Opinião | Arthur é contra prorrogação dos mandatos de prefeitos e vereadores

Opinião | Arthur é contra prorrogação dos mandatos de prefeitos e vereadores

Opinião | Arthur é contra prorrogação dos mandatos de prefeitos e vereadores

A pandemia impactou profundamente a sociedade em todo o mundo, da macroeconomia às relações pessoais. E não será diferente com o processo político.

Em meio à crise sanitária, 47 países já tiveram de adiar suas eleições, enquanto treze optaram por mantê-las.

Dilema

O Brasil encontra-se agora próximo desse dilema, tendo em vista o pleito municipal previsto para outubro.

Não há ainda uma definição sobre o assunto, mas já existe um consenso entre lideranças políticas e a Justiça Eleitoral sobre o que não deve ser feito: prorrogar os atuais mandatos, ou seja, fazer a votação em 2021 ou, como querem alguns, apenas em 2022, unificando-a com a eleição de presidente, governadores, senadores e deputados.

Eleições

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, em entrevista ao Direto ao Ponto, se manifestou contrário à possibilidade de unificação dos mandatos dos prefeitos e vereadores com os demais cargos estaduais e federais e a realização de eleições gerais em 2022.

“Tenho muito respeito pela Associação Nacional dos Municípios e pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), mas não tenho conhecimento da carta, não sou signatário dela, portanto. E eu discordo por entender que os mandatos são sagrados.”, afirmou o prefeito.

Na última quarta-feira (26) entidades municipalistas solicitaram a não realização das eleições e a prorrogação dos mandatos.

Mandato é no voto

“No final do governo Collor, chegaram a falar em eleições conjuntas e eu, talvez, fui o primeiro prefeito de capital brasileira a dizer que eu não aceitava a prorrogação do meu mandato. Eu sempre ia trabalhar as minhas conquistas no voto popular, sabendo o que o povo pensa de mim, o que acha do meu trabalho e como me encara. Minha vida política sempre foi construída em voto popular.”, complementou o prefeito.

Mudança

Arthur acha possível uma eleição em dezembro, e apesar de não ser o ideal, e provavelmente mais artificial que outras, a democracia passa por cima disso.

“A outra eleição, sem pandemia, corrigiria quaisquer falhas e defeitos das atuais. Tudo vai mudar com a pandemia, inclusive a forma de fazer campanha. Vai mudar a forma de aproximação das pessoas.”

Futuro nas urnas

O prefeito disse estar estudando essa situação toda com o firme propósito de não aceitar prorrogação do seu mandato. E que se tiver que ter outros, serão todos fundados e consolidados nas urnas, no voto popular.

“Temos que ver como vamos fazer política agora, pois o coronavírus deu muita lição e muitos exemplos. Talvez, tenhamos que mudar muitas coisas. Quem sabe acabem fazendo comícios virtuais, discursos on-line?”

Mês decisivo

Essa decisão deve ocorrer até o fim de junho, por uma comissão formada pela Câmara e pelo Senado. Em caso de alteração do cronograma, é preciso ainda que o Congresso aprove uma proposta de emenda constitucional.

Inspeção

Hoje (29) os membros da CPI da Saúde farão uma inspeção no hospital Nilton Lins, usado pelo governo para tratamento de pacientes com Covid-19.

Entre os membros titulares da Comissão confirmaram presença os deputados Delegado Péricles, Fausto Jr. e Wilker Barreto. Serafim e Dr. Gomes, como fazem parte do grupo de risco, não estarão presentes.

5% da margem

Ontem a Medida Provisória 936, que trata da manutenção dos empregos no Brasil, e na qual foi incluído o texto do PL 2017/2020, para aumentar a margem consignável, proposta pelo deputado federal Capitão Alberto Neto, foi aprovado na Câmara dos Deputados.

O texto, que garante o aumento em 5% da margem consignável para empréstimos bancários, com juros mais acessíveis, segue para o Senado.

“O aumento da margem consignável é um socorro, um respiro para aposentados que viraram o esteio da família e para trabalhadores que tiveram seus salários reduzidos. Este socorro está sendo contemplado hoje, estamos ajudando a salvar e a reconstruir a economia do país”, afirmou Alberto Neto.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

Deixe um comentário