Você está visualizando atualmente Opinião | Alckmin se reúne com Wilson e David e afirma que o Amazonas será protagonista da nova década

Opinião | Alckmin se reúne com Wilson e David e afirma que o Amazonas será protagonista da nova década

Opinião | Alckmin se reúne com Wilson e David e afirma que o Amazonas será protagonista da nova década

Wilson Lima reforça importância da ZFM e destaca novos investimentos para o Amazonas

David Almeida inaugura Dimicro e anuncia construção de escola técnica para formar profissionais para Zona Franca de Manaus

Manaus avança no cuidado aos animais: Prefeitura planeja criar subsecretaria de bem-estar animal

Lula injeta R$ 54 milhões em publicidade na Globo

Rede Globo domina 57% dos 15 maiores contratos de publicidade do governo Lula

Governo Lula gastou R$ 17,1 milhões em viagens a nove países

Conflito com Leite custa apoio a Jean Wyllys, que não deve ganhar cargo no governo

O ranking do impeachment de ministros do STF

Zona Franca de Manaus

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), Geraldo Alckmin (PSB), participou da 310ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Suframa (CAS) que analisou 42 projetos industriais, de serviços e agropecuários.

A previsão de investimentos será da ordem de R$ 727, 3 milhões. 

A expectativa é de geração de 1.006 novos empregos e faturamento projetado de 4,2 bilhões de reais.

Alckmin falou dos projetos sustentáveis do Governo Federal e afirmou que a região Norte e o Amazonas serão os grandes protagonistas da nova década.

CBA

Alckmin também assinou o contrato de gestão do Centro de Bionegócios da Amazônia (CBA), com a Fundação Universitas de Estudos Amazônicos (Fuea).

O contrato vai permitir que o CBA possa captar recursos privados que financiem projetos em bionegócios.

De acordo com o ministro, o centro terá a missão de fomentar a economia verde e o desafio de gerar negócios, converter a biodiversidade amazônica em geração de emprego e renda

Diálogo 

Segundo o governador Wilson Lima, o diálogo entre Governo do Estado, Governo Federal e demais poderes assegura as garantias constitucionais da Zona Franca de Manaus.

“É a segunda vez que o vice-presidente Geraldo Alckmin vem ao estado do Amazonas. Isso demonstra a preocupação que o Governo Federal tem tido, isso nos deixa muito tranquilos, até no âmbito da reforma tributária que a gente conseguiu avançar e colocar um texto que garantisse não só a manutenção do modelo, mas também a competitividade das empresas, o que reflete também no que é mais importante para gente, que é a geração de emprego e renda”, declarou Wilson Lima.

Dimicro

O vice-presidente também participou com o prefeito de Manaus, David Almeida, da inauguração do Distrito de Micro e Pequenas Empresas (Dimicro), localizado no bairro Distrito Industrial 2. 

O espaço servirá como incubadora para 28 indústrias.

“Estamos entregando um lugar humanizado onde serão gerados 400 empregos diretos para empreendedores que esperavam por esta oportunidade.”, enfatizou Almeida.

Escola técnica

David também anunciou a construção de uma escola técnica que irá auxiliar na formação de novos profissionais para as indústrias instaladas no Polo Industrial de Manaus (PIM).

“Vamos treinar e formar o soldador que vai para o Distrito Industrial. O operador de máquina empilhadeira, para que assim possamos gerar emprego e renda para as empresas do Distrito Industrial”, afirmou o prefeito.

Oportunidade

Para o vice-presidente Geraldo Alckmin, o lançamento do Dimicro é fundamental para o desenvolvimento econômico da cidade de Manaus, uma vez que essas empresas terão a oportunidade de crescer e assim movimentar a economia cada vez mais.

Bem-estar animal

Falando em David, a Prefeitura de Manaus irá estabelecer uma subsecretaria de bem-estar animal, vinculada à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas). 

O vice-prefeito da cidade, Marcos Rotta, revelou que a criação dessa nova pasta foi uma solicitação feita pelo próprio prefeito David Almeida. 

Atualmente, o processo de criação encontra-se em estágio inicial. De acordo com Rotta, membros das secretarias de finanças, saúde e da Procuradoria Geral do Município (PGM) estão em diálogo para o desenvolvimento do projeto.

Lula turbina Globo

O governo Lula voltou a turbinar os cofres do Grupo Globo, que já lidera com ampla vantagem o ranking de veículos com maior aporte de verbas de publicidade da Secretaria de Comunicação do governo federal.

Nos seis primeiros meses de Lula no Palácio de Planalto, a Globo faturou R$ 54,4 milhões em propagandas. 

O segundo lugar foi para a Record, com R$13 milhões. O SBT ficou com R$12 milhões, ocupa o terceiro lugar.

Levantamento

O levantamento, divulgado pelo jornal Folha de São Paulo, revela a disparidade dos gastos. 

Na gestão passada, os valores eram distribuídos com mais equidade.

Primeira classe

O governo gastou ao menos US$ 3,6 milhões — aproximadamente R$ 17,17 milhões — em viagens de Lula e sua comitiva a nove países no primeiro semestre.

O destino mais caro foi a China entre 12 e 15 de abril. 

A visita a convite do presidente Xi Jinping custou aos cofres brasileiros cerca de R$ 4,2 milhões. 

A principal despesa foi com hospedagem a integrantes da delegação, quase R$ 1,8 milhão. 

Também houve gastos com intérpretes, aluguel de veículos e salas de apoio e serviços de catering para coquetel.

Portal da transparência 

Os dados foram informados pelo Ministério das Relações Exteriores em resposta a um requerimento de informação protocolado pelo deputado Evair Vieira de Melo (PP-ES).

Deu ruim

Jean Wyllysnão deve mais, ao menos por agora, assumir um cargo no governo federal por indicação de Lula e de Janja (sua principal apoiadora na gestão petista até cerca de dez dias atrás). 

Apesar de a Secom ter informado oficialmente, no dia 13, que o ex-deputado iria auxiliar no planejamento das ações da pasta, o movimento não deve se concretizar.

Acabou o amor

O motivo do recuo do governo, vocalizado por Paulo Pimenta em entrevistas recentes, é a repercussão do ataque que Wyllys fez a Eduardo Leite nas redes sociais. 

O embate, no qual o petista criticou o governador do Rio Grande do Sul por uma suposta “homofobia internalizada”, não só desagradou o entorno de Lula como fez com que o MP gaúcho tentasse derrubar da internet as falas referentes à manutenção de escolas cívico-militares no estado. 

Além das providências pedidas pela promotoria, que inclui a quebra de sigilo de dados de Wyllys, o episódio custou a ele o fim dos afagos públicos de Janja.

Ranking

O ministro Luís Roberto Barroso foi alvo de mais um pedido de impeachment na semana passada, depois de participar do Congresso da UNE em Brasília. 

É o 18º apresentado contra ele, de acordo com levantamento do Estadão. Parecem muitos, mas não se comparam aos 40 que miram Alexandre de Moraes.

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário