sobras

Em alguns casos, essa etapa não é suficiente para distribuir todas as cadeiras restantes. 

Então são distribuídas as chamadas “sobras das sobras”, etapa da qual só podiam participar os partidos que atingiram 80% ou mais do quociente eleitoral, sendo eliminado, no entanto, o critério de 20% para os candidatos.

Isso porque o STF definiu no mês passado que não é mais preciso atingir esse patamar para que os partidos participem da divisão das sobras das sobras.

Os votos

Para o ministro Lewandowski, todos os partidos devem participar da última fase da divisão das sobras, caso contrário haverá o risco de deixar fora candidatos que receberam mais votos e o de diminuir a pluralidade política.

Curiosidades

Em 2016, João Luiz foi o vereador mais votado do pleito com 13.978 votos. Joana Darc foi a menos votada com 3.261 votos.

Em 2020, João Carlos foi o mais votado com 13.880 votos. Peixoto foi o menos votado com 2.450 votos.

O apresentador de TV Carlos Souza foi o vereador mais votado da história de Manaus, em 2000, com 66.898 votos.

Amom Mandel, em 2020, foi eleito como o vereador mais jovem da história.

Curiosidades II

Os vereadores Gilmar Nascimento (Avante) e Glória Carratte (PL) detêm o recorde de mandatos.

Ambos estão no sexto mandato, alcançando a marca de 24 anos na Câmara Municipal, e vão para a disputa do sétimo mandato no ano que vem.

Janela partidária

A janela partidária encerrou na última sexta-feira (5) com trocas entre 24 parlamentares na Câmara Municipal de Manaus.

Definição 

Segue os partidos e os nomes dos respectivos vereadores.

Com a maior bancada, com cinco vereadores, ficou o Avante: Davi Reis, Gilmar Nascimento, Eduardo Assis, Eduardo Alfaia e Joelson Silva.

Com quatro 

União Brasil: Caio André, Professora Jacqueline, Diego Afonso e Everton Assis.

Republicanos: Márcio Tavares, João Carlos, Roberto Sabino e Daniel Vasconcelos.

MDB: Mitoso, Kennedy Marques, Raulzinho e Isaac Tayah.

Com três

PL: Capitão Carpê, Raiff Matos e Marcel Alexandre.

PSB: Marcelo Serafim, Glória Carratte e Elissandro Bessa.

PSD: Fransuá, Jander Lobato e Professor Samuel.

Agir: Dione Carvalho, Rosinaldo Bual e Alonso Oliveira.

Com dois

Progressistas: Lissandro Breval e Rodrigo Guedes.

Democracia Cristã: Elan Alencar e Wallace Oliveira.

Podemos: Allan Campelo e Yomara Lins.

PSDB/Cidadania: Rosivaldo Cordovil e William Alemão.

PT/PV/PCdoB: Sassá da Construção Civil e Jaildo Oliveira.

Com um

PMB: Ivo Neto.

PRD: Thaysa Lippy.

Queda nas candidaturas

Com a reforma eleitoral de 2021, que reduziu a quantidade de candidatos lançados por cada legenda — e, de quebra, dificultou o acesso ao fundo partidário —, o número de aspirantes a vereador vai diminuir.

Em 2020, o total de postulantes foi às alturas por uma soma de fatores: por um lado, as nominatas eram compostas por 150% das vagas disponíveis, ante os atuais 100% mais um; e, por outro, foi a primeira eleição sem coligação nas proporcionais.

De lá para cá, o número de agremiações caiu de 32 para 20, incluindo federações como PT/PCdoB/PV, e fusões como PTB e Patriota.

Traduzindo

Para se ter uma ideia de como vai diminuir a quantidade de candidatos a vereador, em 2020, tivemos 1.370 candidaturas registradas a vereador de Manaus.

Em 2024, teremos no máximo 798 candidatos.

Linha de corte

A linha de corte também deverá aumentar nas votações.

Dificilmente um candidato irá conseguir se reeleger ou se eleger com menos de 5 mil votos.

E o ideal, para não correr riscos além de escolher bem o partido, é ter mais de 7 mil votos.

Sim, é muito voto.

Voto de confiança

A importância do voto deveria ser algo indiscutível, mas diante de tudo o que vimos e vivemos, torna-se necessário reforçar a lembrança de que há uma responsabilidade enorme nas mãos do eleitor. 

Afinal, a política interfere diretamente no seu dia a dia e qualidade de vida. 

Você já acordou para as eleições municipais? 

Já começou a pesquisar bem em quem votar? 

Não subestime o poder do seu voto. Ele é a sua voz na construção do futuro da sua cidade. 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaoponto.am

TikTok: @diretoaoponto.am

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 98566-4150

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário