You are currently viewing Opinião | Flávio Pascarelli assume presidência do TJAM nesta segunda-feira

Opinião | Flávio Pascarelli assume presidência do TJAM nesta segunda-feira

Opinião | Flávio Pascarelli assume presidência do TJAM nesta segunda-feira

Mandato ‘tampão’ vai durar até o dia 2 de janeiro do ano que vem

Lula quer unir Omar, Braga e Nicolau em seu palanque no Amazonas

Partido dos Trabalhadores confirma pré-candidatos a estadual e federal

Zé Ricardo e Praciano encabeçam nominata

Sigla indica vereadora de Itacoatiara como primeira-suplente de Aziz

Presidenciável petista duplica apoiadores em imagem postada nas redes sociais e ‘viraliza’

Em 60 dias, prefeitura e governo asfaltam mil ruas em Manaus

Amazonas investiga jovem do sexo masculino com sintomas compatível à varíola dos macacos

Segundo FVS, ele relatou ter tido contato com pessoas oriundas de Portugal, França e Colômbia

Anúncios

Posse no Tjam

O desembargador Flávio Humberto Pascarelli Lopes volta ao comando do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), para um mandato “tampão” até o dia 2 de janeiro de 2023.

A solenidade de posse acontece no formato híbrido, às 10h desta segunda-feira (4), no Teatro Amazonas, no Centro de Manaus.

Também serão empossados como novos dirigentes da Corte, a desembargadora Maria das Graças Pessôa Figueiredo, que tomará posse no cargo de vice-presidente e o desembargador Ernesto Anselmo Queiroz Chíxaro, que será empossado como corregedor-geral de Justiça.

Ajuste

O mandato de seis meses foi uma alternativa encontrada pelos desembargadores para ajustar a data de posse de dirigentes do Tribunal de julho para dezembro a partir do biênio 2023-2024.

Os mandatos de presidente, vice-presidente e corregedor-geral de Justiça iniciavam no dia 4 de julho, a cada dois anos.

Na avaliação dos magistrados, o antigo calendário dificultava a eficácia da gestão, sobretudo do ponto de vista financeiro, já que o exercício orçamentário tem início em 1º de janeiro e finda em 31 de dezembro.

Esquerda unida

Ganha cada vez mais força nos bastidores a articulação feita por Lula (PT) para que as principais forças de esquerda do Amazonas estejam unidas em seu palanque.

A ideia do petista é que o senador Omar Aziz (PSD), que busca a reeleição, Eduardo Braga (MDB), que é pré-candidato ao Governo, e Ricardo Nicolau (SDD), que também é pré-candidato ao Governo estejam juntos no mesmo palanque e num mesmo propósito: se eleger e eleger Lula.

Sinuca de bico

Para isso, Lula tem conversado com as lideranças nacionais das siglas que o trio faz parte. E isso pode colocar Nicolau numa sinuca de bico.

Ele, que é do Solidariedade — partido que já confirmou apoio a Lula — pode ser forçado a ter Braga na sua chapa ou compor a chapa de Braga, sendo a segunda opção a mais interessante para Lula, segundo interlocutores.

Tudo deve ser definido via diretório nacional, o que fortalece o jogo do senador Eduardo Braga.

Refém da escolha

Ou seja, o deputado está numa situação delicada. Primeiro porque é refém do diretório nacional, que pode declinar de sua candidatura para atender um pedido de Lula.

Segundo porque se for candidato, pode ser obrigado a fazer palanque pra Lula, já que sua sigla tem um viés ideológico definido, mesmo ele sendo alguém mais de centro.

Nicolau, inclusive, todas as vezes que foi perguntado sobre apoiar Lula, se esquivou na hora de responder.

Chapa definida

Falando em PT, o partido definiu no último sábado (2) as chapas de deputado estadual e federal para o pleito deste ano.

Na nominata de estadual, destacam-se os nomes do ex-presidente da CPI da Amazonas Energia, Sinésio Campos, o ex-deputado federal Francisco Praciano e o delgado João Tayah.

Na lista de federal, quem encabeça o time é o atual deputado Zé Ricardo. Além dele, o vereador de Manaus, Sassá da Construção Civil, também tentará uma vaga na Câmara Federal pelo Partido dos Trabalhadores.

Os nomes

Os pré-candidatos a deputados estaduais são Sinésio Campos, Antônio Peixoto, Cristiane Sales, Francisco Praciano, Francy Junior, Waldemir Santana, Jéssica Batista, João Tayah e João Souza (Bolinho).

Já aos pré-candidatos federais, foram homologadas Anny Moura, Sassá da Construção Civil, Edjane Rodrigues, José Ricardo e Luiz Borges.

Indicação

Como já era esperado, o PT bateu o martelo sobre o apoio à reeleição de Omar Aziz.

Ficou definido, inclusive, a indicação da primeira-suplência do parlamentar na chapa de reeleição. O nome escolhido foi o da vereadora de Itacoatiara Cheila Moreira.

Multiplicação

Ainda falando em PT, viralizou nas redes sociais no final de semana uma foto postada no perfil de Lula nas redes sociais em um ato em Salvador (BA) com sobreposição de imagens e pessoas duplicadas.

Segundo a assessoria do petista, a foto panorâmica sofreu um “bug” que não havia sido percebido num primeiro momento.

O efeito usado agrupa diversas fotos em diferentes ângulos numa imagem só.

Zoações

Obviamente, o fato foi um prato-cheio para os apoiadores de Bolsonaro zoarem o ex-presidente.

Alguns pegavam fotos de uma multidão de torcedores do Flamengo comemorando o título da Libertadores em 2019, dizendo que Lula iria se apropriar da imagem.

‘Dói no cotovelo’

Depois da polêmica, Lula divulgou a foto comum, sem o efeito.

“A verdade dói no cotovelo de alguns. Segue uma foto não panorâmica, tirada com drone, do Ricardo Stuckert. Compartilhe a verdade”, escreveu o petista.

Parceria eficaz

Em 60 dias, a parceria entre o Governo do Amazonas e a Prefeitura de Manaus já asfaltou mil ruas na capital amazonense por meio do programa “Asfalta Manaus”.

A união, constantemente celebrada pelo governador Wilson Lima (União Brasil) e pelo prefeito David Almeida (Avante), tem dado resultados efetivos.

Prova disso é que as vias dos bairros Santa Etelvina, Santo Antônio, Compensa, Parque 10 de Novembro, Tancredo Neves, Planalto, Japiim, Alvorada, Coroado, Nova Cidade, entre outros, já receberam equipes de obras, e muitas delas estavam esquecidas há anos.

Alerta

A Secretaria de Saúde do Amazonas está monitorando um jovem do sexo masculino que apresenta diagnóstico clínico compatível com a doença Monkeypox, conhecida como varíola dos macacos.

O rapaz, que tem entre 20 e 30 anos, teria tido contato com pessoas vindas de Portugal, França e Colômbia.

Segundo informações da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), ele está em isolamento sendo cuidado em casa.

Casos registrados

Até ontem (3), o Brasil contabilizou 76 casos confirmados de varíola dos macados, segundo o Ministério da Saúde.

De acordo com a pasta, foram registrados 52 casos em São Paulo, 16 no Rio de Janeiro, dois no Ceará, dois no Rio Grande do Sul, dois em Minas Gerais, um no Rio Grande do Norte e um no Distrito Federal.

Além disso, o País contabiliza pelo menos 29 casos suspeitos, incluindo o do Amazonas.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 98566-4150

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário