You are currently viewing Opinião | Em Brasília, Wilson Lima estreita laços com a família Bolsonaro

Opinião | Em Brasília, Wilson Lima estreita laços com a família Bolsonaro

Opinião | Em Brasília, Wilson Lima estreita laços com a família Bolsonaro

Governador se reuniu com senador Flávio Bolsonaro

Jair Bolsonaro já deu início à formação de palanque nos estados

Ministro da Saúde estará em Manaus no sábado para acompanhar vacinação

Senador Omar Aziz testa positivo para covid-19

Permanência de Nejmi Aziz na Aleam será decidida em fevereiro

Mãe de Bolsonaro morre aos 94 anos

PF apreende lancha com drogas avaliada em R$ 20 milhões

Alinhamento à vista

A menos de nove meses das eleições, o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), esteve ontem (20) em Brasília, onde se encontrou com o senador pelo Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro (Republicanos), filho 01 do presidente da República, e deu mais uma demonstração do prestígio que tem com a família do mandatário da nação.

Anúncios

O encontro, inclusive, foi postado pelo parlamentar carioca no Instagram.

“Recebi hoje o Governador do Amazonas @wilsonlimaam, oportunidade em que mostrou como tem trabalhado firme para reduzir os impactos da nefasta pandemia que, se Deus quiser, em breve superaremos”, escreveu.

Aproximação

A aproximação de Wilson com o presidente ficou mais nítida desde o ano passado, quando Bolsonaro veio ao Amazonas em quatro oportunidades e teve conversas em particular com o governador do Estado.

A presença de Bolsonaro na inauguração da segunda etapa do Centro de Convenção Vasco Vasques — evento que nem de longe tem apelo para uma visita presidencial — foi vista à época como sinal de “moral” de Wilson com o mandatário da nação.

Formação de palanque

A tendência é que Jair Bolsonaro e Wilson Lima estejam no mesmo palanque nas eleições.

O presidente, inclusive, já deu início à formação de alianças nos estados. Em São Paulo, por exemplo, deve confirmar a indicação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, para disputar o Governo, e da ministra da Mulher, Damares Alves, ao Senado.

Pará já definido

No Pará, o candidato ao governo apoiado pelo presidente será o senador Zequinha Marinho (PL). A informação foi dada pelo deputado federal Delegado Éder Mauro (PSD), aliado de primeira ordem de Bolsonaro no estado.

Força eleitoral

Se confirmado esse cenário, Wilson Lima irá para a disputa com o apoio das três máquinas: a do estado, que ele mesmo comanda; da Prefeitura de Manaus, do cada dia mais aliado, David Almeida (Avante); e do Governo Federal.

Isso, obviamente, garante uma força gigantesca ao governador, que tem apresentado tendência de crescimento nas pesquisas de intenção de votos.

Pesa a favor, também, o fato do Amazonas estar conseguindo avançar na vacinação e a variante Ômicron ser altamente transmissível, mas pouco letal.

Queiroga em Manaus

Por falar em vacinação e pandemia, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, estará em Manaus neste sábado (22), onde irá acompanhar a vacinação e testagem da população no sambódromo.

Segundo o aviso de pauta enviado à imprensa pelo Ministério da Saúde, a presença do ministro visa monitorar e incentivar a população que ainda não completou o esquema vacinal contra a Covid-19.

Omar com Covid

O senador Omar Aziz (PSD) anunciou nesta sexta-feira (21) que recebeu o diagnóstico positivo de covid-19.

Nas redes sociais, o senador afirmou que está assintomático e vai cumprir o isolamento determinado pelas autoridades médicas.

Aziz disse que, “mesmo tomando todos os cuidados”, acabou contraindo a doença. Ele está com esquema vacinal completo.

Nas mãos da justiça

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) julgará no próximo dia 1º de fevereiro, o mandado de segurança que o pastor Antônio Alves (Republicanos) ingressou questionando a permanência do mandato de deputada estadual de Nejmi Aziz (PSD), que está licenciada desde o ano passado para tratamento de uma doença autoimune em São Paulo.

Segundo Antônio Alves, o prazo da licença médica estipulado para a parlamentar venceu. A deputada está de licença desde o dia 5 de agosto de 2021 e, de acordo com a defesa de Alves, abonou faltas com atestados médicos e evitou participar de sessões virtuais.

“Se a prezada deputada ficar boa, que a mesma venha assumir, pois realmente a vaga é dela. Mas da maneira que ela está fazendo não é o correto. Até mesmo porque ela entrou do mesmo jeito, acabou o prazo do antecessor e ela entrou”, defendeu o pastor Antônio Alves.

Falecimento

Olinda Bolsonaro, mãe do presidente Jair Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos.

O anúncio foi feito pelo presidente em suas redes sociais. A causa da morte ainda não foi informada.

“Com pesar o passamento da minha querida mãe. Que Deus a acolha em sua infinita bondade”, escreveu o presidente.

Apreensão milionária

A Polícia Federal apreendeu ontem (20), pouco mais de 1,5 mil quilos de entorpecente do tipo skunk em uma lancha no Rio Negro. Segundo os policiais, a droga está avaliada em R$ 20 milhões.

A embarcação estava abandonada e ninguém foi preso.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Rebeca a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário