Você está visualizando atualmente Opinião | Bala na agulha

Opinião | Bala na agulha

Nesta quarta-feira (1), a Assembleia Legislativa reabre suas atividades e já vem com uma CPI na agulha, para atirar contra o governo de Amazonino Mendes (PDT).

No fechamento dos trabalhos do primeiro semestre, em julho, oito deputados assinaram o pedido de CPI das licitações, para investigar mais de 300 contratos firmados pelo governo do estado, com dispensa de licitação.

Só depende dele

A instalação imediata da CPI depende do presidente David Almeida (PSB), que é candidato ao governo do Estado e tem interesse, obviamente, em caçar os “podres” do governo Amazonino que possam ser utilizados durante a campanha eleitoral.

Por outro lado, David vai precisar analisar a conveniência de se fazer uma CPI em pleno período eleitoral, dificultando a presença dos candidatos à reeleição nos diversos eventos de campanha, na capital e interior.

Além disso, uma CPI tem gastos e custos altos, dependendo da linha que será adotada nas investigações.

Adiamento é difícil

No ano de 2014, por exemplo, o então presidente do Poder Legislativo, deputado Josué Neto (PSD), sugeriu o adiamento da abertura da CPI da Pedofilia até que terminasse o período eleitoral.

Mas foi tão pressionado pelos assinantes do pedido que a CPI foi instalada imediatamente em maio e produziu seu relatório final em dezembro, com os trabalhos atravessando toda a campanha.

De olho neles

A instalação da CPI das Licitações vai revelar afinal, de que lado os deputados Sabá Reis (PR) e Cabo Maciel (PR) vão atuar.

Eles são aliados de primeira hora de David Almeida, mas seu partido, o PR, escolheu apoiar a candidatura de Amazonino Mendes.

E agora?

Prazos

Só pra lembrar, uma CPI tem prazo de 120 dias para terminar suas investigações, podendo ser prorrogada por duas vezes, com 60 dias cada prorrogação.

CPI da Petrobras

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) não descarta recorrer ao STF para tentar instalar a CPI da Petrobras.

Apresentado no final de maio, o requerimento que pede a investigação da política de preços da estatal para os combustíveis ainda não foi nem lido em Plenário.

Falando em Vanessa

O PT abriu mão de lançar candidato ao Senado para apoiar a reeleição de Vanessa Grazziotin (PCdoB).

A notícia foi um balde de água fria para os adversários que torciam por uma divisão dos votos da esquerda no Amazonas. Vanessa confirmará sua candidatura na convenção do partido no próximo domingo (05). Agora, Vanessa vem com força total para a reeleição.

Filhinho

Durante o dia de ontem, circularam pela mídia notícias que confirmam o nome do deputado federal Arthur Bisneto (PSDB) como candidato a vice-governador na chapa do senador Omar Aziz (PSD).

Sem nenhuma novidade. É óbvio que o prefeito Arthur Neto iria querer emplacar seu filho como vice-governador em troca do apoio oferecido a Omar. Esse tópico foi um dos entraves de uma possível aliança com Amazonino.

Afinal ninguém faria chapa com o Bisneto por livre e espontânea vontade.

Propaganda antecipada

O Ministério Público Eleitoral (MPE) já está movendo uma série de investigações contra candidatos apressadinhos que já colocaram seu bloco na rua, antes que a Justiça Eleitoral autorizasse a propaganda.

O deputado federal e candidato ao senado, Alfredo Nascimento, já está respondendo por “uso promocional de distribuição gratuita de bens e serviços”, por ter divulgado sua participação em inaugurações de fábricas de gelo no interior do Amazonas.

Melhor esperar o “carnaval” começar para não queimar largada!

Mais um

Também já está sendo investigado o ex-secretário da Seduc, Algemiro Ferreira de Lima Filho, denunciado por propaganda eleitoral antecipada, porque divulgou no WhatsApp seu nome, número de urna e até o jingle de campanha, antes mesmo das convenções partidárias.

Queimou largada!

Vale lembrar que a propaganda eleitoral só está autorizada a partir das 00h01 do dia 16 de agosto.

Enrolado também

O deputado federal Gedeão Amorim (MDB), candidato à reeleição, também está sendo investigado pelo Ministério Público Federal.

Não por propaganda eleitoral, mas por dispensar licitação na contratação de serviços de transporte escolar em Manacapuru e Iranduba, na época que ele era secretário de Educação do Estado.

Janaína Paschoal

Acordo de Bolsonaro com Janaína está 90% fechado.

Em conversa no início da semana, o deputado esclareceu que “divergência de pensamento não é problema”, mas “espera resolver qualquer questão em casa”.

Bolsonaro espera de Janaína compromisso com o projeto político. A advogada ainda está pesando questões familiares.

Joaquim Barbosa para o Senado

O PSB vai tentar fazer uma última investida para convencer Joaquim Barbosa a disputar as eleições deste ano.

Mas a proposta, desta vez, não envolve a Presidência, e sim o Senado.

Façam suas aposta, será que ele aceita?

55 candidatos já registrados

Muitos políticos e os chamados outsiders já lançaram suas pré-candidaturas, mas apenas 55 pessoas — do Acre e do Espírito Santo — submeteram seus pedidos de candidatura ao TSE.

Até agora foram feitos um pedido de registro para governador, um para vice, dois para senador, seis para deputado federal, 41 para deputado estadual, dois para 1º suplente e dois 2º suplente.

A data-limite para apresentação da candidatura é dia 15 de agosto.

 

Torquato Jardim troca chefe de divisão anticorrupção

Sem alarde, o ministro da Justiça, Torquato Jardim, exonerou do DRCI, Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional, o Delegado da Polícia Federal Luiz Roberto Ungaretti de Godoy.
O órgão de combate à corrupção ganhou destaque com os acordos internacionais no âmbito da Lava Jato.
No Lugar do Delegado Ungaretti, Torquato nomeou Camila Colares Bezerra, funcionária de carreira da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), ela atuava como chefe da Assessoria Internacional do Gabinete do ministro.
Segundo fontes do Planalto, a mudança se deu após pressão política, acusação obviamente negada pelo Ministério da Justiça.
Aí tem…

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook:
 facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 984132214                                                                                                                               

E-mail: [email protected]

Este post tem 2 comentários

  1. Flávio Andrade de Souza

    Colunista(s) de excelência.
    Claro dureto objetivo isento realista
    Um serviço extraordinário ao bem comum e ao direito de informação e à cidadania
    Vale a pena ver ler acompanhar e agradecer
    A nação agradece

  2. Ângela Andrade

    Ana Amélia foi jogada de xadrez de Alkimin. Infelizmente, perderemos uma excelente Senadora

Deixe um comentário