Você está visualizando atualmente Opinião | Com Wilson Lima, Amazonas conquista o 1º lugar do Norte no Ranking de Competitividade

Opinião | Com Wilson Lima, Amazonas conquista o 1º lugar do Norte no Ranking de Competitividade

Opinião | Com Wilson Lima, Amazonas conquista o 1º lugar do Norte no Ranking de Competitividade

Mundaça no comando do União Brasil em fevereiro de 2024; Rueda e Wilson assumem

Após reunião com a bancada federal, David Almeida anuncia que Manaus receberá emendas para novos investimentos

Após não atender a convite, Marina é convocada por CPI das ONGs

Aneel recomenda fim de contrato da Amazonas Energia com o Ministério de Minas e Energia

Esquerda ataca jornalistas por reportagens que ligam Dama do Tráfico ao Ministério da Justiça

Marcelo Ramos chama jornalista de “merda” após ser chamado de irrelevante politicamente

Hissa Abrahão endireitou: “Lula ladrão, teu lugar é na prisão”

SOS Amazônia: Depois de três meses, Gisele Bündchen cobra Lula por queimadas e desmatamento recorde

Manaus entra mais uma semana encoberta por fumaça de queimadas

1º lugar

O estado do Amazonas, na gestão de Wilson Lima (União Brasil), conquistou o 1º lugar do Norte no Ranking de Competitividade dos Estados, que mede pilares como inovação, eficiência da máquina fiscal, sustentabilidade ambiental e social, educação, segurança pública.

Segundo o site Ranking de Competitividade, a gestão Wilson Lima, se destaca, por implementar projetos que garantem o bem-estar da população.

Reconhecimento

O partido União Brasil, comemorou o feito do estado e do governador Wilson Lima, em suas redes sociais e disse:

“Garantir o progresso dos amazonenses é tarefa de quem ama a região, parabéns Wilson Lima pela dedicação em construir pontes que conectam todo o país ao maior estado da região norte! Garantir o progresso dos amazonenses é tarefa de quem ama a região, parabéns Wilson Lima pela dedicação em construir pontes que conectam todo o país ao maior estado da região norte!”

Novo comando

A Executiva Nacional do União Brasil articula a saída de Luciano Bivar (PE) do comando do partido em fevereiro.

O substituto será Antônio Rueda, atual primeiro vice-presidente da sigla.

No Amazonas, o comando do União Brasil irá passar para o governador Wilson Lima.

A mudança só será oficial a partir da convenção partidária.

Estratégia

O União Brasil quer fortalecer a estrutura partidária, de olho nas eleições municipais de 2024.

A expectativa é aumentar o número de cidades governadas pelo partido.

Articulação

Após reunião em Brasília com a bancada federal do Amazonas, o prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou que a cidade receberá emendas parlamentares para novos investimentos estruturantes.

Entre essas áreas estratégicas, estão recursos para a execução de obras fundamentais para a proteção da população no período de chuvas que se aproxima.

Recursos

“Serão recursos para conter as erosões (voçorocas), para limpeza e desassoreamento de igarapés, para infraestrutura viária da cidade. Temos as UBSs, as creches. Todas essas áreas serão contempladas com as emendas que os deputados e senadores estão destinando para a cidade de Manaus”, declarou o prefeito logo após a reunião com a bancada.

Reconhecimento

De acordo com David Almeida, os três senadores do Amazonas sinalizaram com aporte de recursos para a cidade, em diversas áreas.

Dos oito deputados federais, seis também indicaram apoio com emendas.

“Inclusive, pelo que temos de conhecimento, é a maior manifestação de apoio para Manaus por parte de uma bancada”, completou o chefe do Executivo municipal.

CPI das ONGs

A CPI das ONGs que investiga as atividades de Organizações Não Governamentais (ONGs) decidiu transformar o convite feito à ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, em uma convocação oficial.

A ministra era aguardada na sessão desta terça-feira, (21), para prestar esclarecimentos sobre a atuação das ONGs e Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) na região Norte do país.

No entanto, Marina atendeu o chamado por livre e espontânea vontade.

Obrigada

Diante da recusa, a os senadores aprovaram a convocação de Marina, tornando obrigatória a presença da ministra para prestar esclarecimentos na Comissão.

O presidente da CPI, senador Plínio Valério (PSDB-AM), ressaltou que não tinha intenção de parecer intransigente e mencionou um acordo entre os parlamentares para que todos fossem convidados a prestar esclarecimentos à comissão, em vez de serem convocados.

No entanto, Valério destacou que, devido ao encerramento próximo dos trabalhos da CPI, não será mais possível ouvir Marina Silva como convidada.

Recomendação

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta terça-feira recomendar ao Ministério de Minas e Energia a abertura de um processo para por fim a concessão da distribuidora Amazonas Energia, após negar um plano de transferência de controle apresentado pelo atual concessionário.

Segundo a relatora do processo, diretora Agnes da Costa, o grupo Oliveira Energia e a empresa Green Energy, não tem capacidade para gerir o setor elétrico.

Péssimo serviço

A Amazonas Energia tem um histórico ruim de indicadores de prestação de serviço de distribuição de energia e desequilíbrio econômico-financeiro.

Pino

A distribuidora amazonense ainda possui dívidas com a Eletrobras.

O último balanço da gigante de energia, do terceiro trimestre deste ano, aponta 4,6 bilhões de reais em perdas estimadas em créditos de liquidação duvidosa (PECLD) de empréstimos a receber da Amazonas Energia.

Críticas

A presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), deputada Gleisi Hoffmann (PR), e outras figuras da esquerda criticaram neste fim de semana o jornal Estado de S. Paulo, que desde a semana passada está publicando matérias que evidenciaram a facilidade com que Luciene Barbosa Farias, condenada por lavagem de dinheiro e ligação com o Comando Vermelho, conseguiu agendas com secretários dos ministérios da Justiça e dos Direitos Humanos.

Narrativa

Aliados do governo tem tentado abafar as denúncias trazidas pela reportagem alegando que se tratam de notícias falsas, embora o veículo tenha apresentado fatos, fotos, vídeos e documentos.

Gleisi citou que uma notícia da Revista Fórum comprovaria que o escândalo era “fabricado” para “fazer parecer que o ministro Flávio Dino [da Justiça] é ‘simpático ao crime organizado’.

Ataques a jornalista

A matéria da revista Fórum também foi repercutida por vários influenciadores e jornalistas de esquerda, inclusive com ataques à editora Andreza Matais, mencionada na suposta denúncia.

Autoritários

Isso acabou gerando uma reação de parte da oposição ao governo, que saiu em defesa da jornalista.

“Os ataques do Governo do PT e de seus aliados ao Estadão e aos seus jornalistas, especialmente a Andreza Matais, pelas matérias sobre a ‘Dama do tráfico’, apenas confirmam o viés autoritário do partido. Convive mal com o contraditório”, tuitou o senador Sergio Moro (União Brasil-PR).

Descontrolado

No Amazonas, o ex-deputado Marcelo Ramos, derrotado na última eleição, não reagiu bem às críticas do jornalista Thiago Botelho. Em sua análise, Botelho classificou Ramos como politicamente irrelevante e afirmou que ele não possui influência alguma entre os vereadores de Manaus.

Botelho fez comentários sobre o pedido de Marcelo Ramos para que a Câmara Municipal de Manaus aprovasse o empréstimo de R$ 600 milhões para a prefeitura de Manaus.

“Merda”

Aliado de Lula no Amazonas, Ramos foi até às redes sociais do programa em que o jornalista participa para insultá-lo, chamando-o de “merda”.

Ele ainda afirmou que, devido a comentários desse tipo, deseja manter “distância da política no Amazonas”.

Fatos

Hoje, do ponto de vista eleitoral, Marcelo Ramos é, de fato, insignificante.

Ele e o ex-governador de São Paulo, João Dória, são casos a serem estudados sobre o que não fazer durante o mandato.

No cenário atual, é improvável que ambos sejam eleitos para o cargo de síndico de um prédio.

Esta é apenas mais uma demonstração dos motivos pelo qual Ramos foi demitido pelo eleitorado amazonense.

Seu valor

Do ponto de vista político, ainda mantém seu valor. É altamente preparado, possui acesso ao presidente Lula, possui influência em nível nacional e mantém bons relacionamentos com políticos e o judiciário.

Além disso, seu irmão ocupa o cargo de superintendente da Polícia Federal no Amazonas.

Bipolar

Agora, Marcelo Ramos precisa tomar uma decisão.

Ele declara que saiu completamente da política, mas, ao mesmo tempo, busca os holofotes, concede entrevistas e mantém proximidade com políticos.

Seria interessante para ele colocar à prova suas afirmações e se candidatar como vereador ou prefeito no próximo ano.

Certamente, os resultados nas urnas proporcionariam uma maior convicção em relação às suas escolhas.

Solidariedade

Para o Direto ao Ponto o uso de métodos de intimidação contra veículos de comunicação e jornalistas não se coaduna com valores democráticos e demonstra um flagrante desrespeito à liberdade de imprensa.

Também evidencia uma prática característica de regimes autocráticos de, com o apoio de dirigentes políticos, sites e influenciadores governistas, tentar desviar o foco de opiniões, analises e reportagens incômodas por meio de ataques contra quem as divulga.

Nossa solidariedade aos jornalistas Andreza Matais e Thiago Botelho.

Se estão incomodando, estão no caminho certo!

Endireitou

O ex-vice-prefeito e ex-deputado Hissa Abrahão, que sempre esteve mais ligado a esquerda, endireitou de vez.

Em suas redes sociais fez uma série de stories justificando sua mudança de pensamento e criticou Lula.

“Nunca perdoarei a esquerda por me obrigar a ser de direita”.

Escorregada

Em suas críticas, Hissa compartilhou uma suposta resposta do presidente eleito da Argentina, Javier Milei, ao presidente Lula, no X (antigo twitter).

“Lula Ladrón, tu luar está em la prisión”.

A imagem se trata de uma montagem, Javier Milei nunca respondeu a postagem de Lula. Porém em outra situação já sim se referiu a Lula como ladrão.

SOS Amazônia

Depois de meses em silêncio, a modelo e ambientalista Gisele Bündchen recorreu às redes sociais para abordar o desmatamento e as queimadas que continuam afetando a Amazônia.

Ela fez um apelo para que o governo Lula implemente políticas mais rigorosas para combater o desmatamento ilegal e garantir a preservação das nossas florestas.

Antes tarde do que nunca.

Agora, só falta Greta, DiCaprio, Hulk, Anitta e o restante dos artistas globais se pronunciarem sobre o assunto.

Fumaça

Manaus entrou mais uma semana encoberta por fumaça de queimadas.

Nesta quarta-feira (22), as partículas de poluição deixaram o céu da cidade mais cinzento.

A fumaça começou a invadir a capital em agosto.

Prestes a completar quatro meses sob a nuvem cinzenta, a capital continua registrando péssimos níveis de qualidade do ar.

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário