Opinião | Capitão Alberto Neto, Romero Reis e Chico Preto ensaiam união da direita em 2022

Opinião | Capitão Alberto Neto, Romero Reis e Chico Preto ensaiam união da direita em 2022

Opinião | Capitão Alberto Neto, Romero Reis e Chico Preto ensaiam união da direita em 2022

Se recuperando da Covid-19, Menezes acompanha movimento pelas redes sociais

Ex-ministro da Saúde, General Pazuello pode ser candidato ao Governo do Amazonas

As eleições municipais do ano passado, quando as forças políticas de direita do Amazonas não conseguiram achar um ponto de convergência, foram um grande aprendizado.

Anúncios

Todos perderam. Uns mais, outros menos, mas a verdade é que dificilmente outra oportunidade irá surgir nas próximas eleições para prefeitura de Manaus ou Governo do Amazonas, para a ala bolsonarista da extrema direita.

Para Bolsonaro, hoje o centrão é a nova direita. E em 2022, eles terão prioridade nas negociações.

⭕

Chances reais

Na disputa pela prefeitura de Manaus no ano passado analistas políticos, ouvidos pelo Direto ao Ponto, afirmaram que uma união entre Coronel Menezes, Capitão Alberto Neto, Delegado Pablo, Josué Neto, Fausto Jr, Delegado Péricles, Chico Preto, Romero Reis e demais movimentos conservadores de Manaus, poderia ser suficiente para colocar um nome no segundo turno e com chances reais de ganhar a eleição.

Vale ressaltar que naquele período, o presidente Bolsonaro despontava com sua popularidade na nossa Capital.

Manaus chegou a ser a considerada capital bolsonarista do Brasil, onde os índices de aprovação do governo Bolsonaro giravam em torno de 67%.

⭕

TBT

A disputa ficou fragmentada. E foi cada um por si.

Na disputa, Menezes ficou em 5º lugar com 11,32% dos votos, Capitão Alberto Neto em 6º com 7,82%, Romero Reis em 8º com 2,97% e Chico Preto em 9º com 1,65%.

Na política, nem sempre 1 + 1 são 2. Mas em uma conta de padeiro essa somatória daria 23,76% dos votos.

O segundo turno foi entre Amazonino Mendes (Podemos), que obteve 23,9% dos votos e David Almeida (Avante), 22,3%.

Josué Neto, há época presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, começou a campanha apoiando David Almeida e terminou apoiando Amazonino Mendes.

Já o PSL de Pablo apoiou Amazonino Mendes.

⭕

Aceno

Muitas dúvidas e aprendizados foram tirados da eleição passada. E 2022 está logo ali.

A prova disso é que no último sábado (3), Capitão Alberto Neto, Romero Reis e Chico Preto, estiveram juntos em um ato pró-Bolsonaro na Djalma Batista.

Entre fotos e conversas com movimentos de direta, o trio fez o primeiro ensaio para construir alternativas para todos em 2022.

Menezes com Covid-19, ficou de fora do evento. Mas acompanhou tudo de perto pelas redes sociais.

⭕

Registros

O encontro foi registrado nas redes sociais.

“Hoje tivemos o movimento Bolsonaro 2022, onde a Direita do Amazonas se uniu”, afirmou o deputado federal Capitão Alberto Netto.

“Somente unidos conseguiremos restaurar o nosso Amazonas e manter a democracia do nosso país”, destacou Romero Reis.

⭕

Recuperação

Coronel Menezes, ainda se recuperando do Covid-19, publicou um vídeo em suas redes sociais tranquilizando e agradecendo a todos os seus amigos e apoiadores pelas mensagens que tem recebido. E que está bem enfrentando a COVID-19 com equilíbrio e serenidade, seguindo os protocolos e acreditando nos nossos médicos locais.

⭕

Pazuello quer Governo

O ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, não descarta disputar o Governo do Amazonas em 2022.

A informação foi compartilhada pelas redes sociais do Coronel Alfredo Menezes.

Ainda segundo a informação divulgada pelo Foco no Fato, Pazuello, que é amazonense, começará a se movimentar com mais ênfase nos próximos meses, promovendo eventos em apoio ao Presidente e colocando o bloco nas ruas de Manaus.

Um nome que pode ser consenso entre a ala bolsonarista do Amazonas.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

Deixe um comentário