Você está visualizando atualmente Opinião | Políticos do Amazonas se manifestam sobre fala de Lula que comparou israelenses a Hitler

Opinião | Políticos do Amazonas se manifestam sobre fala de Lula que comparou israelenses a Hitler

Opinião | Políticos do Amazonas se manifestam sobre fala de Lula que comparou israelenses a Hitler

Capitão Alberto Neto critica e assina pedido de impeachment de Lula

“Lula é sem noção, irresponsável e desprezível”, afirma Alberto Neto

Após repudiar falas de Lula, Amom é criticado pela esquerda

Amom também é criticado pela direita por não assinar pedido de impeachment de Lula

Silas Câmara critica Lula e é cobrado para assinar pedido de impeachment de Lula por evangélicos

Além do Hamas, o senador Omar Aziz também apoiou a declaração do Lula

Omar rebatou presidente do Senado por repreender Lula

Arthur Neto diz que a fala de Lula, protegendo o Hamas, é criminosa

Sassá da Construção Civil, diz que Lula devia se desculpar

Vereadores de Manaus aprovam moção de repúdio contra Lula por falas sobe Israel

Comparação

A fala do presidente Lula comparando as ações militares de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto contra judeus da 2ª Guerra Mundial teve ampla repercussão no Brasil e no exterior.

Persona non grata

O comentário fez o governo de Israel declarar Lula persona non grata no país.

Repercussão

No Brasil, movimentos sociais, sindicatos, lideranças políticas e entidades que representam israelenses, judeus e palestinos se manifestaram sobre o tema, criticando ou defendendo o teor do comentário.

Veículos de imprensa nacionais também dedicaram ampla cobertura sobre a declaração do presidente.

Terrinha

A fala do presidente Lula também gerou repercussão e divergências entre políticos do Amazonas.

Capitão

O deputado federal Capitão Alberto Neto (PL) disse que é preciso ensinar diplomacia ao presidente e alertar que quando não se sabe o que falar é melhor ficar calado, pois o Brasil e os brasileiros não podem responder pela falta de noção do presidente da república.

O bolsonarista, que também foi o único parlamentar da bancada federal do Amazonas que assinou o pedido de impeachment de Lula, ainda classificou Lula de “irresponsável e desprezível.”

Amom

O deputado federal Amom Mandel (Cidadania), que é judeu, disse que as declarações de Lula sobre Israel foram “totalmente desnecessárias e graves.”

“Fica aqui meu repúdio.”, disse Amom em suas redes sociais.

Críticas

Ainda sobre o tema, Amom foi amplamente criticado em suas redes sociais tanto por seguidores de esquerda quanto pela direita.

De um lado a turma Lula, ficou P da vida, e disse que ele estava “passando pano para Israel”.

Do outro lado a turma do Bolsonaro queria saber se ele ia “assinar ou não o pedido de impeachment contra o Lula.”

Prefeiturável

Ainda sobre Amom, a assessoria do parlamentar distribuiu o convite para a imprensa participar do lançamento da sua pré-candidatura à Prefeitura de Manaus. O lançamento será na próxima sexta-feira (23), às 10h da manhã no salão de eventos do restaurante Bom Prato, Cidade Nova, zona Norte de Manaus.

Silas

O deputado federal Silas Câmara (Republicanos) disse que Israel tem todo direto de se defender e enfrentar os terroristas do Hamas.

E que não concorda que a perda de vidas seja tratada de forma comparativa com o holocausto como foi feito pelo atual presidente.

Apesar do repúdio as falas de Lula, o parlamentar da bancada evangélica não assinou o pedido de impeachment de Lula, e foi cobrado nas suas redes sociais por isso.

Omar

Já entre os senadores, ontem (20), o senador Omar Aziz (PSD) roubou a cena no Congresso Nacional com um discurso em defesa do presidente Lula.

Omar, que é filho de palestinos, não gostou da fala do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que exigiu que o presidente Lula se desculpasse por ter comparado as ações do Estado de Israel com as da Alemanha nazista de Adolf Hitler.

Arthur

Já o ex-senador Arthur Neto (sem partido), disse em suas redes sociais, que a fala de Lula, protegendo o Hamas, é criminosa.

E que a comparação de Israel a Hitler, foi um “insulto imperdoável ao povo judeu.”

Sassá

Já na Câmara Municipal de Manaus, que aprovou três moções de repúdio contra a fala de Lula, chamou atenção o discurso do vereador Sassá da Construção Civil, que é petista doente.

“Sou do partido do presidente Lula, mas aqui não tem essa de passar a mão na cabeça. Acho sim que o Lula tem que pedir desculpas, pelo que falou.”, disse Sassá.

Chance Zero

Nos bastidores de Brasília circula que as chances do presidente brasileiro se desculpar por sua fala é zero.

Zero também, no Brasil dos dias de hoje, são as chances desse impeachment prosperar.

Envergonhando

E pra finalizar a nossa coluna de hoje, diferentemente do que a grande mídia brasileira está falando, o que vemos, isso sim, é uma condenação internacional muito grande às palavras de Lula.

Os governistas dizem que Lula está projetando o país no exterior, mas nesse momento acontece exatamente o contrário: ele está apequenando e envergonhando o país.

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaoponto.am

TikTok: @diretoaoponto.am

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário