Opinião | 100 dias de David Almeida

Opinião | 100 dias de David Almeida

Opinião | 100 dias de David Almeida

Entre as promessas: “daqui a um ano ninguém vai sentir saudade desses velhos caciques”

As cascas de banana deixadas pelo ex-prefeito Arthur Virgílio

Marcelo Ramos reúne 32 prefeitos de olho em 2022

Menezes quer movimento para eleger um senador novo e deputados federais bolsonaristas

Nas primeiras horas da manhã de sexta-feira 1º de janeiro o prefeito, David Almeida, já estava nas ruas da cidade visitando feiras, obras, além de utilizar o transporte público, onde viu de perto a realidade enfrentada pela população manauara todos os dias.

Anúncios

David vestiu o uniforme da Secretaria Municipal de Limpeza Pública, e ao lado do vice, Marcos Rotta, lançou uma ação integrada de Infraestrutura e Limpeza por toda Manaus.

De lá pra cá David e Rotta completaram, no sábado (10), o centésimo dia à frente da Prefeitura da Capital. Pouco mais de três meses de mandato, restando ainda 45 meses pela frente.

⭕

Promessas

David Almeida (Avante) foi eleito com 466.970 votos (51,27%), e assumiu a gestão com a promessa de uma administração inclusiva, presente nos bairros, com uma máquina pública eficiente e profetizando que “daqui a um ano ninguém vai sentir saudades desses caras aí (velhos caciques) ”.

Seu plano de governo tem metas definidas até 2030.

⭕

Pé direito

O prefeito começou os primeiros dias de mandato com maestria, conseguiu R$ 450 milhões em recursos federais extras para Manaus nas áreas da educação, infraestrutura, esporte, turismo e segurança.

Reuniões de alinhamento com a bancada federal e com a Câmara Municipal, articulação de grandes projetos para Manaus, tudo sob controle e dentro do planejamento, mas foi pego de surpresa e se viu diante de uma segunda onda da pandemia da Covid-19.

⭕

Casca de banana

Com menos de dez dias à frente da prefeitura, David se viu diante de uma crise na saúde sem precedentes. Falta de medicamentos, oxigênio, leitos e superlotação no cemitério municipal.

A conta da gestão anterior, sob comando de Arthur Virgílio (PSDB), chegou mais rápido do que se esperava. A desativação do hospital de campanha, poucas UBSs fazendo o atendimento precoce e a falta de planejamento, deixou a nova gestão em uma situação complicada.

A famosa casca de banana, deixada por praticamente todo prefeito de Manaus para o seu sucessor.

⭕

Trancos e barrancos

E foi assim que tudo mudou. No novo cenário, algumas promessas de campanha tiveram que ficar em segundo plano, enquanto os 100 primeiros dias passaram a ser dedicados a ações de combate e contenção à pandemia.

Nesses 100 dias de jornada, David enfrentou grandes desafios.

Ouso dizer que foi o maior dos Golias que já enfrentou em sua trajetória política.

Houveram erros, sim. Mas imagine só, alguém que está começando a administração, se deparar com esta situação tão difícil, como é a pandemia e com problemas complementares tão complexos.

⭕

Tempo

Não é possível julgar e carimbar uma gestão com apenas 100 dias, ainda mais neste momento de pandemia.

Somente mais adiante, com um ano, é que vamos poder avaliar, de forma apurada e correta, sua gestão. O que foi feito ou não, e comparar com as gestões anteriores de Arthur Virgílio e Amazonino Mendes. Poderemos avaliar até que ponto a promessa de aposentar os velhos caciques se consolidou.

Hoje o prefeito David Almeida e o vice Marcos Rotta promoverão uma coletiva de imprensa as 10h, na sede da prefeitura de Manaus, onde será apresentado um balanço da atual gestão.

⭕

De olho em 2022

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL), reuniu 32 prefeitos e representante do interior (dos 61 municípios) e quatro deputados estaduais para um almoço recheado de perspectivas para 2022.

Marcelo nega, mas nos bastidores se movimenta para ser candidato a um cargo majoritário em 2022, de governo ou Senado.

⭕

Missão

Coronel Menezes, pré-candidato ao Senado em 2022, convocou em suas redes sociais os bolsonaristas a criarem um movimento para eleger um novo senador e deputados federais com ficha limpa e compromisso para fazer o que precisa ser feito pelo Amazonas e pelo Brasil.

“Essa é a nossa única saída!”, afirmou Menezes.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

Deixe um comentário