Amazonino cada dia mais isolado

Amazonino cada dia mais isolado

A forte articulação do Senador Omar Aziz (PSD) e do prefeito de Manaus Arthur Virgílio (PSDB) começam a desidratar o governador Amazonino Mendes, que segundo o secretário–chefe da Casa Civil de Manaus, Arthur Bisneto, terá uma candidatura a reeleição natimorta.

Anúncios

A cada dia Amazonino perde aliados importantes e lideranças por todo Estado.

Goleada: 6 a 2

Se fosse um jogo de futebol poderíamos afirmar que Amazonino pegou uma goleada dos seus principais adversários.

O grupo de Omar e Arthur contam com a futura filiação de Conceição Sampaio ao PSDB, com 6 deputados federais, Alfredo Nascimento (PR), Pauderney Avelino (DEM), Silas Câmara (PRB), Átila Lins (PSD) e Carlos Souza (PSDB).

Amazonino e Braga contam com dois, Hissa Abrahão (PDT) e Gedeão Amorim (MDB), ambos ficha-suja segundo lista divulgada essa semana pelo TCE-AM.

Fator palavra

Apesar de não estar a frente da máquina Estadual e Municipal o senador Omar Aziz conta com um fator a seu favor que tem um peso importante na construção de sua candidatura ao Governo do Amazonas.

A sua palavra.

Poucos são os políticos no Amazonas que ainda possuem tal arma eleitoral.

PSD recebe mais uma filiação de peso

O empresário do setor de navegação e ex-presidente do Caprichoso, Dodó Carvalho, se filiou ao Partido Social Democrático (PSD) na quinta-feira (29).

Para ele, assinar a ficha de filiação com o abono de lideranças como a de Omar Aziz, significa que sua responsabilidade como homem público dobrou. “Estar no mesmo barco onde homens públicos marcaram e marcam a vida política do Amazonas, só aumenta a minha vontade de fazer mais pelo Amazonas”, avaliou Dodó.

TCE-AM prorroga prazo

Devido ao feriado, o prazo para envio das prestações de contas, referente ao exercício de 2017, foi prorrogado até as 23h59 do dia 2 de abril (segunda-feira).

Até o momento, 161 órgãos públicos – de um total de 354 – já entregaram a documentação, por meio do sistema e-Contas, e cumpriram com o dever constitucional de informar como usaram o dinheiro público.

Faltam enviar a documentação eletronicamente 71 órgãos do governo do Estado, 40 órgãos da prefeitura de Manaus, 36 prefeituras municipais, 17 câmaras municipais e 42 órgãos da administração direta e indireta do interior, além do Ministério Público do Amazonas e Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

13 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão

Luís Roberto Barroso autorizou 13 mandados de prisão e 20 de busca e apreensão, no âmbito da Operação Skala.

Tiveram a prisão temporária decretada: Coronel João Baptista Lima, Antonio Celso Grecco, José Yunes, Wagner Rossi, Milton Hortolan, Eduardo Luiz de Brito Neves, Carlos Alberto Costa, Carlos Alberto Costa Filho, Maria Eloisa Adenshon Brito Neves, Rodrigo Borges Torrealba, Ana Carolina Borges Torrealba, Gonçalo Torrealba, Celina Borges Torrealba.

O ministro do STF determinou, ainda, a intimação para depoimento de quatro pessoas, incluindo a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do Coronel Lima e sócia do marido na PDA Projeção e Direção Arquitetônico Ltda.

Operação Skala pode chegar no Amazonas

Dois empresários conhecidos no Amazonas, um dono de porto com operações em outros Estados e o outro um ex-Senador, que fizeram fortuna na Zona Franca de Manaus, com amigos na política e judiciário, devem estar tensos com as prisões de hoje na Operação Skala.

Em Santos, foram abertos inquéritos civis públicos e ações de improbidade sobre as lambanças no porto. É preciso verificar quem despachou o quê. E como.

De “porto franco”, Santos virou um ponto fraco para muita gente.

PF mira reforma na casa da filha de Temer

O Globo conta que um dos alvos da Operação Skala são as suspeitas de pagamentos indevidos a Michel Temer por meio da reforma da casa de sua filha Maristela.

A reforma foi feita pela arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel Lima.

Além de mandar prender o coronel, suspeito de receber propina em nome de Temer, Luís Roberto Barroso intimou a arquiteta para que preste esclarecimentos.

Rocha Loures

Estranho mesmo é Rodrigo Rocha Loures, que sempre foi um personagem de ponta no caso Rodrimar, uma espécie de coprotagonista, não ter sido preso hoje.

Ou não.

Bombou no Instagram

A publicação do fenômeno das redes sociais e pré-candidato a deputado, Capitão Alberto Neto (Sem Partido), parabenizando o amigo de longas datas, e pré-candidato ao governo do Amazonas pelo PSL, Wilson Lima.

Segundo o Capitão eles devem caminhar juntos nesse pleito para um novo Amazonas.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook:
 facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 984132214                                                                                                                               

E-mail: [email protected]

 

Deixe um comentário