Você está visualizando atualmente Opinião | Governador Wilson Lima quer Roberto Cidade cabeça de chapa e Capitão Alberto Neto como vice

Opinião | Governador Wilson Lima quer Roberto Cidade cabeça de chapa e Capitão Alberto Neto como vice

Opinião | Governador Wilson Lima quer Roberto Cidade cabeça de chapa e Capitão Alberto Neto como vice

Unificação da chapa pode acontecer esse mês

Roberto Cidade entra na trend das emoções e diz querer mudar a cidade

Lula cancela ida ao Festival de Parintins devido a crise climática no Rio Grande do Sul

Lula se vacinou contra dengue na rede privada, sem divulgar e antes da campanha do SUS

Amazonas deve entrar em estado de emergência climática em 10 dias

Irmão de Marcelo Ramos deixa o cargo de superintendente regional da Polícia Federal no Amazonas

Votação no STF sobre descriminalização do porte da maconha segue acirrada

Cenário equilibrado

Falta menos de um mês para o início das convenções partidárias, e todas as pesquisas de intenção de voto mostram um cenário muito equilibrado na disputa pela Prefeitura de Manaus.

Na liderança estão o atual prefeito David Almeida (Avante) e o deputado federal Amom Mandel (Cidadania), seguidos pelo presidente da ALEAM, deputado estadual Roberto Cidade (União Brasil), e pelo deputado federal Capitão Alberto Neto (PL), que devem se unir em chapa única.

Essa é a tendência.

Alguém tem que ceder

O entendimento do governador e de seus aliados é que é preciso unir Roberto Cidade e Capitão Alberto Neto em uma chapa única para ir ao segundo turno.

A decisão salomônica que o governador precisa tomar e fazer com que eles compreendam pode acontecer ainda este mês.

Apesar de ambos os pré-candidatos quererem ser o cabeça de chapa, nos bastidores é dado como certo que Roberto Cidade será o escolhido do grupo, e Capitão Alberto Neto irá declinar da candidatura para ser vice ou indicar o vice pelo PL.

De olho em 2026

Além do futuro político da capital, o governador Wilson Lima também está empenhado em eleger o prefeito para garantir apoio político em 2026, quando estará em jogo sua sucessão no Governo do Amazonas e duas cadeiras no Senado Federal. Inclusive, Wilson está de olho em uma delas.

Trend das emoções

Falando em Roberto Cidade, o pré-candidato a prefeito entrou na trend das emoções e publicou um vídeo em que desbloqueia uma nova emoção: a vontade de mudar Manaus.

O presidente da ALEAM está fazendo uma pré-campanha movimentada, com reuniões e grandes eventos em comunidades, e conta com o maior arco de alianças políticas neste pleito, envolvendo vereadores e deputados estaduais.

Roberto também terá o maior tempo de propaganda eleitoral no rádio e na TV.

Pegou mal

Falando em Alberto Neto, pegou mal a união dele com os senadores Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB) em Parintins, para apoiar Mateus Assayag, candidato do prefeito Bi Garcia e adversário político do governador Wilson Lima.

Wilson apoia a vereadora Brena Dianná (União Brasil) na Ilha Tupinambarana, e a decisão de Alberto Neto de subir no mesmo palanque dos senadores da esquerda e maiores aliados de Lula no Amazonas foi vista com muita desconfiança por Wilson e sua cúpula.

Uma pessoa próxima do governador afirmou ao Direto ao Ponto que Wilson se sentiu traído.

Lula cancela ida a Parintins

De acordo com Marcelo Ramos e o deputado estadual Sinésio Campos, o presidente Lula cancelou sua vinda ao Festival de Parintins devido à crise climática que ainda atinge a população do Rio Grande do Sul.

A vinda de Lula era bastante esperada por lideranças políticas locais de esquerda que desejavam aparecer ao lado do presidente.

“Presidente primeiro”

E por falar em Lula, a matéria da Folha de S. Paulo mostra que o presidente se vacinou contra a dengue na rede privada no dia 5 de fevereiro, sem divulgar, quatro dias antes do lançamento da campanha nacional promovida pelo SUS.

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência não explicou por que a vacinação contra a dengue não foi divulgada.

Emergência climática eminente

O governador Wilson Lima anunciou um decreto que deverá entrar em vigor no fim de junho, com medidas para combater a forte estiagem prevista para os meses de julho e agosto. Segundo o governador, os esforços serão concentrados em garantir água potável, saúde, alimentação e navegabilidade dos rios.

“Um dos pontos cruciais é a dragagem dos rios, que estamos realizando em continuidade com o Governo Federal. Temos projetos para os próximos cinco anos, e estamos trabalhando para que o impacto seja o menor possível para o comércio e a indústria”, esclareceu Wilson Lima.

Umberto Ramos deixa Superintendência da PF/AM

Informações do portal BNC indicam que o delegado federal Umberto Ramos, irmão do pré-candidato a prefeito de Manaus Marcelo Ramos (PT), deverá deixar o comando da Superintendência da Polícia Federal no Amazonas.

A medida não tem relação política e faz parte das mudanças que a cúpula da Polícia Federal está realizando em todo o Brasil.

Porte da Maconha

O Supremo Tribunal Federal (STF) está atualmente julgando a descriminalização do porte de maconha, um dos temas mais complexos que pode ter impactos significativos na segurança, saúde pública e no sistema prisional. O último ministro a votar foi Dias Toffoli, que se posicionou contra a descriminalização. Com este voto, o placar ficou em 5 votos favoráveis e 3 contrários à descriminalização. O julgamento agora está suspenso, e os próximos votos serão proferidos pelos ministros Luiz Fux e Cármen Lúcia.

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaoponto.am

TikTok: @diretoaoponto.am

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 98566-4150

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário