Opinião | Combate à pandemia e aprovação da Lei do Gás marcaram primeiro semestre da Assembleia Legislativa

Opinião | Combate à pandemia e aprovação da Lei do Gás marcaram primeiro semestre da Assembleia Legislativa

Opinião | Combate à pandemia e aprovação da Lei do Gás marcaram primeiro semestre da Assembleia Legislativa

Roberto Cidade, Adjuto Afonso e Therezinha Ruiz foram os deputados mais atuantes nos seis primeiros meses

Serafim Corrêa e Dr. Gomes entre os menos produtivos

Nejmi Aziz fez apenas oito pronunciamentos

“Segundo semestre será de muito trabalho no parlamento”, garante presidente Roberto Cidade

Delegado Pablo e Chico Preto tem encontro político

Ciro Nogueira assume Casa Civil e inicia “governo centrista” de Bolsonaro

Projetos importantes

Os 24 deputados estaduais do Amazonas tiveram um primeiro semestre atípico em 2021, quando a pandemia do coronavírus atingiu seu estágio mais letal. As 100 sessões realizadas até 15 de julho foram de forma híbrida, as visitas ao interior tiveram que ser em menor escala e a atividade parlamentar teve como foco principal, obviamente, o combate à Covid-19.

Anúncios

Mesmo em meio à adversidade, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) teve atuação marcante sob a presidência de Roberto Cidade (PV), se debruçando em pautas relevantes, como a aprovação da nova Lei do Gás, que fomentará a economia local e, também, a destinação de R$ 160 milhões do Fundo de Fomento ao Turismo (FTI) para fortalecer as ações de enfrentamento à Covid-19 nos municípios do interior.

Auxílios

Além disso, o Parlamento aprovou auxílios emergenciais para famílias afetadas pela pandemia, cheia dos rios, profissionais da cultura, turismo e esporte e, também, um empréstimo de R$ 1,5 bilhão que garantirá a realização de obras e serviços no interior e na capital.

Mandato em números

De fevereiro a julho, foram apresentados em pelos deputados 3.036 requerimentos, 361 Projetos de Lei, 35 Projetos de Resolução Legislativa, 35 Projetos de Decreto Legislativo, seis Projetos de Lei Complementar e sete Propostas de Emenda à Constituição (PEC).

O destaque nos números ficou com o presidente do Poder, Roberto Cidade, que apresentou 304 requerimentos e 30 projetos de lei; Adjuto Afonso (PDT) com 377 requerimentos e seis PLs e Therezinha Ruiz (PSDB) que protocolou 258 requerimentos e 11 PLs.

Atuação tímida

Por outro lado, Serafim Corrêa (PSB) e Dr. Gomes (PSC) foram os parlamentares que tiveram atuação mais tímida no primeiro semestre de trabalho na Aleam.

Serafim, que é um político experiente e já foi prefeito de Manaus, apresentou apenas três Projetos de Lei e seis requerimentos. No entanto, se pronunciou no pequeno ou grande expediente 124 vezes.

Já Gomes, teve apenas cinco PLs e seis requerimentos e só fez uso da tribuna em 24 oportunidades.

Parlamentar que não fala

A deputada Nejmi Aziz (PSD), ao contrário do marido, o senador Omar Aziz (PSD) – que na presidência da CPI da Covid fala pelos cotovelos – foi a parlamentar que menos se pronunciou durante as sessões da Aleam. Foram apenas oito falas em seis meses de mandato.

Para se ter uma ideia da baixa participação da deputada, Josué Neto, que deixou a Aleam em março, se pronunciou 19 vezes, ou seja, 11 a mais do que Nejmi.

“Muito trabalho”

Em contato com o Direto ao Ponto, o presidente Roberto Cidade afirmou que a Aleam seguirá em ritmo forte de trabalho no segundo semestre, se debruçando nas pautas relacionadas à recuperação econômica do Amazonas e combate à pandemia, cumprindo seu papel de fiscalizar e direcionar o Governo nas ações prioritárias à população.

“Da mesma forma que foi no primeiro semestre, colocaremos em votação com celeridade todas as pautas de interesse da população amazonense e os servidores públicos”, disse.

Encontro marcado

Ontem, o deputado delegado Pablo (PSL) e o ex-vereador Chico Preto (sem partido) foram vistos tomando um café da manhã na Morada do Sol. Entre um papo e outro, falaram sobre ‘caciques’ da velha política, bases eleitorais, fortalecimento da direita no Amazonas e as eleições de 2022.

Segundo fontes do Direto ao Ponto, a conversa foi animada e muitos cenários foram analisados.

Ciro Nogueira assume Casa Civil

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) assumiu, ontem (27), a chefia da Casa Civil do Governo Federal inaugurando uma nova fase da gestão de Jair Bolsonaro, fase essa de “paz e amor” com o Centrão, bloco partidário que o presidente demonizou durante sua campanha em 2018.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Rebeca a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário