Opinião | Aprovação do Fundeb mostra responsabilidade com o futuro da educação

Opinião | Aprovação do Fundeb mostra responsabilidade com o futuro da educação

Opinião | Aprovação do Fundeb mostra responsabilidade com o futuro da educação

O Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB) voltou a virar pauta no Congresso.

Anúncios

Ontem, os deputados aprovaram em 1º e 2º turnos a PEC que renova a proposta e altera algumas regras da iniciativa.

A votação foi bem rápida devido a um acordo entre os partidos.

⭕

Caminhos

O texto aumenta o repasse da União aos cofres regionais. Esse reajuste vai ser gradual, a cada ano, o percentual disponibilizado tem crescimento de 2% a 3%. Até 2026, o Governo federal passa a contribuir com 23%, mais que o dobro dos atuais 10% gastos na educação básica.

⭕

Como votaram

Para passar, pelo menos 308 deputados tinham que votar a favor da PEC. A vitória foi folgada, a proposta foi aprovada em primeiro turno por 499 votos a 7; e em segundo turno por 492 votos a 6. Nenhum parlamentar amazonense votou contra o texto. Foi unanimidade, todos disseram sim.

Agora o texto seguirá para o Senado.

⭕

Educação faz a diferença

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia chegou a se emocionar durante a votação do texto e afirmou que a gestão pública nas escolas faz toda a diferença.

Maia também abriu mão da cadeira de presidente para deixar que o deputado Felipe Rigoni (PSB-ES) proclamasse o resultado da primeira votação.

Primeiro deputado cego na história da Câmara, Rigoni afirmou que a educação fez diferença para que chegasse à posição de deputado federal e avaliou que o texto é melhor para o futuro que a reforma da Previdência.

⭕

Educação é prioridade

Em suas redes sociais o deputado Delegado Pablo publicou uma foto ao lado da relatora da PEC do FUNDEB, deputada Professora Dorinha.

“Reafirmo o meu compromisso com a educação que, assim como a saúde, é tema prioritário em meu mandato como deputado federal e representante do Amazonas. Por isso voto favorável à PEC 1515 em defesa das escolas públicas.”

⭕

Redução das desigualdades

O deputado Marcelo Ramos disse que o FUNDEB é essencial para garantir o financiamento público e a redução das desigualdades da educação.

“Graças a ele, o Amazonas recebeu cerca de R$ 289 milhões de reais de repasses do fundo, no início deste ano”.

O deputado também disse que o programa é a garantia de valorização dos professores e profissionais da educação.

“Em nosso estado, 30 mil profissionais receberam abono salarial, oriundos do FUNDEB, no valor total de 23 milhões”.

⭕

Aglomeração preocupa

O início do verão amazônico levou muita gente à praia da Ponta Negra e aos balneários no último fim de semana e o fator “aglomeração” voltou a preocupar os vereadores de Manaus.

⭕

“Finge que não vê”

O Direto ao Ponto conversou com o vereador Hiram Nicolau  sobre as aglomerações. Ele disse que o poder público “finge que não vê”. Nicolau ainda disse que, as regras não são claras e que a medida deve ser para todos, ou então, para nenhum.

⭕

“Hipocrisia”

O vereador defendeu a reabertura total das atividades, inclusive de eventos e casas de show, uma vez que, ninguém está cumprindo medidas de proteção, e existem aglomerações em restaurantes e bares. Hiram definiu a situação como uma “hipocrisia gigante”.

“Se eu posso aglomerar 100 pessoas em restaurante e 1000 pessoas em um shopping center, eu não posso deixar esse braço da economia, de empresários, que geram emprego, que pagam impostos, impedidos de trabalhar”.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

Deixe um comentário