You are currently viewing Opinião | Governador reúne políticos no festival de Parintins

Opinião | Governador reúne políticos no festival de Parintins

Opinião | Governador reúne políticos no festival de Parintins

13 prefeitos passaram pelo camarote do Governo no Bumbódromo nos três dias de festa

Wilson Lima comemora aniversário e prefeitos, deputados e vereadores prestigiam

David Almeida, Bi Garcia, Roberto Cidade e David Reis marcam presença

Amazonino, Braga, Arthur e Omar não vão à Ilha

Pré-candidatos ao Governo, Ricardo Nicolau e Carol Braz curtem o evento

Ministro do STF que havia confirmado presença falta, assim como representantes do Governo Federal

Festival Folclórico é marcado por mensagens políticas

Caprichoso e Garantido relembram assassinatos de Dom e a Bruno

Bumbá Azul foi muito superior ao Vermelho na Arena, afirma Tirulipa

Caprichoso ou Garantido? Campeão do Festival será conhecido hoje

Boi e política

O Festival Folclórico de Parintins comumente reúne políticos que simpatizam com a festa dos bois Caprichoso e Garantido.

Anúncios

E em ano eleitoral, sobretudo em pleito estadual, a Ilha Tupinambarana se transforma num lugar não só de ouvir as toadas, mas de articulação política, formação de alianças e até mesmo traições e “abandonos de barco”.
E em 2022 não foi diferente.

Matando a saudade

Muito impulsionada pela saudade — já que o Festival ficou suspenso por dois anos por conta da pandemia do coronavírus — uma multidão invadiu a cidade para curtir a festa.

O governador Wilson Lima classificou como “O maior Festival de todos os tempos”.

Segundo o Governo, cerca de 80 mil turistas pisaram no solo sagrado dos bumbás. E, claro, vários políticos também foram brincar de boi e matar a saudade de dançar o “dois pra lá, dois pra cá”.

Palanque

Nos três dias de apresentações, o governador Wilson Lima (União Brasil), por exemplo, recebeu políticos de diversas correntes ideológicas e partidárias no camarote do Governo do Estado no bumbódromo.

Prefeitos, deputados federais, estaduais e até vereadores do interior e capital, passaram por lá para curtir a festa de uma visão privilegiada e, também, conversar sobre o pleito deste ano com o chefe do Executivo Estadual.

Registrado

Os encontros entres os políticos pôde ser acompanhado pelas redes sociais, afinal, todo mundo que foi à Parintins e se reuniu ao redor do governador fez questão de publicar o registro.

Prefeitos

Ao todo, segundo fontes do Direto ao Ponto que estiveram em Parintins, 13 prefeitos, incluindo o de Manaus, David Almeida (Avante) e de Parintins, Bi Garcia (União Brasil), estiveram na arena, com conversas ao pé do ouvido com Wilson.

Chefes de poder

Além de chefes do Executivo, também estiveram no camarote de Wilson Lima chefes de outros poderes.

Por lá, marcaram presença o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Roberto Cidade (União Brasil) e o presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), David Reis (Avante).

Parabéns

O aniversário de 46 anos do governador foi um atrativo a mais aos políticos, que aproveitaram para fazer três coisas de uma só vez: assistir ao festival, articulações políticas e celebrar mais um ano de vida de Wilson Lima.

Lista

Na lista de presença no festival e aniversário do governador estiveram os deputados federais Capitão Alberto Neto (PL) e Delegado Pablo (União Brasil); os deputados estaduais: Delegado Péricles (PL), Saullo Vianna (União Brasil), Abdala Fraxe (Avante), Therezinha Ruiz (PL), Joana Darc (União Brasil), Alessandra Campêlo (PSC) e Cabo Maciel (PL).

Já entre os representantes da CMM estiveram: Jander Lobato (PSB), Diego Afonso (União Brasil), Fransuá (PV), Glória Carrate (PL), Bessa (SDD) e Sassá da Construção Civil (PT).

Além deles, o pré-candidato ao Senado, Coronel Alfredo Menezes (PL) também marcou presença.

Ausências

Muita gente foi a Parintins, mas outros tantos foram ausências sentidas, como o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB) — que é pré-candidato ao Senado; Omar Aziz (PSD); Amazonino Mendes (Cidadania) e Eduardo Braga (MDB).

Todos com história com os bois-bumbás e tradição de frequentar a Ilha Tupinamabarana durante o Festival.

Na festa

Já os pré-candidatos ao Governo, Ricardo Nicolau (SDD) e Carol Braz (PDT), e o pré-candidato ao Senado, Luiz Castro (PDT), estiveram em Parintins, mas curtiram a festa longe da aglomeração política.

Nicolau esteve no camarote da Samel, empresa de sua família, que inclusive é patrocinadora oficial do Festival.

E Carol e Luiz aproveitaram para se aproximar do eleitorado e andar pelas ruas da cidade.

Não veio

Presença até então confirmada, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, não foi a Parintins, assim como nenhum outro governador de estado e representantes do primeiro escalão do Governo Federal.

Nos bastidores, comentou-se a possibilidade da participação do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho mais velho do presidente da República, mas ele também não compareceu.

Militância

Se nos bastidores das apresentações a política fervilhou, dentro da arena mensagens de cunho ideológico também tiveram destaque tanto por Caprichoso quanto por Garantido.

Quem acompanha a apresentações dos bois constantemente diz que esse foi, sem dúvidas, o Festival mais militante de todos os tempos, com pautas LGBT, de empoderamento feminino e uso de expressões utilizadas no debate político, como “patriarcado”, “genocídio”, “negacionista”, “todes” e apologia a nomes da esquerda como a Psolista Sônia Guajajará.

O festival da lacração.

Bruno e Dom

Ambos os bois também homenagearam o indigenista Bruno Pereira e o jornalista inglês Dom Phillips, assassinados no início deste mês no Vale do Javari, no município de Atalaia do Norte.

Tuxauas

Pela primeira vez na história dos bois, mulheres representaram os tuxauas – que são os líderes políticos das tribos — na primeira noite de apresentação do Garantido.

Enquanto três mulheres, sendo duas delas fisiculturistas, carregavam a fantasia que pode chegar a mais de 100 quilos, a levantadora de toadas Márcia Siqueira cantou a música “Revolução das Cunhãs”, que foi, segundo o bumbá, um clamor contra o machismo e a favor da exaltação feminina, sobretudo da posição do poder matriarcal das mulheres em tribos indígenas.

“Todes”

Já o Caprichoso, utilizou as cores do arco-íris na arquibancada na noite do sábado (25), para apoiar a liberdade e defender a comunidade LGBTQIAPN+.

Nas redes sociais do boi, inclusive, foi usada a linguagem neutra: “todes”.

“O Boi Caprichoso é um boi de todes!”, escreveu a agremiação.

Divergência

Obviamente o posicionamento dos bois causou divergência. Enquanto uns aplaudiram, outros tantos mostraram indignação.

A verdade é que questões ideológicas não são e não deveriam ser o foco principal do Festival.

Neste ano, ao contrário, as agremiações abandonaram a inocência da brincadeira de boi, foram incisivos e promoveram discursos ao estilo “lacração”, quase que uma celebração do socialismo.

Teve momentos que muita gente pensou que o Lula iria sair de alguma alegoria.

Superioridade

Outro ponto que chamou atenção e bastante comentado nos bastidores entre os brincantes e diversos artistas e personalidades que passaram por Parintins, entre eles o humorista Everson de Brito Silva — mais conhecido como Tirulipa — que ano passado recebeu o Título de Cidadão do Amazonas, foi a superioridade na Arena do Caprichoso em relação ao Garantido.

Em suas redes sociais, Tirulipa destacou a beleza dos bois-bumbás, mas enfatizou o que todos que assistiram às três noites do Festival perceberam.

“O Caprichoso ganhou de lavada do Garantido em estrutura e tecnologia. E olha que os dois recebem a mesma verba, hein. Mas o investimento em tudo, roupas, maquinário, fogos de artificio, o Caprichoso botou pra lascar”, afirmou o humorista.

Campeão

O bumbá campeão do 55º Festival Folclórico de Parintins será conhecido nesta segunda-feira (27), a partir das 14h. Neste horário, os envelopes dos nove jurados começam a ser abertos no Bumbódromo de Parintins.

A apuração será transmitida em todas as suas emoções a partir das 14h, na TV A CRÍTICA (canal de TV aberto e também no canal do Youtube).

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário