Opinião | Após 12 anos, irmãos Souza são absolvidos pela Justiça do Amazonas

Opinião | Após 12 anos, irmãos Souza são absolvidos pela Justiça do Amazonas

Opinião | Após 12 anos, irmãos Souza são absolvidos pela Justiça do Amazonas

‘MDB se posicionando contra Bolsonaro e acena ao PT

Eduardo Braga, que foi ministro de Dilma Rousseff, deve estar no palanque de Lula

Romero deixa o Novo e ensaia candidatura ao Governo

Wilson Lima: “Seguimos avançando com a vacinação em todo o AM”

Livres os apresentadores do Canal Livre

Fenômeno de votos e de audiência na TV no final dos anos 90 e início dos anos 2000, os “Irmãos Coragem” — Wallace, Carlos e Fausto Souza — foram literalmente do céu ao inferno em pouco mais de 10 anos, saindo do status de homens de destaque da política local a condenados pela Justiça.

Anúncios

No entanto, a maré adversa da família Souza – que nos últimos anos acumulou derrotas pessoais e políticas, e foi personagem da Série Bandidos na TV, do Netflix – chegou ao fim ontem (26), quando Carlos e Fausto foram absolvidos por unanimidade pela Primeira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), na acusação de associação para o tráfico de drogas.

Relembre o caso

Em 2019, os irmãos foram condenados a 15 anos de prisão por associação ao tráfico e a pagar multas individuais no valor de R$55.411,16.

A sentença de mérito foi assinada, à época, pela juíza Rosália Guimarães Sarmento.

Os irmãos estavam em liberdade até que fosse concluído o trânsito em julgado do processo.

Ascenção dos irmãos coragem

Famosos pelo programa Canal Livre — que exibia crimes cometidos e denunciava assassinos e traficantes de drogas nos bairros periféricos de Manaus — os três irmãos ingressaram na política, ganhando destaque repentino.

Em 1998, Wallace foi eleito deputado estadual com votação recorde, tendo mais de 51 mil votos.

Dois anos depois, foi a vez de Carlos Souza se destacar nas urnas, sendo o vereador de Manaus mais votado da história, com 66.898 votos.

Carlos posteriormente foi deputado federal e Fausto vereador e deputado estadual.

A queda

Em 2008, o ex-policial Moacir Jorge Pessoa, o Moa, acusou Wallace e o filho dele, Raphael Souza, por envolvimento em um grupo de extermínio.

Um ano depois, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) cassou o mandato do então deputado estadual, Wallace, e logo depois ele teve a prisão decretada pela Justiça pelo crime de associação para o tráfico.

Wallace faleceu pouco tempo após o ocorrido, em fevereiro de 2010, em decorrência de problemas pneumológicos.

MDB sinaliza para PT

Vice na chapa de Dilma Rousseff nos dois governos da petista, o MDB, que também liderou o processo de impeachment da ex-presidente, sinalizou ao PT em publicação nas redes sociais ontem (26).

Na ocasião, o Twitter oficial do partido deu o recado de que quem aceitar cargo no governo de Jair Bolsonaro será convidado a se retirar da legenda.

O posicionamento veio após integrantes da sigla vislumbrarem espaço na reforma ministerial que está sendo desenhada pelo Governo Federal.

Braga “em casa”

Ainda tem muita água para rolar até o pleito do ano que vem, e a possibilidade do MDB integrar o bloco da terceira via também é real. Mas, se for confirmada a aliança com o PT, o senador Eduardo Braga, que pavimenta candidatura ao Governo do Amazonas, estará em casa.

O parlamentar do Amazonas já foi ministro das Minas e Energia de Dilma Rousseff e já demonstrou diversas vezes suas ressalvas a Bolsonaro.

Romero articula candidatura

Por falar em eleição, o empresário Romero Reis, que foi candidato a prefeito de Manaus em 2020, fez uma movimentação no tabuleiro político local e, ao que tudo indica, deverá ser candidato a governador do Estado em 2022.

No último domingo (25), ele anunciou sua desfiliação do Partido Novo e justificou que não pode permanecer numa sigla que é oposição ao presidente Bolsonaro.
Agora, ele busca uma legenda para abrigá-lo.

Vacina avança no AM

Em suas redes sociais, o governador Wilson Lima (PSC) afirmou que a vacinação segue avançando em todo o AM.

“Hoje, temos 53 municípios, incluindo Manaus, vacinando pessoas com 18 anos ou mais. Um reflexo disso é que, há 26 dias, 37 municípios não registraram nenhuma morte por coronavírus. A vacina é a arma mais poderosa contra a Covid-19.”, disse o governador.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Rebeca a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário