Opinião | Coliseu

Opinião | Coliseu

A arena principal das eleições deste ano já foi definida: será o plenário da Assembleia Legislativa.

Anúncios

E é fácil entender porque: o candidato Amazonino Mendes vai levar chumbo dos aliados do candidato David Almeida e também dos aliados do candidato Omar Aziz.

Juntando as duas bancadas, vai ser quase um massacre diário.

Exemplo 1

O deputado Serafim Corrêa (PSB), aliado de David Almeida, informou hoje que desde março o governo do Amazonas não presta contas à União sobre como está aplicando o Fundeb.

E a prestação de contas é obrigatória de dois em dois meses.

Desde o início do ano o Amazonas já recebeu R$ 1.071 bilhão do governo federal, do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Exemplo 2

O deputado Sidney Leite (PSD), aliado de Omar Aziz, fez discurso detonando a Segurança Pública e afirmando que “a cúpula da Segurança Pública e o Governo do Estado se renderam ao crime organizado e aos traficantes”.

Sidney reforçou dizendo que “nada de concreto está sendo feito para melhorar o quadro de insegurança”. E vai ser daí pra pior…

Outros 500

Vai ser instalada a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os contratos sem licitação do governo.

O deputado Sabá Reis, que pediu a CPI, deu entrada na Mesa Diretora da Aleam, no pedido de instalação da Comissão.

Sabá começou dizendo que havia uns 300 contratos sem licitação, mas que agora os números já estão em torno de 500.

Chuva no molhado

A reação do líder do governo, deputado Dermilson Chagas, foi de deboche.

Ele disse que Sabá Reis só faz “bravatas” e que a CPI é politiqueira, com vistas a prejudicar Amazonino.

Para Dermilson essa estratégia não dará certo, porque “o povo está cansado de politicagem”.

Então tá né…

Avante e Patriotas

Apesar de terem divulgado que iriam anunciar quem vão apoiar para o governo, os partidos Avante e Patriotas – que deram a pernada em David Almeida (PSB) saindo da coligação antes mesmo de ela ser montada – ainda não definiram com quem estão jogando o jogo.

Listada

A esposa do senador Omar Aziz (PSD), Nejmi Aziz, está engrossando a lista dos candidatos processados por propaganda antecipada.

Nejmi foi denunciada pelo Comitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois ao Ministério Público Eleitoral.

Ela é acusada de fazer propaganda antecipada no Facebook, onde todos os seus fãs, eleitores, correligionários e outros estão usando sua propaganda como capa do perfil.

Mais um para o Senado

O vereador Chico Preto (PMN) vai mesmo ser candidato ao Senado na chapa de David Almeida.

O apoio de seu partido à candidatura do presidente da Assembleia foi confirmado nesta quarta-feira (31).

Um fôlego a mais

O apoio do PT à candidatura de David Almeida deu um pouco mais de gás ao grupo do presidente da Aleam. Isso porque, em termos de propaganda eleitoral, David quase não tinha tempo, já que o seu partido, o PSB e seu aliado, o  Podemos, quase não têm tempo na TV.

O PT tem tempo e militância ferrenha. David ganha muito com o PT.

Agora só falta confirmar o PCdoB da Senadora Vanessa Grazziotin, que confirma sua candidatura ao Senado em convenção do partido no próximo domingo (5), na sede do PCdoB.

Fachin quer celeridade

Edson Fachin defendeu “celeridade” do STF na definição da situação eleitoral de Lula, informa o site Jota.

O ministro indicou ser favorável a definir a questão antes mesmo de um pedido de registro de candidatura à Justiça Eleitoral, o que os petistas podem fazer até 15 de agosto.

“Toda celeridade em matéria eleitoral é importante para não deixar dúvida no procedimento”, disse Fachin.

PGR e o sítio de Atibaia

Raquel Dodge enviou ao STF manifestação na qual defende a permanência na 13ª Vara Federal, no Paraná, da ação penal que Lula responde pela propina nas obras de reforma do sítio de Atibaia.

Relator da Lava Jato no TRF-4 sofre acidente

O desembargador Gebran Neto, relator da Lava Jato no TRF-4 e responsável pela condenação de Lula em segundo grau, sofreu um acidente doméstico.

Gebran caiu da escada e fissurou a fíbula esquerda. Está andando de muletas e deve ficar 45 dias de licença médica.

Liberdade de Lula entra em pauta

O STF deve julgar na próxima semana o pedido para que Lula seja libertado e autorizado a disputar as eleições de outubro, informa O Globo.

Segundo o jornal carioca, Edson Fachin, que hoje  defendeu “celeridade” na resolução do assunto, deve liberar o caso para a pauta até semana que vem, e Cármen Lúcia pode marcar o julgamento em plenário na sequência.

A intenção dos dois é que o STF defina o imbróglio antes que o TSE analise os pedidos de candidatura, que podem ser apresentados até 15 de agosto.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook:
 facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 984132214                                                                                                                               

E-mail: [email protected]

Deixe um comentário