A Educação sempre vence

A Educação sempre vence

A Reino Unido da Liberdade sagrou-se a grande campeã do Carnaval Amazonense de 2018 com o enredo: “Ao mestre com Carinho, na Escola da Vida eu Sou o Professor”

Anúncios

David Almeida não perdeu tempo e rapidamente disparou nas redes sociais uma parabenizarão à Escola de Samba e aos Professores com a seguinte mensagem: “A educação sempre vence”.

Cutucada

David que ganhou a simpatia de 31 mil professores e familiares beneficiados pelo pagamento do abono salarial com parte dos recursos do Fundeb, não perdeu a oportunidade de alfinetar o prefeito e o governador que teceram duras críticas à medida do ex-governador à época.

Caixa dois

A ministra Rosa Weber, do STF, determinou que a Polícia Federal conclua em 30 dias as investigações contra a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

A apuração é desdobramento da delação de executivos da Odebrecht que acusaram a Senadora de ter recebido por intermédio do o ex-deputado Eron Bezerra o pagamento de R$ 1,5 milhão via caixa dois à campanha da parlamentar para a prefeitura de Manaus em 2012.

Vanessa nega a denuncia e afirma que todos os recursos de sua campanha “foram legalmente contabilizados”.

Caixa cheio

O deputado estadual, Serafim Corrêa, não foi o único a desmentir o atual governador Amazonino Mendes que continua afirmando por onde passa, que o Estado está sem recursos.

A Folha de S.Paulo publicou matéria dando destaque ao Amazonas como um dos Estados que mais cresceu em arrecadação.

Dados do tesouro apontam que Amazonino tem 2,3 bilhões em caixa.

As “verdadeiras razões” que levam Amazonino a sair por ai chorando miséria, e afirmando que o Estado está quebrado, só ele e Deus sabem.

Gilmar Mendes, Omar e Praciano

Praciano bem que tentou, mas não escapou do crivo do ministro Gilmar Mendes (STF), condenando-o a pagar uma multa de R$ 30 mil reais ao senador Omar Aziz (PSD).

O ex-deputado foi acusado na campanha eleitoral de 2014 pelo Senador de ofender sua família.

Praciano veiculou imagens da filha de Omar na praia e em hotéis, momento no  qual denunciava o suposto uso de uma aeronave fretada pelo governo, na gestão de Aziz, ainda como governador, em viagens para o caribe.

Cutucadinha

A deputada Alessandra Campêlo (MDB), aliada do senador Eduardo Braga, disse na semana passada que vai levar para o adversário do prefeito Arthur Neto nas prévias presidenciais do PSDB, Geraldo Alckmin, denúncias de que o tucano manauense não administra nem o pagamento das merendeiras, imagina um país inteiro.

Campêlo afirma que as empresas terceirizadas receberam mais de R$ 3 milhões no final do ano passado e, mesmo assim, as merendeiras não receberam nem uma merendinha.

Alvo

A cutucada da deputada Alessandra, que até esses dias tinha como alvo preferencial o governo estadual, sinaliza uma possível reaproximação entre o senador Eduardo Braga e o governador Amazonino Mendes, como tem sido muito comentado nos bastidores da política local.

Bloco do eu sozinho

O próprio Amazonino não esconde que já não tem mais alianças com o prefeito Arthur Neto e o senador Omar Aziz (PSD), seus apoiadores na eleição suplementar de 2017.

O governador declarou abertamente que não está mais com os aliados da campanha passada porque fizeram “cobranças absurdas” para se manterem ao seu lado.

Motim?

Uma iniciativa do deputado estadual Augusto Ferraz, do DEM, comandado pelo deputado federal Pauderney Avelino, aponta para o mesmo caminho de deserção do barco do Negão.

Ferraz assinou o pedido de abertura de CPI para investigar os contratos da Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam), depois de ter sido chamado para uma conversa com Pauderney.

Contabilizando

Quem está rindo de orelha a orelha é o deputado estadual José Ricardo (PT), autor do pedido de CPI.

Ele tem certeza que consegue mais duas assinaturas. Além do petista, assinam a CPI, o co-autor desta, Luiz Castro (Rede), além dos deputados, Sabá Reis (PR), Sinésio Campos (PT), Platiny Soares (DEM) e Augusto Ferraz (DEM).

Deixe um comentário