Você está visualizando atualmente Opinião | Wilson Lima elogia Bolsonaro e indica apoio a Tarcísio para presidente em 2026

Opinião | Wilson Lima elogia Bolsonaro e indica apoio a Tarcísio para presidente em 2026

Opinião | Wilson Lima elogia Bolsonaro e indica apoio a Tarcísio para presidente em 2026

Aceno de governador pode indicar união de Cidade com Alberto Neto

Em maratona de reuniões, Roberto Cidade apresenta compromissos para Manaus

Marcelo Ramos perde ação na Justiça após vídeos de ataque contra Amom

Juiz manda parar obra da Prefeitura de Manaus no parque dos Bilhares

Contratos de Gás e Petróleo no Amazonas suspensos pela Justiça Federal

Reunião no TCE-AM define Comitê de Crise para Saúde Pública no Amazonas

TSE divulga distribuição de R$ 4,9 bilhões do fundo eleitoral; PL e PT lideram

“Reavivar a direita”

Aliado de Jair Bolsonaro, o governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), afirma que a participação política do ex-presidente foi importante para “reavivar a direita”.

Tarcísio em 2026

O governador, também citou o chefe do Executivo paulista, Tarcísio de Freitas (Republicanos), como um potencial candidato em 2026.

Wilson afirmou que agora a oposição precisa de uma alternativa menos “radical” no enfrentamento ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e indicou que o governador de São Paulo seria a bola da vez.

Para ele, o governador Tarcísio de Freitas (Republicanos-SP) “tem sido um grande exemplo”.

União e PL

A fala do governador Wilson Lima foi vista no meio político como mais um aceno em meio às especulações sobre uma possível composição entre o União Brasil, que tem o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Roberto Cidade, como pré-candidato à prefeitura de Manaus, e o deputado federal Capitão Alberto Neto, do PL, também pré-candidato.

A expectativa é que um dos dois será o candidato do grupo, e o anúncio pode ser feito ainda este mês.

Maratona

O pré-candidato à Prefeitura de Manaus, Roberto Cidade, esteve em uma intensa agenda de reuniões nos últimos dias visando reforçar suas propostas e compromissos para a cidade. 

Cidade se reuniu com líderes comunitários, empresários e representantes de diversos setores da sociedade para discutir os principais desafios e necessidades da capital amazonense.

Lideranças

Ao lado dos pré-candidatos Nath Nascimento (Podemos), Marcos Lima (PMB) e Coronel Menezes (PP), Cidade falou sobre seus compromissos para as áreas de saúde, segurança e social. 

O pré-candidato também voltou a cobrar a atual gestão municipal quanto à execução de promessas não cumpridas.

Justiça eleitoral

O pré-candidato a prefeito de Manaus Marcelo Ramos (PT) foi obrigado a excluir publicações impulsionadas em que atacava o deputado federal e também pré-candidato Amom Mandel (Cidadania). 

A determinação foi do Juiz Roberto Taketomi, divulgada nesta segunda-feira (17).

Descredibilizar

O parecer favorável a Amom foi baseado na violação do artigo 7º-A do art. 28 da Resolução Nº 23.610/2019 do Tribunal Superior Eleitoral, que proíbe o impulsionamento de propaganda negativa. 

Nos vídeos, o pré-candidato Marcelo Ramos fazia comentários em tom irônico com o objetivo de descredibilizar Amom.

Decisão judicial

Em meio a uma série de questionamentos e polêmicas, a construção da nova sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Mudanças Climáticas (SemasClima) no Parque Ponte dos Bilhares foi interrompida por uma decisão judicial.

MP-AM

Atendendo a um pedido do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), a decisão expôs graves irregularidades no processo de construção, lançando incertezas sobre o futuro do projeto e levantando preocupações sobre a situação de outras obras em áreas verdes na cidade.

Controvérsia

No centro da controvérsia está a utilização do terreno. 

O MP-AM questiona se a área do parque, originalmente destinada exclusivamente a uso como área verde, teve sua destinação alterada por meio de um decreto municipal, permitindo a construção da sede da secretaria.

Suspensão

A Justiça Federal no Amazonas suspendeu a homologação e assinatura de contratos para exploração de petróleo e gás em quatro blocos da Bacia Sedimentar do Amazonas e na Área de Acumulação Marginal do Campo do Japiim.

A decisão atende a um pedido do Ministério Público Federal (MPF), que ressaltou a necessidade de consulta prévia às comunidades indígenas e tradicionais impactadas pelas atividades.

Blocos de exploração

Os blocos AM-T-63, AM-T-64, AM-T-107, AM-T-133 e o Campo do Japiim, arrematados pelas empresas Atem Distribuidora e Eneva SA, estão proibidos de realizar qualquer atividade exploratória até que a consulta seja realizada.

Comitê de Crise

Em uma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (17), na presidência do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), foi proposta a criação de um Comitê de Crise para coordenar os esforços nas questões de saúde pública no estado. 

O Comitê será responsável pela elaboração de planos de ação e pela coordenação de esforços entre os diversos órgãos envolvidos, visando fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS) no Amazonas. 

Compromisso firmado

O Gabinete da Presidência do TCE-AM ficará encarregado de montar o comitê e, a partir da reunião desta segunda-feira, o compromisso entre os participantes já foi firmado.

Liderada pela conselheira-presidente Yara Amazônia Lins, a reunião contou com a participação de representantes de secretarias que fazem parte da gestão da saúde pública do Amazonas.

Fundão

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta segunda-feira (17) quanto cada partido vai receber dos R$ 4,9 bilhões destinados ao Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), conhecido como fundo eleitoral. 

Ao todo, 29 partidos dividirão os recursos.

Maiores cifras

A sigla que receberá o maior valor será o PL, do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), com R$ 886,8 milhões. 

Seguido pelo PT, legenda do presidente Lula, com R$ 619,8 milhões. 

O União Brasil é o terceiro colocado com R$ 536,5 milhões.

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaoponto.am

TikTok: @diretoaoponto.am

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 98566-4150

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário