You are currently viewing Opinião | Lula acende a fogueira no coração de Braga e Omar

Opinião | Lula acende a fogueira no coração de Braga e Omar

Opinião | Lula acende a fogueira no coração de Braga e Omar

Ex-presidente diz que virá a Manaus para acertar detalhes do palanque de Braga e Omar

Petista enaltece Vanessa Grazziotin, mas esquece de Zé Ricardo e Marcelo Ramos

Depois de 13 anos de governo PT, Lula diz que se for eleito BR-319 vai sair

Presidenciável promete visitar Vale do Javari e proteger as fronteiras

‘Em 2018 o povo brasileiro cometeu um erro histórico ao eleger Bolsonaro’, afirma

Wilson Lima vai comemorar aniversário em Parintins

Festa será um grande evento político e terá a presença do prefeito David Almeida

Luciano Hang inaugura loja da Havan em Manaus nesta sexta-feira

São Lulão

O mês de junho chegou e com ele as tradicionais festas juninas, com muita dança e comidas típicas.

Anúncios

Mas em 2022, que é ano de eleição, pelo menos aqui no Amazonas, o São João está dando lugar ao São Lulão, que, como uma espécie de Santo Antônio Casamenteiro da política, está conseguindo restaurar uma relação há muito tempo desfeita.

Isso porque o petista vem a Manaus provavelmente em julho para definir seu palanque local e, ao que parece, colocará lado a lado o senador Omar Aziz (PSD) – que disputará a reeleição – e o também senador Eduardo Braga (MDB), que almeja o cargo de governador.

Meu apoio

Essa união foi vislumbrada por Lula em entrevista à Rádio Difusora ontem (23).

Na ocasião, ele chamou Omar de “grande companheiro”, afirmou que vai apoiá-lo e que está acertando os últimos detalhes com o MDB nacional para o apoio a Braga — que vale lembrar, foi ministro das Minas e Energia no governo de Dilma Rousseff (MDB) — e sempre teve uma relação de afinidade com Lula.

Lulista

O apoio a Omar já era esperado, uma vez que o senador tem sido, desde a época da CPI da Covid — da qual foi presidente — um fiel soldado de Lula no Senado.

Ele, inclusive, tem trabalhado para que o PSD feche apoio total e irrestrito ao petista já no primeiro turno.
O gesto do ex-presidente é apenas uma retribuição à fidelidade do parlamentar.

De volta

Já Eduardo Braga, que até pouco tempo andava em cima do muro, se rendeu aos encantos do ex-presidente Lula.

E para provar seu realinhamento com o Partido dos Trabalhadores, ontem (23) assinou o requerimento de instalação da CPI do MEC no Senado, pauta defendida pela oposição no intuito de desgastar a imagem de Jair Bolsonaro (PL).

Entrevista

Por falar em Bolsonaro, durante a entrevista Lula falou sobre diversos temas, externou sua preocupação com a situação da fronteira do Brasil com Peru e Colômbia, com a Zona Franca de Manaus e, claro, fez críticas ao atual presidente da República.

Segundo ele, “em 2018, o Brasil cometeu um erro histórico ao eleger Bolsonaro”.

Companheira

Quem também foi lembrada por Lula foi a ex-senadora e atual pré-candidata a deputada federal, Vanessa Grazziotin (PCdoB).

Lula enalteceu Vanessa e lembrou que ela teve um papel importante na defesa de Dilma no processo de impeachment, conquistando ainda mais a confiança e prestígio da cúpula do partido.

Se esqueceu

Lula falou tão bem de Vanessa que se esqueceu de outros dois aliados que disputarão a eleição de deputado federal: o petista Zé Ricardo e o ex-vice-presidente da Câmara, Marcelo Ramos (PSD).

A dupla não foi citada pelo presidenciável, mas são defensores de Lula no Amazonas e certamente estarão dividindo palanque durante o período eleitoral.

Promessas

O ex-presidente, como bom político em ano de eleição, também fez promessas.

Afirmou que quer visitar o Vale do Javari, região da cidade de Atalaia do Norte — onde o indigenista Bruno Pereira e o jornalista Dom Phillips foram assassinados — e disse que irá reforçar a proteção das fronteiras com o aumento do efetivo da Polícia Federal na região.

BR-319

Mesmo o PT tendo ficado 13 anos no poder, Lula também prometeu que desta vez, se voltar a comandar a nação, asfaltará a BR-319, que vale lembrar, foi negligenciada em seu governo.

Festa de boi

Além da festa junina, o mês de junho também é época de boi-bumbá de Parintins. E em anos eleitorais a Ilha Tupinambarana também fervilha no quesito articulação política.

E uma festa já está organizada para reunir políticos de todo o Estado: a festa de aniversário do governador Wilson Lima (União Brasil), que completa 46 anos de idade no domingo (26), último dia de apresentações de Caprichoso e Garantido.

Convidado ilustre

Entre os convidados ilustres que já confirmaram presença está o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), um aliado de peso na disputa eleitoral.

Segundo interlocutores, o chefe do Executivo Municipal vai para Parintins no sábado (25).

Megaloja

O empresário Luciano Hang, conhecido como “Véio da Havan”, já está em Manaus e nesta sexta-feira (24), inaugura a primeira loja — na verdade megaloja — da Havan no Amazonas.

A loja de departamento fica no anexo do Shopping Via Norte, localizado no bairro Monte das Oliveiras. O empreendimento está gerando 300 empregos diretos e indiretos e recebeu 140 mil currículos para a seleção.

Recepção

Aproveitando a presença do empresário bolsonarista em Manaus, o pré-candidato ao Senado, Coronel Menezes (PL), tratou de faturar na imagem de Hang.

O militar foi recepcionar o “Véio da Havan” no aeroporto e o levou para fazer uma visita à Zona Franca de Manaus. Obviamente, ambos tiraram muitas fotos e postaram nas redes sociais.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário