You are currently viewing Opinião | Artistas internacionais impulsionam campanha para jovens brasileiros tirarem título de eleitor

Opinião | Artistas internacionais impulsionam campanha para jovens brasileiros tirarem título de eleitor

Opinião | Artistas internacionais impulsionam campanha para jovens brasileiros tirarem título de eleitor

Di Caprio e ator que interpreta Hulk entram em cena

Ação é coordenada e tem ligação com partidos de esquerda e ONGs ambientalistas

Pré-candidatos ao Governo do AM também lembraram os jovens da importância do título de eleitor

Filas quilométricas marcam último dia de regularização eleitoral no AM

Eleitores deixam para os ’45 do segundo tempo’ e lotam postos do TRE e Vasco Vasques

Mais de 12 mil pessoas foram atendidas em cinco dias

PSDB e Cidadania oficializam pré-candidatura de Amazonino Mendes no sábado

Errata: Ricardo Nicolau participou de evento do Solidariedade em apoio a Lula

Campanha casada

Artistas brasileiros como Anitta, Taís Araújo e a ex-BBB Juliette fizeram uma forte campanha nas redes sociais para estimular os jovens de 16 a 18 anos tirarem o título de eleitor e participarem do pleito deste ano.

Anúncios

Nos últimos dias de abril, o movimento ganhou reforço de artistas internacionais como o ator americano Mark Ruffalo, o Hulk dos filmes da Marvel; Mark Hamill, o Luke Skywalker de ‘Star Wars’; a atriz Julianne Moore, estrela de ‘Jurassic Park’; e o ator Leonardo DiCaprio.

E essa ajuda de peso — ao contrário do que muitos pensam — não aconteceu de forma espontânea.

Organização

A divulgação dos artistas segue um padrão: destacam a importância do voto para adolescentes a partir de 16 anos, incluem as hashtags das campanhas e acrescentam links redirecionando para sites que agregam informações sobre a forma que jovens podem tirar o seu título de eleitor.

A estratégia é que as manifestações dos artistas pareçam espontâneas. No entanto, por trás dessa campanha existe uma intensa organização, grandes produções, ligações com partidos de esquerda e ONGs ambientalistas e estrangeiras, com potenciais interesses bilionários nas próximas eleições.

“Olha o Barulho”

Entre as lideranças desse movimento está a campanha ‘Olha o Barulho’ – cujo nome é referência ao som emitido pela urna eletrônica após o voto.

A administradora do grupo de Whatsapp do ‘Olha o Barulho’ é a jornalista Clarissa Beretz que trabalha para o Instituto Internacional de Educação do Brasil (IIEB), ONG ambientalista que gerencia o Fundo Amazônia.

O fundo, de quase R$ 3 bilhões, se encontra hoje congelado pelo governo Bolsonaro.

A verdade

A verdade é que não existe ninguém preocupado com a participação dos jovens brasileiros na política e sim em fazer com que essa parcela do eleitorado seja maciçamente apoiadora do ex-presidente Lula (PT).

Dados de pesquisas eleitorais mostram que uma parte significativa dos jovens já são simpatizantes do petista, mas certamente com essa movimentação o número tende a crescer.

Ou seja, nada é de graça. E a manifestação dos artistas deve ter custado um bom cachê.

Interessados

Alguns pré-candidatos ao Governo do Amazonas também fizeram movimentos nas redes sociais para chamar atenção do eleitor mais jovem.

Amazonino Mendes (Cidadania), por exemplo, se vestiu de Jedi e convocou os Padawan (aprendizes jovens do universo de Star Wars), para regularizarem o título de eleitor.

De forma mais discreta, o também postulante ao cargo de governador, Ricardo Nicolau (Solidariedade), lembrou a juventude de tirar o título e participar do pleito deste ano.

De igual modo, o pré-candidato ao Senado, Arthur Virgílio Neto (PSDB), lembrou os jovens da importância de participar do processo eleitoral.

Filas quilométricas

Por falar em regularização eleitoral, como bons brasileiros, muitos jovens amazonenses deixaram para tirar o título de eleitor no último dia do prazo.

Por conta disso, os dois postos para atendimento presencial da Justiça Eleitoral – a sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e o Centro de Convenções Vasco Vasques – registraram filas quilométricas durante todo o dia de ontem (4), prazo final para regularização e emissão do título de eleitor.

Só no Vasco Vasques, por exemplo, foram atendidas mais de 2,5 mil pessoas.

Balanço positivo

De acordo com dados repassados pelo TRE-AM, do último sábado (30) até ontem (4), 12,8 mil pessoas foram atendidas nos postos físicos montados pela Justiça Eleitoral.

Tanto no fórum eleitoral quanto no Vasco Vasques, entretanto, algumas pessoas não conseguiram atendimento. No Centro de Convenções o portão foi fechado às 15h para garantir que quem já estava com senha fosse atendido.

Pelo site

O atendimento via internet ficou disponível até as 23h59 de ontem. No entanto, a reclamação de muita gente é que alguns serviços — como mudança de domicílio, por exemplo — não estavam sendo realizados eletronicamente.

Oficialização

O Cidadania e o PSDB oficializam neste próximo sábado (7) o nome de Amazonino Mendes como pré-candidato ao Governo do Amazonas.

O evento que acontece na quadra da escola de samba Reino Unido da Liberdade, às 9h, terá a presença dos presidentes dos diretórios nacionais do Cidadania e PSDB, Roberto Freire e Bruno Araújo, respectivamente.

Também serão apresentados os nomes dos pré-candidatos que vão entrar na disputa para deputados estaduais e federais.

Errata

Ao contrário do que o Direto ao Ponto afirmou na coluna de opinião ontem (4), o pré-candidato ao Governo do Amazonas, deputado Ricardo Nicolau e o presidente do diretório estadual, deputado Bosco Saraiva, participaram do evento de apoio do Solidariedade à candidatura do ex-presidente Lula, em solenidade ocorrida em São Paulo.

Nicolau, inclusive, fez um discurso onde agradeceu o apoio do presidente nacional da sigla, deputado Paulinho da Força (SP), pelo auxílio do partido na defesa dos interesses da Zona Franca de Manaus e exaltou o ex-presidente Lula, destacando projetos e ações da esquerda no Amazonas.

Agradecimento

“Nós agradecemos pela prorrogação da Zona Franca, pelo Luz para Todos e tantos projetos e programas que mudaram a vida dos amazonenses. Estamos prontos para novos desafios e para melhorar o Brasil e resguardar o direito a todos os amazonenses”, afirmou Nicolau.

Pouca exposição

Apesar do discurso, Ricardo Nicolau — na contramão do que fez o senador Omar Aziz (PSD), que postou foto e vem declarando abertamente apoio a Lula — preferiu não registrar sua presença no evento do Solidariedade nas redes sociais.

O fato é que ainda não há uma definição sobre apoio nos estados. Existe a possibilidade de que cada diretório estadual fique livre para escolher seu palanque para presidente.

Nicolau, pelo que parece, não está muito convencido de fazer palanque para Lula. A Samel, grupo empresarial de sua família, teve contato próximo com o presidente Jair Bolsonaro (PL) durante o ápice da pandemia da Covid-19 e recebeu elogios do mandatário da nação pela pesquisa feita com o remédio Proxalutamida.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário