Você está visualizando atualmente Opinião | Entenda o método defendido pela esquerda para matar bebês de 5 a 9 meses

Opinião | Entenda o método defendido pela esquerda para matar bebês de 5 a 9 meses

Opinião | Entenda o método defendido pela esquerda para matar bebês de 5 a 9 meses

STF pauta ação que pode liberar trans em banheiros femininos

Lula e governo federal lamentam morte de Ebrahim Raisi, presidente conhecido como “carniceiro do Teerã”

Lançamento de pré-candidatura de Brena Dianná leva multidão às ruas em Parintins

Caprichoso e Garantido firmam compromisso para aderir à reciclagem durante Festival de Parintins

David Almeida marca data para anunciar vice: 31 de julho

Arena da Amazônia será sede da Copa do Mundo de Futebol Feminino

Esquerda na defesa do abordo

Em atendimento a um pedido do PSOL, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, concedeu uma liminar para suspender a resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) que impedia o uso da assistolia fetal, método utilizado para o aborto após 22 semanas de gestação.

Liberação

O CFM proibiu o procedimento por ser doloroso e desnecessário, já que bebês com mais de cinco meses podem sobreviver fora do útero e seria possível fazer o parto prematuro.

Além disso, com a assistolia, a mulher não deixa de passar por uma espécie de parto do feto morto.

Mobilização da esquerda

O PSOL contesta os médicos e alega que a proibição da assistolia dificulta o “aborto legal” em casos de estupro.

O aborto é crime no Brasil, não punido quando a gestação decorre de violência sexual, existe risco de vida para a mãe e em casos de anencefalia.

Quase impossível

É quase impossível provar clinicamente o abuso sexual depois de poucas semanas de gravidez.

Mesmo assim, mulheres com mais de 5 meses de gestação têm procurado hospitais para exigir o uso da assistolia fetal.

Trans em banheiros femininos

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve reiniciar, no dia 29, o julgamento de uma ação que pede a autorização do uso de banheiros de acordo com o gênero com o qual um indivíduo se identifica, reivindicação de pessoas trans.

Se acatada, a decisão deve valer para banheiros de espaços públicos ou privados e colocar mulheres e crianças em situações de vulnerabilidade, como apontam coletivos feministas e ONGs de proteção à Primeira Infância.

Decisão

A decisão da Corte ainda deve gerar uma tese de repercussão geral para estabelecer um padrão do que deve ser aplicado em processos judiciais semelhantes.

“Os transexuais têm direito a serem tratados socialmente de acordo com a sua identidade de gênero, inclusive na utilização de banheiros de acesso público” é a tese sugerida por Luís Roberto Barroso, presidente da Corte e relator do recurso.

Violência em banheiros deve aumentar

ONGs feministas se movimentam para tentar convencer o STF a não liberar banheiros femininos para pessoas trans.

Em todo o mundo, não são raros os casos em que homens aproveitam banheiros unissex para cometer crimes, o que prejudica as mulheres socialmente em vários campos, como o afastamento de meninas das escolas por falta de segurança.

No Brasil, não faltam ocorrências nesse sentido.

Casos no Brasil

Em junho de 2023, um aluno da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, foi detido após ser flagrado na tentativa de filmar as partes íntimas de uma menina que usava a cabine ao lado.

O caso aconteceu em um banheiro unissex que havia na universidade, chamado de “Para todos”.

“Carniceiro do Teerã”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o governo brasileiro lamentaram as mortes do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e do chanceler Hossein Amir Abdollahian neste domingo (19), quando sobrevoavam de helicóptero a região de Varzeqan, no Azerbaijão.

As mortes foram confirmadas mais cedo pela televisão estatal e a agência oficial de notícias iraniana Irna.

O presidente do Irã era conhecido como “carniceiro do Teerã”.

“Condolências”

“Com pesar soube da confirmação da morte do presidente iraniano Ebrahim Raisi e do seu chanceler, Hossein Amir Abdollahian e de todos os passageiros e tripulação, após a queda de seu helicóptero. Minhas condolências aos familiares de todas as vítimas, ao governo e ao povo iraniano”, escreveu o presidente em seu perfil na rede social X.

Brena mostra força em Parintins

Quem chamou atenção neste fim de semana foi a vereadora Brena Dianná que levou uma multidão às ruas da Ilha Tupinambarana durante o lançamento da sua pré-campanha à Prefeitura de Parintins.

O evento contou com a presença de peso do Governador Wilson Lima, além de deputados estaduais, secretários de Estado e outros políticos.

Liderança

Brena segue liderando todas as pesquisas de intenções de voto e mostra que chega forte para disputar contra o candidato do prefeito Bi-Garcia, Mateus Assayag.

“Recicla, Galera”

O presidente do boi Caprichoso, Rossy Amoedo, e o presidente do Garantido, Fred Góes, assinaram um Memorando de Entendimento, na sexta-feira (17), junto ao Governo do Amazonas, se comprometendo a garantir a destinação adequada de resíduos recicláveis no Festival de Parintins 2024.

A iniciativa visa impedir que os resíduos sejam destinados a aterros e lixões ilegais, enviando-os para reciclagem, por meio do projeto “Recicla, Galera”.

Projeto

O projeto é realizado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), em parceria com a Coca-Cola Brasil.

Nas duas últimas edições, a ação já destinou mais de 7,8 toneladas de materiais para reciclagem, fortalecendo a geração de renda para os catadores.

Vice

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), pré-candidato à reeleição, anunciou nesta segunda-feira, 20 de maio, que só divulgará o nome de seu vice na chapa no dia 31 de julho.

“Será no dia do aniversário da minha mãe (falecida)”, disse ele em entrevista ao jornalista Ronaldo Tiradentes, durante o programa “Manhã de Notícias” (Rede Tiradentes).

Cotados

Nos bastidores, dois nomes são cogitados para a composição da chapa: Renato Júnior, secretário de Infraestrutura, e Jesus Alves, secretário de Habitação.

O primeiro é um nome de confiança de David, enquanto o segundo é uma indicação do MDB do senador Eduardo Braga.

Copa do Mundo Feminina

Manaus mais uma vez foi escolhida como sede da Copa do Mundo e a Arena da Amazônia será palco de grandes jogos do futebol feminino em 2027.

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaoponto.am

TikTok: @diretoaoponto.am

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 98566-4150

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário