Você está visualizando atualmente Opinião | Wilson Lima cobra de Alckmin e Marina Silva o fim do isolamento do Amazonas e a retomada das obras da BR-319

Opinião | Wilson Lima cobra de Alckmin e Marina Silva o fim do isolamento do Amazonas e a retomada das obras da BR-319

Opinião | Wilson Lima cobra de Alckmin e Marina Silva o fim do isolamento do Amazonas e a retomada das obras da BR-319

David Almeida enfatiza importância da ajuda do governo federal para reduzir danos causados pela seca histórica

Marina Silva se ‘esquiva’ de responsabilidade sobre pavimentação da BR-319

Sinésio Campos aponta dedo na cara de Marina Silva e cobra BR-319

Capitão Alberto Neto dá um “chega pra lá” nos políticos aliados de Flávio Dino do Maranhão

Bolsonarista articulou derrubada de emenda e impediu que o Maranhão, comandado pela esquerda, metesse a mão nos recursos do Amazonas

Sabá Reis assume Avante na Terra das Cachoeiras, de olho na prefeitura de Presidente Figueiredo

Em 9 meses de governo, Lula já tem rejeição maior que à de Bolsonaro no mesmo período

Índice negativo do petista segue em disparada

Petrobras gasta R$ 4 milhões com comercial na Globo

Apelo

O governador Wilson Lima pediu o destravamento do projeto de asfaltamento da BR-319, no trecho da rodovia federal que liga o Amazonas ao restante do país, o que seria uma alternativa para escoar, por exemplo, produtos da Zona Franca de Manaus diante da seca dos rios.

O pedido foi feito na presença do vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Geraldo Alckmin, e ministros.

“É preciso avançar”

Segundo o governador do Amazonas, a infraestrutura da rodovia é fundamental para que, principalmente, em momentos de crise no Amazonas, como a estiagem, a população tenha uma alternativa de mobilidade e não fique isolada do restante do país, e é preciso encontrar um caminho para que o projeto avance.

Grupo de trabalho

O vice-presidente Alckmin informou que o Governo Federal criou um grupo de trabalho para realizar estudos buscando entendimento necessário para que o projeto da rodovia avance e seja integrado às obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Estiagem

Na ocasião, Wilson Lima apresentou à comitiva federal um balanço das ações do Governo do Amazonas frente à estiagem severa que, até a manhã desta quarta, registra 26 municípios em situação de emergência; 32 em alerta; e dois em atenção, afetando 200 mil pessoas (50 mil famílias), aproximadamente.

Ajuda

O prefeito de Manaus, David Almeida, disse que é fundamental a união dos poderes para minimizar os danos causados pela vazante histórica que atinge o Estado.

“O Amazonas, Manaus e os municípios do interior estavam aguardando a presença dessa comitiva, porque nós estamos vivendo, talvez, um dos momentos mais difíceis da história do nosso Estado, uma das maiores estiagens da nossa história, e nós queremos poder contar com a ajuda do governo federal”, disse o prefeito.

Inimiga do Amazonas

Alvo de críticas de praticamente todos os políticos do Amazonas por causa dos entraves para o licenciamento ambiental da pavimentação da rodovia BR-319, a ministra Marina Silva, visivelmente desconfortável na agenda, se esquivou o quanto pode sobre a BR-319.

A Ministra do Meio Ambiente disse que o Ibama, responsável pelo licenciamento e vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, não facilita nem dificulta as obras, ou seja, com a mesma ladainha de sempre, tergiversando e dando de ombros uma demanda imprescindível para o Amazonas do ponto de vista econômico, social e estratégico, que é a BR-319.

Dedo na cara

Pelo menos o deputado estadual Sinésio Campos, conhecido pelas suas presepadas, acertou desta vez e lavou a alma dos amazonenses.

Ele apontou o dedo na cara de Marina Silva e lhe disse umas verdades, incluindo o fato de que “ela é daqui (nortista, nascida no Acre) e precisa resolver o impasse da BR-319”.

Fim da paciência

Sinésio fez certo, a paciência da quase totalidade dos amazonenses já se esgotou com essa turma ambientalista que adora falar da Amazônia em Nova York, mas que, para entrar em uma voadeira e vivenciar a dura realidade da nossa região, torce a cara e faz biquinho.

E para quem tem pena de Marina, pode levá-la para casa ou para um passeio de voadeira na Manaus Moderna ou de carro pela BR-319 até Brasília.

Comitiva

A comitiva federal esteve em Manaus, nesta quarta-feira (04), para anunciar ajuda humanitária para minimizar o impacto da severa estiagem que afeta o Amazonas.

Integraram a comitiva federal os ministros Marina Silva (Meio Ambiente e Mudança Climática), Sônia Guajajara (Povos Indígenas), Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional), Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos), Alexandre Silveira (Minas e Energia) e José Mucio Monteiro (Defesa).

Defesa do Amazonas

O deputado federal Capitão Alberto Neto (PL) deu um “chega pra lá” nos deputados federais de esquerda do Maranhão, aliados de Flávio Dino.

O bolsonarista articulou derrubada de uma emenda e impediu que o Maranhão, comandado pela esquerda, metesse a mão nos recursos do Amazonas.

Fundo do Norte

Isso porque o projeto de Lei 4188/21, que entrou em pauta na Câmara dos Deputados essa semana, iria permitir que os recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte pudessem ser aplicados a todos os municípios do estado do Maranhão, que faz parte da região Nordeste.

Comparação

Para se ter uma ideia, o Fundo do Nordeste estão reservados R$ 124 bilhões, e para o Fundo do Norte foram reservados apenas R$ 8 bilhões.

A tentativa de incluir o Maranhão com mais de 180 municípios no Fundo do Norte, seria, segundo Alberto Neto, ruim para os dois estados.

“Vocês pensam que estão ganhando, mas estão dificultando para os municípios do Maranhão, devido a concorrência. É muito mais fácil sobrar recursos no Nordeste, do que no Norte. Do jeito que está sendo feito, será uma divisão de miséria, aumentado a divisão do Fundo Norte, que é bem menor”, explicou o parlamentar.

Pré-campanha

O secretário municipal de Limpeza Pública de Manaus, Sabá Reis, já está em pré-campanha para disputar a prefeitura de Presidente Figueiredo e na próxima sexta-feira (6) prepara uma grande festa para assumir a presidência do partido Avante na Terra das Cachoeiras.

O prefeito de Manaus, David Almeida, e principal cabo eleitoral de Sabá, deverá ser uma das lideranças políticas presentes no evento.

Em queda

Uma pesquisa PoderData realizada entre os dias 24 e 26 de setembro de 2023 traz à tona uma avaliação preocupante para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

De acordo com o levantamento, 35% dos brasileiros classificam seu governo como ‘ruim’ ou ‘péssimo’.

Essa rejeição, registrada nos primeiros nove meses de seu mandato, já é maior que taxa apresentada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) no mesmo período de seu governo, que era de 34%.

“Parceria”

A Petrobras pagou R$ 4 milhões para veicular um comercial de dois minutos na Globo entre a escalada do Jornal Nacional e as notícias apresentadas por William Bonner e Renata Vasconcellos.

A peça publicitária era para comemorar os 70 anos da estatal petroleira, e o tempo de 120 segundos é extralongo para o padrão da publicidade na TV — as propagandas costumam ter 30 segundos, no máximo um minuto.

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário