Você está visualizando atualmente Opinião | Saullo Vianna quer ser prefeito de Manaus

Opinião | Saullo Vianna quer ser prefeito de Manaus

Opinião | Saullo Vianna quer ser prefeito de Manaus

O deputado federal já se movimenta para pular na frente de outros prefeituráveis

Hoje, Saullo Vianna aposta em Omar Aziz e já está colado com o senador, que pretende concorrer ao governo do Amazonas em 2026

Na COP 28, Wilson Lima apresenta ‘Amazonas 2030’ para combater desmatamento no estado

Após cobrança de Wilson Lima, Amazon decide investir na Amazônia

Câmara recebe novo pedido de empréstimo da Prefeitura de Manaus no valor de R$ 580 milhões

Incêndio na feira do Santo Antônio: Prefeito David Almeida e secretários avaliam danos e anunciam ajuda aos permissionários

Preço das passagens aéreas dispara no Brasil e registra aumento de 19,03%

Com Lula, investimento estrangeiro caiu 43,25% em outubro

Prefeiturável

No recente vídeo divulgado em suas redes sociais, o deputado federal Saullo Vianna (União Brasil) abriu o jogo sobre suas ambições políticas, revelando seu desejo de se tornar prefeito de Manaus.

“Para mim, seria um grande prazer ser candidato a prefeito de Manaus. Todo político almeja cargos maiores,” declarou Saullo, destacando sua ambição.

Só em 2028

Embora o deputado tenha deixado claro que não será na próxima eleição de 2024, sua declaração deixa no ar a expectativa de uma candidatura futura.

Ele expressa sua determinação ao afirmar que, se Deus quiser, em um futuro breve, buscará a oportunidade de liderar Manaus como prefeito.

Pelo visto, o parlamentar jogou a toalha em Parintins, para tentar ser prefeito de Manaus.

Cenário

E para isso, Saullo já fez seus movimentos, antes estava próximo do governador Wilson Lima e, mais recentemente, alinhou-se firmemente com o senador Omar Aziz (PSD).

Omar, candidato declarado ao governo do Amazonas em 2026, tornou-se uma figura central na estratégia política de Saullo.

Balão de ensaio

Caso Omar Aziz venha a ser eleito governador, Saullo Vianna já ventila seu nome, marcando território como um possível candidato futuro pelo seu novo grupo político.

Sentar na janela

Essa estratégia do deputado busca não apenas se posicionar para futuras eleições, mas também de mandar um recado para outros aspirantes ao cargo de prefeito.

Nomes como o do secretário de infraestrutura Renato Júnior, que tem a confiança do prefeito David Almeida, do secretário de Habitação Jesus Alves, que tem a confiança do senador Eduardo Braga, do secretário de Governo, Sérgio Litaiff, que tem a confiança do governador Wilson Lima e outros que tem pretensões de disputar as eleições de 2028, assim como os concorrentes de 2024, como o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Roberto Cidade, e os deputados federais Amom Mandel e Capitão Alberto Neto, veem agora em Saullo Vianna um competidor a mais no horizonte político.

Um passo de cada vez

Entretanto, vale ressaltar que o caminho para a realização desse sonho é complexo.

A concretização da aspiração de Saullo depende não apenas da eleição de Omar Aziz como governador em 2026, mas também da sua própria reeleição como deputado federal.

Que não será fácil.

Somente assim, o deputado poderá almejar o desafio considerável de disputar a prefeitura de Manaus em eleições futuras.

“Amazonas 2030”

O governador Wilson Lima lançou, neste domingo (03), o Programa Amazonas 2030 para redução do desmatamento no estado, que será executado com recursos arrecadados a partir da venda de créditos de carbono.

A estratégia foi apresentada no segundo dia de compromissos da comitiva amazonense na 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP 28, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

R$ 1 bilhão

Como parte dos objetivos do Amazonas 2030, o Governo do Estado espera arrecadar R$ 1 bilhão, em 2024, com a venda de créditos de 809,6 milhões de toneladas de carbono equivalente (tCO2e), geradas a partir de reduções de emissões entre 2006-2015.

Responsabilidade

O novo programa também busca sensibilizar países e nações desenvolvidas para sua responsabilidade com o financiamento de iniciativas que cooperem com regiões mais pobres, com o objetivo de vencer o duplo desafio de diminuir drasticamente o desmatamento e reduzir a pobreza prevalente nessas regiões.

Amazon

Cobrado pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, por usar o nome Amazon e não investir no estado, o empresário Jeff Bezos anunciou um investimento inicial de R$ 80,2 milhões na Amazônia.

Inicialmente o primeiro estado beneficiado será o Pará, que sediará a 30ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP-30), em novembro de 2025, em Belém (PA).

Mais investimentos

Outros US$ 850 milhões devem ser investidos até 2030 para apoiar a implementação da agenda global emergente sobre sistemas alimentares e clima.

Amanhã (5), o governador Wilson Lima tem uma reunião com representantes da Amazon em Dubai.

Empréstimo

A Câmara Municipal e Manaus (CMM) recebeu, na manhã desta segunda-feira (4), o novo pedido de empréstimo da Prefeitura de Manaus no valor de R$ 580 milhões.

A Casa já aprovou a tramitação.

Tramitação

Em seguida, o Projeto de Lei foi enviado para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da CMM.

Para onde vai o valor

No documento enviado à Câmara Municipal de Manaus, a prefeitura afirma que o valor emprestado vai ser destinado Programa de Melhoria da Infraestrutura Urbana e Tecnológica do Município de Manaus (Prominf/Manaus).

David Almeida busca o empréstimo junto ao Banco do Brasil.

Primeiro pedido foi negado

O novo pedido chega à Câmara Municipal após um anterior, no valor de R$ 600 milhões, ser rejeitado pela maioria dos vereadores.

A CMM analisou o primeiro pedido no dia 8 de novembro de novembro.

O prefeito da capital, David Almeida, tinha solicitado do Banco do Brasil empréstimo de R$ 600 milhões.

Ao todo, foram 19 votos favoráveis ao projeto, e 20 contrários.

Entre os que votaram contra a proposta, está o presidente da CMM, vereador Caio André.

Incêndio

O prefeito de Manaus, David Almeida, acompanhado do secretário de Limpeza Pública, Sabá Reis, esteve, nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira (4), na feira do Santo Antônio, zona Oeste, para averiguar os prejuízos ao espaço público, após o incêndio no local na noite de domingo.

Assistência

O chefe do Executivo municipal garantiu que todas as providências estão sendo tomadas para dar o suporte aos permissionários e que a revitalização da feira será prioridade.

Ao todo, foram 19 boxes atingidos, sendo 12 com perda total e sete com dano parcial.

Apuração

Os titulares das secretarias municipais de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), Wanderson Costa, e de Infraestrutura (Seminf), Renato Júnior, afirmaram que a estrutura física total da feira não foi atingida e, à exceção de danos materiais, não há registro de vítimas.

Os prejuízos materiais ainda estão sendo avaliados, bem como as causas do incêndio estão sendo apuradas pelas autoridades competentes.

Aumento

O preço das passagens aéreas no Brasil registrou um aumento de 19,03% em novembro, enquanto o setor de transportes como um todo teve um acréscimo de 0,18%.

Com esse resultado, o índice acumulou uma alta de 4,30% no ano e de 4,84% nos últimos 12 meses. Em novembro de 2022, a prévia da inflação ficou em 0,53%.

Investimento cai no Brasil

Com Lula, os Investimentos Diretos no País (IDP) decepcionaram novamente e somaram US$ 3,3 bilhões (equivalente a aproximadamente R$ 15,53 bilhões) em outubro, informou o BC (Banco Central).

No mesmo mês do ano passado, na gestão do ex-presidente Bolsonaro, o montante havia sido de US$ 5,82 bilhões (R$ 29,1 bilhões), houve queda de 43,25% na comparação anual.

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário