You are currently viewing Opinião | “CPI da Covid não apresentou provas”, afirma procurador-geral da República

Opinião | “CPI da Covid não apresentou provas”, afirma procurador-geral da República

Opinião | “CPI da Covid não apresentou provas”, afirma procurador-geral da República

Após puxão de orelha em senadores, PGR recebe relação de provas da CPI

Omar, Randolfe e Renan só tinham narrativas, nada concreto e objetivo”, diz senador Luís Carlos Heinze

Fausto Jr cutuca Omar nas redes sociais: ‘Que vexame! Chacota! Quem se surpreende?’

Oposição fala em impeachment de Augusto Aras

Hissa Abrahão se aproxima de David Almeida e deve se filiar ao Avante

Prefeito quer criar maratona internacional de Manaus

Governador Wilson Lima intensifica ações na capital

PROS troca de comando e intensifica articulações para o pleito

‘Fake news’, diz Menezes sobre ida de Bolsonaro ao festival de Parintins

CPI da Covid

O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou que os líderes da CPI da Covid no Senado ainda não entregaram provas sobre as supostas irregularidades, cometidas por autoridades, durante a crise sanitária provocada pelo coronavírus.

Anúncios

Aras declarou que no dia 25 de novembro, a Procuradora Geral da República (PGR) recebeu da CPI o relatório das investigações, composto por 1,2 mil páginas com as descrições das irregularidades e os nomes das pessoas que eles queriam o indiciamento, incluindo 12 autoridades com prerrogativa de foro no Supremo Tribunal Federal (STF).

Sem provas

No entanto, segundo o procurador-geral da República, não houve a entrega dessas provas. Ele diz que a PGR recebeu “um HD com 10 terabytes de informações desconexas e desorganizadas”.

Aras chegou a protocolar dez petições ao STF que cobrasse dos membros da CPI a apresentação das provas para fundamentar o relatório final da Comissão.

“Provas”

Logo após o puxão de orelha, membros da CPI enviaram ao STF uma suposta lista que faz a conexão entre investigados, as acusações e os supostos crimes que teriam sido cometidos por eles, que não constam no relatório final da CPI da Covid.

O material é visto como uma resposta à PGR e será analisado pelo órgão.

Eu já sabia

A base aliada do presidente celebrou as declarações de Aras sobre o relatório final da comissão.

“O procurador falou algo que nós já sabíamos: Omar, Randolfe e Renan só tinham narrativas, nada concreto e objetivo”, afirmou o senador Luís Carlos Heinze (PP-RS), que durante a CPI foi um dos principais defensores do presidente da República.

Narrativas

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o também governista Marcos Rogério (PL-RO) afirmou: “eu adverti durante todo o funcionamento da CPI que faltava técnica no processo investigativo. Preocuparam-se e construíram narrativas sem nenhum fundamento e nem prova. O resultado é justamente esse vexame”, afirmou.

Protelação

O trio Omar, Randolfe e Renan, no entanto, afirmou que a Procuradoria busca protelar os desdobramentos da investigação e emitiu uma nota em conjunto com parte dos membros da CPI.

“O procurador Augusto Aras faz mais uma tentativa de ludibriar os brasileiros, ofuscar sua inércia diante do relatório da CPI e sua disposição para acobertar os criminosos desse morticínio”, disseram os participantes da comissão em um trecho da nota.

“Chacota”

O deputado estadual Fausto Jr — que participou da CPI e fez graves denúncias contra senador Omar Aziz — comentou a fala de Augusto Aras, e afirmou que a CPI foi motivo de chacota, classificando-a, mais uma vez, como “um circo”.

“Que vexame! Quem se surpreende?”, disse o deputado amazonense sobre a falta de provas da CPI contra o governo federal.

Impeachment

A conduta de Aras foi interpretada por alguns senadores da oposição como uma “submissão” do procurador a Bolsonaro.

Em reação, parlamentares como Omar, Randolfe e Renan levantaram a hipótese de abrir um processo de impeachment contra o procurador.

Com pé no Avante

O ex-vice-prefeito e ex-deputado federal, Hissa Abrahão, está com um pé no Avante. Ele — que ainda está filiado ao PDT, mas não ficará na sigla — recebeu convite do prefeito David Almeida para ingressar na sigla.

Abrahão será candidato a deputado federal nas eleições deste ano.

“Há uma relação profícua com o Avante. Foi feito o convite e há a possibilidade sim. Fiquei muito feliz, porém temos que ser cautelosos e até o final de março a gente define”, declarou ao Direto ao Ponto.

Proximidade

Na semana passada, Hissa e David foram vistos juntos no bairro Cidade Nova, na Zona Norte de Manaus.

O encontro foi compartilhado pelo próprio prefeito de Manaus nas redes sociais.

No calendário

Adepto das corridas, o prefeito David Almeida quer criar neste ano a 1º Maratona Internacional de Manaus. A ideia é que o evento aconteça no dia 23 de outubro, véspera do aniversário da capital amazonense.

Em abril e maio, o prefeito irá participar das maratonas de Paris (FRA) e Barcelona (ESP) e aproveitará a oportunidade para divulgar a Maratona de Manaus.

Foco na capital

Em clima de pré-campanha, o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), participou no último sábado (19), no bairro Colônia Oliveira Machado, de uma ação de cidadania do Governo do Estado.

Wilson vai intensificar ações na capital do Amazonas para tentar se aproximar, desta forma, do eleitorado de Manaus.

Sob nova direção

O Partido Republicano da Ordem Social no Amazonas (PROS-AM) está sob nova direção. Saiu Dr. Mike e assumiu, na última semana, o cientista político Henrique Cardoso Oliveira.

A sigla — que até então fazia parte da base aliada de Wilson Lima — a partir de agora adotará uma postura mais independente.

No entanto, nos bastidores comenta-se que um retorno ao arco de aliança do governador é estudado e bem provável.

Fake news

Após sites locais afirmarem que o presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou presença no Festival Folclórico de Parintins, em junho, o pré-candidato ao Senado e interlocutor do Palácio do Planalto no Amazonas, Coronel Menezes (sem partido), desmentiu a informação.

“É fake news. Eu fiz o convite ao presidente no ano passado e reafirmei em janeiro deste ano, mas não há nenhuma confirmação”, afirmou.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário