You are currently viewing Opinião | Desembargador proíbe projeto da ALEM que impede instalação de novos medidores de energia elétrica

Opinião | Desembargador proíbe projeto da ALEM que impede instalação de novos medidores de energia elétrica

Opinião | Desembargador proíbe projeto da ALEM que impede instalação de novos medidores de energia elétrica

Projeto de autoria de Sinésio Campos, Carlos Bessa e Fausto Jr foi aprovado na Assembleia Legislativa

Lula virá ao Amazonas no final do mês definir palanque

Petista quer reunir Omar, Braga e Nicolau em seu palanque

Arthur Neto vence Omar em disputa na Justiça

Senador processou o ex-prefeito por calúnia e difamação

Sobe para 3 o número de casos suspeitos de varíola dos macacos no Amazonas

Paciente com sintomas da doença esteve em Parintins, diz FVS

Sambódromo de Manaus terá drive-thru de vacinação contra Covid-19 a partir desta quinta

Sem assinatura

Por decisão do desembargador do Tribunal de Justiça do amazonas (Tjam), Airton Gentil, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) está proibida de enviar para sanção do governador Wilson Lima (União Brasil) o Projeto de Lei 267/2022, aprovado no último dia 22 de junho.

Anúncios

O PL impede a Amazonas Energia de instalar os novos medidores de energia elétrica, chamado de Sistema de Medição Centralizada (SMC).

A proposta, de autoria dos deputados Sinésio Campos (PT), Carlos Bessa (PV) e Fausto Jr (União Brasil), prevê, também, multa de 35 salários mínimos em caso de descumprimento.

Vai recorrer

Logo após a decisão da Justiça ser anunciada, o deputado Sinésio Campos — que foi presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Amazonas Energia —informou que iria recorrer da decisão por meio da procuradoria da Aleam.

“A Amazonas Energia busca amparo para suas ilegalidades na Justiça. Estou acionando a procuradoria da Casa para que possamos derrubar essa liminar”, afirmou.

Agenda

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cumprirá agenda em Manaus no final deste mês. Pelo menos é isso que afirma o deputado federal Zé Ricardo (PT).

Os locais que o petista visitará ainda não foram divulgados.

Será que vai

A vinda de Lula para a capital amazonense é ensaiada desde o início deste ano. Membros do PT local já fizeram diversos anúncios, mas nenhum se concretizou.

Em março, o ex-presidente parou para abastecer seu jatinho em Manaus enquanto voltava do México para o Brasil, mas não chegou a cumprir agenda, apenas foi recebido por políticos do estado no aeroporto.

Definição

A vinda de Lula ao Amazonas acontecerá dentro do período de realização de convenções partidárias. Logo, a expectativa é que o petista venha ao Estado definir seu palanque local.

O que já se sabe é que o petista apoiará a reeleição do senador Omar Aziz. E nos bastidores, comenta-se que Lula pode confirmar, também, apoio a Eduardo Braga (MDB) ao Governo e quer convencer Ricardo Nicolau (SDD) de se juntar à chapa.

Vitória na Justiça

Num prenúncio eleitoral, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), teve uma vitória sobre Omar Aziz, seu principal oponente na disputa por uma cadeira no Senado Federal.

Deste vez, o embate se deu no âmbito da Justiça. O desembargador federal Ney Bello, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região, determinou a suspensão da queixa-crime de calúnia e difamação contra o tucano movida por Aziz em novembro do ano passado.

Monkeypox

Subiu para três o número de casos suspeitos da varíola dos macacos, a Monkeypox, no Amazonas.

Os dois últimos casos registrados, nesta terça-feira (5), estão sendo monitorados pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) da Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP).

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), as duas novas pacientes são mulheres, de 26 e 31 anos, sem relação uma com a outra e apresentaram sintomas semelhantes, como dor no corpo, febre, fotossensibilidade, dor de garganta e pústulas. Ambas estão bem e em isolamento.

Parintins

Um dos pacientes de Manaus que apresenta sintomas “compatíveis” com a doença Monkeypox (conhecida como “varíola dos macacos”) esteve em Parintins.

As informações foram confirmadas pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), nesta quarta-feira (6).

De acordo com a diretora-presidente do órgão, Tatyana Amorim, o homem viajou para Parintins dois dias antes do início do Festival Folclórico de 2022 e só retornou no dia 27 de junho, após o evento.

Monitoramento

Nesta quarta, a FVS informou que o paciente segue sendo monitorado e apresentou melhoras nos sintomas. As lesões no corpo do homem já estão em processo de cicatrização.

Em nota, a SES ainda recomendou que aqueles que apresentarem sintomas, devem procurar uma unidade de saúde e se manter em isolamento.

Covid-19

Com o aumento de casos de Covid-19 e a liberação da segunda dose de reforço (quarta dose) para maiores de 18 anos, o Centro de Convenções de Manaus, o sambódromo, volta a funcionar como ponto de vacinação, exclusivamente em sistema drive-thru.

O atendimento começa nesta quinta-feira (7), das 9h às 22h.

Pontos de vacinação

Além do sambódromo no sistema drive-thru, Manaus conta com outros três pontos estratégicos de grande fluxo: Centro de Convenções Vasco Vasques, de 9h até as 22h; Studio 5 Centro de Convenções, de 9h às 20h; e Shopping Phelippe Daou, de 9h às 16h.

Na quinta-feira (6) e sexta-feira (7), a vacina continua a ser oferecida em 81 unidades de saúde, distribuídas em todas as zonas da cidade.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Receba a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 98566-4150

Editor-chefe: 92 99109-1099

 

Deixe um comentário