Opinião | BolsoLula: Sergio Moro suspeito, Lula Livre e 3 mil mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Opinião | BolsoLula: Sergio Moro suspeito, Lula Livre e 3 mil mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Opinião | BolsoLula: Sergio Moro suspeito, Lula Livre e 3 mil mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Sergio Moro se tornou alvo colateral tanto do petismo quanto do bolsonarismo

Zé Ricardo e Vanessa Grazziotin comemoram e pedem punição de Moro

Processo de Eduardo Braga na Lava Jato pode ser anulado

No mês de aniversário de sete anos da operação Lava Jato e com o recorde de 3.251 mortes registradas ontem (23), a população recebeu um “presente de grego”.

Anúncios

Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do STF decidiu, nesta terça-feira (23), declarar a suspeição do ex-juiz Sergio Moro nos processos em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) figurou como réu na 13ª Vara Federal de Curitiba.

O reconhecimento de que Moro foi parcial é a mais dura derrota da Operação Lava Jato nos tribunais desde 2014, quando teve início a investigação que descobriu uma complexa rede de corrupção atuando dentro da Petrobras.

⭕

Bem-vindos ao Brasil

Além de todos os atos processuais do tríplex do Guarujá, no qual o ex-presidente Lula foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, serão anulados, os valores pagos serão devolvidos e aqueles que foram presos ainda poderão ser indenizados pelo Estado. Bem-vindos ao Brasil da injustiça.

⭕

BolsoLula

Há quase um ano, Sergio Moro se tornou alvo colateral tanto do petismo quanto do bolsonarismo.

A razão, claro, é uma mistura de cálculo eleitoral e vingança.

Nenhum dos dois polos da política brasileira quer Moro candidato em 2022.

E ambos têm suas razões para se vingar do ex-juiz. Petistas, porque ele levou o ex-presidente Lula à prisão e, bolsonaristas, porque ele expôs as entranhas do uso privado das instituições da República pelo presidente Jair Bolsonaro.

⭕

Lula Livre e animado

As recentes decisões do STF deram a Lula uma narrativa, um discurso, um novo senso político que anima a militância da esquerda. Pouco importa os detalhes da decisão, se a nulidade dos atos jurídicos empurra o processo para ser novamente julgado.

O que importa é o símbolo do retorno de um homem proscrito por seus perseguidores, de um homem que se torna, de novo um líder com pleno exercício dos seus direitos políticos.

Não se enganem… Lula é candidato em 2022 e com chances reais de vitória.

⭕

Aposta no Antipetismo

Bolsonaro também se regozija com a notícia.

Ele supõe, de maneira ingênua, que as condições que o levaram ao poder em 2018 irão se repetir.

Contra Lula ou um candidato da esquerda, Bolsonaro irá crescer e a classe média, votará novamente em Bolsonaro.

Ele já adiantou o sentido da sua convicção: “falam mal de mim, mas vão votar em quem em 2022?”

Ele acredita que o antipetismo é uma força quase permanente, como se fosse um dado natural: o céu azul, a gravidade, o antipetismo.

Se o cálculo político vai dar certo, só o tempo irá dizer.

Uma coisa é certa, já dizia Magalhães Pinto: “Política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e ela já mudou.”

⭕

Zé e Vanessa comemoram

O deputado Zé Ricardo (PT) e a ex-senadora Vanessa Grazziotin comemoraram a decisão do STF.

“A verdade venceu. O STF declara Lula inocente das falsas acusações”, afirmou o Homem da Kombi.

Para a ex-senadora, “Moro é um farsante e o processo criminal para punir o ex-juiz tem que continuar”

⭕

Efeito cascata

A expectativa agora é que os condenados por Sergio Moro na Lava Jato entrem com o mesmo pedido de parcialidade no STF.

Uma ação com o mesmo teor já havia sido impetrada, por exemplo, pelo ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha.

Entre os políticos que podem ser beneficiados está o senador Eduardo Braga (MDB), investigado na Operação Lava Jato após ter o nome mencionado em delações premiadas no escândalo do quadrilhão do MBD.

⭕

Legado

Defender o legado da Lava Jato, injustamente atacada pela direita e esquerda radical, é crucial para que o Brasil siga sonhando com o fim da impunidade daqueles que insistem em sangrar o país em nome do próprio bem-estar ou de projetos de poder que fraudam a jovem democracia brasileira.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-22

Deixe um comentário