Opinião | Sucessão de escândalos inviabiliza candidatura de David Reis a deputado federal

Opinião | Sucessão de escândalos inviabiliza candidatura de David Reis a deputado federal

Opinião | Sucessão de escândalos inviabiliza candidatura de David Reis a deputado federal

Presidente da Câmara Municipal de Manaus tem sido massacrado nas redes sociais

Chico Preto está próximo de se filiar ao Avante de David Almeida

Plínio Valério declara apoio a Arthur Virgílio Neto para presidência da República

Projeto enterrado

Eleito com mais de seis mil votos e escolhido para presidir a Câmara Municipal de Manaus (CMM) por unanimidade.

Anúncios

Foi com este cenário que o vereador David Reis (Avante) iniciou seu mandato em janeiro deste ano e desde então vislumbrou uma candidatura a deputado federal no pleito de 2022.

Analisando tal arranjo político, seria possível afirmar que ele, de fato, teria todas as condições de chegar com força na disputa eleitoral de 2022. No entanto, o próprio parlamentar tratou de enterrar seu projeto.

Com uma administração desastrosa à frente do parlamento municipal, tendo uma série de escândalos e decisões impopulares, David Reis certamente terá muitas dificuldades para conquistar uma cadeira na Câmara dos Deputados.

Alheio à realidade

Diante de uma pandemia, que além de ceifar vidas deu fim a empresas e empregos, David Reis passou a administrar a CMM alheio à realidade que o cerca.

Como se não existissem mais problemas na saúde e na economia por conta da Covid-19, o vereador, somente no primeiro semestre, gastou R$ 18,7 milhões com contratos e aditivos.

E entre eles, estão contratações um tanto quanto contestáveis, como o gasto de quase R$ 2 milhões com telefonia e internet (por seis meses), mais de R$ 1 milhão para locação de equipamentos de tecnologia, além de gastos vultosos com café, açúcar e serviço de jardinagem e segurança.

“Puxadinho” da discórdia

Mais recentemente, David Reis incitou a ira da população manauara ao aventar a possibilidade de gastar R$ 32 milhões na construção de um anexo ao prédio da CMM, que foi prontamente batizado de “puxadinho”.

Após pressão, sobretudo nas redes sociais, a Justiça barrou a obra e o presidente do parlamento foi obrigado a suspender o processo licitatório.

Quase que ao mesmo tempo, David Reis quis alugar 41 pick ups para uso dos presidentes e vices das comissões temáticas da CMM, mesmo cada vereador tendo parte dos R$ 18 mil da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap) para este fim.

Mais uma vez, a pressão da sociedade falou mais alto e David Reis teve que recuar.

Chico próximo do Avante

O ex-vereador e ex-candidato a prefeito de Manaus, Chico Preto, está próximo de se filiar ao Avante, comandado no Amazonas pelo prefeito David Almeida.

Segundo Fontes da Coluna, pessoas próximas do prefeito têm visto com bons olhos a reaproximação de Chico ao grupo.

Vale lembrar que ele foi vice de David na disputa pelo Governo do Amazonas em 2018 e desde lá mantém uma boa relação.

Senado

Sem partido desde maio, quando deixou o Democracia Cristã, Chico busca uma sigla para ser candidato ao Senado.

Se confirmar mesmo sua filiação, e tiver apoio e bênção de David, que segundo pesquisas recentes tem 80% de aprovação do eleitorado manauara, Chico pode se tornar competitivo.

Construção

No entanto, o caminho até a confirmação de uma candidatura ao Senado será de muito diálogo e convencimento.

Dificilmente David irá apoiar alguém que não tenha chances de vitória e atualmente Chico Preto ainda está distante dos dois dígitos nas pesquisas e bem atrás de Arthur, Omar e Menezes.

Além disso, pesa contra Chico a proximidade recente de David com Coronel Menezes (Patriota), que tem resultado em portas abertas da Prefeitura com o Governo Federal.

Plínio vai de Arthur

Ontem, o senador Plínio Valério anunciou que com a desistência do senador Tasso Jereissati (CE) na disputa das prévias do PSDB para a presidência da República, o seu candidato agora será o ex-prefeito e ex-senador, Arthur Virgílio Neto.

“A minha preferência era pelo Tasso, fui um dos grandes incentivadores da candidatura dele, uma pessoa experiente para atravessar essa tempestade”, escreveu Plínio em sua rede social.

Segundo o senador, o seu voto em Arthur será em nome das lutas do Amazonas e dos 40 anos de companheirismo entre eles.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário