Amazonino começa a abrir o cofre

Amazonino começa a abrir o cofre

Durante encontro com 53 prefeitos do interior no final de semana, Amazonino Mendes anunciou a liberação de 500 milhões para melhorias nos setores de infraestrutura, mobilidade, educação, segurança, saúde e setor primário, entre outras áreas, de acordo com a necessidade de cada município.

Anúncios

Segundo Amazonino, sua gestão transformou o Amazonas da água para o vinho.

“Acabamos de dar o maior aumento da história para o professor, de 27,02%, mais 24% para a saúde, e mais de seis mil promoções para a Polícia Militar. Em menos de seis meses, a gente tem conseguido grandes avanços em todas as áreas.” Afirmou o governador.

Pra quem há pouco tempo jurava que tinha assumido o Estado quebrado, é de se espantar que em um passe de mágica o dinheiro tenha aparecido.

Subida

O deputado estadual Vicente Lopes, que trocou o MDB pelo PV é um dos parlamentares que mais tem se consolidado nos últimos meses na Assembleia Legislativa.
De temperamento cordial e em paz nas articulações governamentais é um nome dado como certo à reeleição.

Pé no acelerador

Pelo menos por enquanto, Rebecca Garcia não tem topado conversa sobre outra alternativa que não seja a candidatura ao governo.
De forma cortês porém direita ao ponto, ela interrompeu prontamente um interlocutor que tentou uma conversa sobre uma possível candidatura ao Senado, reafirmando a convicção que está muito bem nas pesquisas que teve conhecimento.

Palestra

O deputado estadual Serafim Corrêa, promove palestra nesta segunda-feira (16), na Assembleia Legislativa do Amazonas, sobre os aspectos políticos da reforma do ISS, resultado de um grande acordo nacional, barrada pelos Bancos mediante uma ação cautelar do Ministro do STF, Alexandre de Moraes.

Pesquisa

Criada para ser um indutor de pesquisas tecnológicas, a Fucapi chega a uma crise sem precedentes e sem ter cumprido o papel para o qual foi criada.
Sobram problemas na instituição que deveria ter alavancado possibilidades tecnológicas no Amazonas.

Pesquisa eleitoral repercute entre partidos e pré-candidatos

A primeira pesquisa de intenção de votos após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda mostra um cenário em aberto sobre os efeitos de uma eventual saída do petista das eleições 2018.

Segundo a sondagem feita pelo Datafolha, Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT) são os presidenciáveis que mais ganham se Lula não participar do pleito. Mas, faltando menos de seis meses para a votação, a disputa ainda permanece embolada — até porque o PT insiste que o ex-presidente segue no páreo mesmo atrás das grades.

Vale lembrar também que, mesmo preso, Lula pode continuar na campanha e até gravar programas de TV.

Bolsonaro tende a estagnar sem Lula

Com Lula fora do páreo, Jair Bolsonaro tende a estagnar nas pesquisas.

O argumento eleitoral do PT para burlar a lei e soltar o condenado é uma falácia.

Mas Bolsonaro sempre poderá dizer que as pesquisas não refletem a realidade, pois muita gente reluta em declarar o voto nele.

Brancos e nulos disparam

Nas respostas espontâneas do Datafolha, 21% disseram que votarão em branco ou nulo.

Um patamar inédito em pesquisas eleitorais a apenas seis meses das eleições.

Quando não se apresenta uma lista de candidatos aos entrevistados, 46% ainda não sabem em quem votar para presidente.

Temer é uma piada eleitoral

Sebastián Piñera, presidente do Chile, tentou descontrair em conversa com Michel Temer, durante a Cúpula das Américas.

O presidente chileno quis saber como estava o quadro eleitoral no Brasil, segundo a Folha.

“O brasileiro respondeu que a disputa pelo Planalto estava embolada, com ao menos 14 candidatos. ‘Então estou diante do 15º’, concluiu o chileno.”

A prisão perpétua de Lula

Em reunião em São Paulo, os principais dirigentes e lideranças do PT avaliaram que Lula só terá a sua prisão revertida se o partido conseguir ampliar as mobilizações em seu favor, tanto entre a população como no mundo político, registra O Globo.

“A situação do Lula vai depender da mobilização”, afirmou Paulo Okamotto, presidente do Instituto Lula, ao ser questionado sobre quando espera vê-lo solto.

Se depender de mobilização de massa, Lula passará o resto da vida na cadeia.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook:
 facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 984132214                                                                                                                               

E-mail: [email protected]

Deixe um comentário