Você está visualizando atualmente Opinião | Parlamentares reagem à chacota feita por Marina Silva sobre os amazonenses: ‘Querem a BR-319 para passear de carro’

Opinião | Parlamentares reagem à chacota feita por Marina Silva sobre os amazonenses: ‘Querem a BR-319 para passear de carro’

Opinião | Parlamentares reagem à chacota feita por Marina Silva sobre os amazonenses: ‘Querem a BR-319 para passear de carro’

Plínio Valério afirmou que a estrada já está pronta, que nenhuma árvore será derrubada e fez um desafio a Marina Silva

Fausto Santos Jr. manda recado para ministra: “Jamais iremos desistir da BR-319”

Roberto Cidade em nome da Assembleia Legislativa emite nota de repúdio: “O Norte, o Amazonas e os amazônidas merecem respeito”

ONG fundada por secretário de Marina Silva recebeu R$ 140 milhões em doações e gastou 80% com salários e serviços

Governador Wilson Lima apresenta agenda do Amazonas na COP 28

Presidente do Novo-AM, Maria do Carmo tem encontro com governador de Minas, Romeu Zema

Dona da Fametro diz que o governador Zema vem a Manaus no próximo ano

Chacota

A ministra do meio ambiente Marina Silva revoltou amazonenses após afirmar que os moradores querem a construção da BR-319 apenas para “passear”.

A fala da ministra ocorreu essa semana durante a CPI das ONGs, onde ela afirmou que a estrada não foi construída ainda por não ter clara viabilidade econômica.

Reações

Diante da controvérsia gerada pelas declarações da ministra, em relação à BR-319, emerge um claro contraponto entre sua abordagem ambientalista extremista e os apelos pelo desenvolvimento e viabilidade econômica da região amazônica, a ministra desencadeou uma onda de reações por parte de parlamentares e autoridades locais.

Narrativa

“A estrada não foi feita, pois é uma estrada difícil de comprovar a viabilidade econômica. Socialmente a gente até entende, as pessoas querem o direito de ir e vir, mas não se constrói uma estrada de 400 quilômetros no meio de floresta virgem apenas para passear de carro”, disse ela.

Ainda de acordo com Marina, apenas em falar na construção da BR-319 no Amazonas e Rondônia, o desmatamento aumentou cerca de 110% na região.

“Fingimento”

O senador Plínio Valério reagiu as falas da Marina Silva.

“Marina acha que os amazonenses e rondonienses clamam pela BR-319 para “passear de carro”. Sabe da importância social e econômica da estrada, mas finge ignorar. Ela cruza os céus de jatinhos e Boeings, mas pobres mortais do Norte não têm direito a única via que liga Manaus ao resto do País.

Desafio

Plínio afirmou que a estrada já está pronta, que nenhuma árvore será derrubada e fez um desafio a Marina.

‘Se tirarem uma só árvore no trajeto da BR-319, eu renuncio ao meu mandato’, disse Plínio. A fala do senador acaba com a narrativa da ministra, pois a BR-319 já existe.

O senador ainda destacou em sua fala que, em relação ao entorno da BR-319, é dever do governo federal fiscalizar, e com a estrada trafegável, fica até mais fácil de isso acontecer.

Viabilidade econômica

Ainda sobre a viabilidade econômica da estrada, o presidente da CPI das ONGs afirmou que, ao contrário das declarações da ministra Marina Silva, a BR-319 possui sim importância econômica e estratégica para o norte.

Segundo Plínio, a rodovia é imprescindível para o escoamento dos produtos da Zona Franca, incluindo hortifrúti, produtos agrícolas, remédios e tudo o que é produzido em Rondônia e Amazonas.

Frente #BR319

O presidente da Frente Parlamentar em Defesa da BR-319, deputado federal Fausto Santos Jr. repudiou as falas de Marina Silva.

“A fala da ministra reforça a falta de interesse em resolver a situação caótica que a população vive na região Norte do país.”

Recado

Fausto ainda mandou um recado para Marina.

“Tenha certeza que iremos persistir, custe o que custar. Seja através da Frente Parlamentar em Defesa da BR-319, seja através das bancadas federais dos estados que compõem a BR-319, seja nas ruas com a população envolvida”, reforça o parlamentar.

Indignação

Também causou indignação e imediato repúdio por parte do presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Roberto Cidade, e de toda a bancada de deputados estaduais contra a declaração da ministra Marina Silva. Que emitiram uma nota de repúdio.

Nota

“A Assembleia Legislativa do Amazonas, em nome de seus 24 deputados estaduais, repudia, veementemente, o posicionamento da ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, que durante seu depoimento na CPI das ONGs, no Senado Federal, mais uma vez, se mostrou intransigente e contrária à recuperação da rodovia BR-319.”, diz um trecho da nota.

“Respeito”

“Nós queremos a BR-319 porque enxergamos nela uma oportunidade real e viável de prosperidade econômica e social para o nosso Estado. O Norte, o Amazonas e os amazônidas merecem respeito”, repudiou o deputado Roberto Cidade.

Interesses

Entre 2021 e 2022, a ONG Instituto Socioambiental (ISA), fundada por ambientalistas, entre eles, o secretário-executivo João Paulo Capobianco, do ministério de Marina Silva, recebeu quase R$ 140 milhões de doações de grupos internacionais, nacionais e do Fundo Amazônia.

Mamata

Nesses dois anos, R$ 115 milhões foram destinados para custear folha de pagamento, serviços externos, consultorias, viagens, entre outras atividades, conforme documentos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das ONGs. 

Portanto, pouco mais de 80% ficou para manter a estrutura do próprio ISA.

COP 28

O governador Wilson Lima apresenta a agenda que o Governo do Amazonas levará para a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, realizada de 30 de novembro a 12 de dezembro em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Agenda

O governador apresentará medidas que o Estado já realiza para o combate a desmatamentos e degradação florestal, além de novas ações previstas para conservação ambiental, incluindo captura de recursos.

Articulação

Em busca de protagonismo político e de colocar o Amazonas como Estado estratégico no projeto de fortalecimento do partido Novo em todo o Brasil, a presidente do Diretório Estadual, Maria do Carmo Seffair, esteve em Belo Horizonte (MG) para encontrar o governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

A dona da Fametro está em plena articulação para ser candidata a prefeitura de Manaus, no ano que vem.

Visita a Manaus

Durante a reunião, que também contou com a presença do diretor administrativo do Grupro Fametro, Welligton Lins Junior, foi feito o convite para que o governador Zema esteja em Manaus no próximo ano.

“Ele já aceitou e deverá ser logo nos primeiros meses do ano que vem. Será, sem dúvida, um encontro muito produtivo e engrandecedor para os nossos filiados do Amazonas”, disse Maria do Carmo.

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário