You are currently viewing Opinião | Blogueiro diz que ‘pegou pino’ de Eduardo Braga

Opinião | Blogueiro diz que ‘pegou pino’ de Eduardo Braga

Opinião | Blogueiro diz que ‘pegou pino’ de Eduardo Braga

Sam Kelwen participou de vídeo com senador e não recebeu pelo trabalho

‘Se faz isso comigo imagina governando o Amazonas’, diz o influencer

Zé Ricardo confirma pré-candidatura a deputado federal e Praciano a estadual

João Pedro se coloca como nome do PT para o Governo

Jair Bolsonaro e Alexandre de Moraes se cumprimentam em evento no TST

Deputado Fausto Santos Jr participa da solenidade em Brasília e destaca gesto do presidente

Movimento Conservador confirma participação de Bolsonaro na Marcha para Jesus de Manaus

Menezes reafirma que é pré-candidato ao Senado: ‘missão do presidente’

Pegou pino

O blogueiro Sam Kelwen usou as redes sociais para acusar o senador Eduardo Braga (MDB) de ter dado um “pino” nele e em outros jovens que participaram de um vídeo de pré-campanha do parlamentar.

Anúncios

A peça publicitária estrelada pelo pré-candidato ao Governo indaga aos jovens qual o Amazonas que eles sonham para o futuro.

A ideia era passar uma imagem jovial de Braga e mostrar que ele tem apoio da juventude. Mas como os jovens dizem: deu ruim!

Chamou e sumiu

Na publicação que fez no Instagam, Sam diz que foi contratado por um homem chamado Fabrício Mendes, que é assessor de Braga. No entanto, segundo o blogueiro, o funcionário do político sumiu após a gravação.

“Nós fizemos o VT do Eduardo Braga e ele (Fabrício) disse que nós seriamos pagos, mas até agora nada. Já faz mais de um mês e nada da gente ver o dinheiro. Ele bloqueou todo mundo, removeu o grupo e sumiu. A gente manda mensagem e ele não responde”, disse.

Reflexão pertinente

No final do vídeo que viralizou na internet, o influencer faz uma reflexão pertinente. Ele indaga a postura do senador: “se faz isso comigo imagina comandando o Amazonas. Eu não confio” afirmou.

Surtiu efeito

No final do dia, Sam respondeu ao contato do Direto ao Ponto e afirmou que já havia recebido o pagamento pelo trabalho realizado e que não gostaria mais de falar sobre o assunto.

O jovem, no entanto, não quis dizer o valor de seus honorários.

Quem fala a verdade

A informação do blogueiro contraria a nota enviada pela assessoria do senador, que afirmou desconhecer o fato e ressaltou que não contrata pessoas para participarem das mídias produzidas.

A assessoria do parlamentar, inclusive, até o fechamento desta edição da coluna, não respondeu as indagações feitas pelo Direto ao Ponto, que deixa o espaço aberto para o esclarecimentos do caso.

Reeleição

Em evento realizado ontem (19) na sede do Partido dos Trabalhadores (PT), o deputado federal,José Ricardo, confirmou que será candidato à reeleição.

O petista destacou que chegou a avaliar uma candidatura ao Governo do Amazonas, mas que foi orientado por Lula a buscar mais quatro anos em Brasília.

“O presidente Lula pediu que a gente pudesse ser candidato à reeleição para ajudar, para que a gente continue defendendo o Amazonas, os empregos e a Zona Franca que está ameaçada”, disse.

Nova experiência

Quem também confirmou pré-candidatura foi o ex-deputado federal Francisco Praciano (PT). Ele afirmou que “ressuscitou” após ter pego Covid-19 e que vai experimentar uma nova experiência no parlamento estadual.

Em seu discurso, o petista lembrou que passou pelo parlamento municipal – foi vereador por quatro mandatos – e pelo federal, mas não sabe ainda o que é ter uma cadeira na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Disputa boa

Praciano vai para disputa com o deputado Sinésio Campos, que há seis mandatos representa o PT na Aleam.

Como o partido está federado com o PCdoB e PV, é possível que consiga formar uma chapa capaz de eleger de dois a três deputados. Sendo assim, Praciano, Sinésio e Carlinhos Bessa (PV) despontam como favoritos.

À disposição

O ex-senador João Pedro aproveitou o evento do PT para colocar seu nome à disposição para uma possível candidatura ao Governo.

Vai precisar, no entanto, convencer a direção dos partidos federados.

Nesta semana, o presidente do PCdoB no Amazonas, Eron Bezerra, afirmou que a esquerda terá candidato majoritário, mas excluiu o nome de João Pedro entre as possibilidades.

Cumprimento

Dias após apresentar uma notícia-crime contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, o presidente Jair Bolsonaro (PL) cumprimentou o magistrado ontem (19), em evento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Moraes estava sentado em uma cadeira na primeira fileira, assistindo a solenidade, quando o Bolsonaro veio em sua direção e sinalizou para que ele levantasse. Os dois se cumprimentaram e voltaram aos seus lugares.

Testemunha ocular

A imagem do cumprimento de Bolsonaro e Moraes viralizou na internet, mas quem pôde presenciar a cena de perto foi o deputado estadual Fausto Santos Jr (União Brasil), que participou da solenidade em Brasília.

O parlamentar — e único amazonense a participar da solenidade — publicou a imagem nas redes sociais e informou aos seguidores que foi testemunha ocular da cena.

“Demonstração de grandeza política do nosso presidente, cumprimentando o ministro Alexandre de Moraes. Feliz por ter presenciado esse gesto pessoalmente”, escreveu.

Confirmado

Por falar em Bolsonaro, o líder do Movimento Conservador do Amazonas, Sérgio Kruke, confirmou a participação do presidente na Marcha para Jesus de Manaus, que será realizada no próximo dia 28 de maio.

O evento religioso é o maior do País proporcionalmente e vai marcar a primeira aparição do presidente no Estado após a edição dos decretos federais que mexeram nas alíquotas de IPI e consequentemente colocaram em xeque a competitividade da Zona Franca de Manaus (ZFM).

Firme e forte

Falando em Zona Franca, o ex-superintendente da Suframa, Coronel Menezes (PL), afirmou que sua pré-candidatura ao Senado segue firme e forte.

Em nota enviada à imprensa, o militar da reserva do Exército Brasileiro tratou de desmentir a informação que circulou ontem de que ele recuaria para se candidatar a deputado federal.

Sempre polêmico, Menezes aproveitou para alfinetar Omar Aziz (PSD).

“Minha pré-candidatura ao Senado Federal pelo Amazonas é irreversível. É uma missão que me foi dada pelo presidente Bolsonaro. Vamos aposentar o senador da ‘Maus Caminhos’, tirá-lo da vida pública e devolvê-lo para a privada”, afirmou.

Pré-campanha

De acordo com Menezes, durante esse período de pré-campanha, ele já percorreu quase todos os 61 municípios do estado e a receptividade por onde tem passado é muito positiva.

“O sentimento que vejo nos olhos é o de libertação. Eles querem se libertar desse modelo de política esgotado que domina o estado há mais de 40 anos, sem apresentar trabalho e projetos que impactam em melhorar na qualidade vida das pessoas” destacou.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário