Você está visualizando atualmente Opinião | Dá para confiar nas pesquisas eleitorais?

Opinião | Dá para confiar nas pesquisas eleitorais?

A divulgação de pesquisas eleitorais vem suscitando dúvidas, questionamentos e até promovendo iniciativas questionáveis nas redes sociais, em um dos cenários mais pulverizados da história em uma eleição para Governo no Amazonas.

Mas será que dá para confiar no que dizem os institutos de pesquisa?

Segundo especialistas, sim, mas tomando algumas precauções.

O melhor critério é observar os resultados próximos das eleições dos institutos no passado. Os de credibilidade, de maneira geral, são bastante consistentes.

Amazonino invocado

Ainda sobre a pesquisa da DMP/Tiradentes que apontou o candidato Wilson Lima (PSC) na frente de Amazonino Mendes (PDT) nas intenções de voto para o Governo do Amazonas, fontes do Direto ao Ponto revelaram que o governador não gostou da comoção que a pesquisa trouxe, e que ainda anda falando de maneira muito pouco cordial, pelos quatro cantos do Palácio do Governo, ou melhor do Tarumã, do dono da pesquisa.

Nova Rotta

A campanha de reeleição do governador Amazonino Mendes começou a tomar novos rumos.

Quem estava sumido e reapareceu na cena política e na propaganda de Amazonino foi o vice-prefeito licenciado de Manaus, Marcos Rotta (sem partido), que estreou nesta segunda-feira, dia 24, na rádio e TV.

Rebecca Garcia (PP), candidata a vice da chapa, também voltou a ser destaque na propagando eleitoral.

Entre as mudanças na estratégia para medir forças com os candidatos que se apresentam como “o Novo” e “a Mudança”, Amazonino adotou o tom “enquanto outros candidatos falam de mudança, a gente FEZ e FAZ A MUDANÇA”.

Toffoli sanciona leis

O presidente da República em exercício, ministro Dias Toffoli, sancionou nesta segunda-feira (24) um projeto de lei que cria o crime de importunação sexual e aumenta a pena para estupro coletivo.

Com a entrada da lei em vigor, podem ser enquadrados, por exemplo, homens que se masturbarem ou ejacularem em mulheres em locais públicos. Um caso que tomou proporção nacional ocorreu no transporte público em São Paulo.

Projeto de Vanessa

Até então, o crime de estupro gerava pena de 6 a 10 anos de prisão. Com a nova lei, o estupro praticado por duas ou mais pessoas vai levar a um aumento das penas de um terço a dois terços. O projeto que se tornou Lei é de autoria da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).

IBOPE: Bolsonaro 28%, Haddad 22%

Ontem foi divulgado mais uma pesquisa presidencial do Ibope.

Nela, Jair Bolsonaro parou de crescer, mas se manteve na liderança, com os mesmos 28% de intenção de voto da pesquisa anterior.

Fernando Haddad subiu de 19% para 22%, acima da margem de erro, de dois pontos percentuais.

Ciro Gomes manteve os 11% da pesquisa anterior, Geraldo Alckmin oscilou para cima (de 7% para 8%) e Marina Silva oscilou para baixo (de 6% para 5%).

O mais rejeitado

De acordo com a pesquisa do Ibope, a rejeição a Jair Bolsonaro também cresceu na última semana. Ela passou de 42% a 46% dos entrevistados.

Em seguida no ranking da rejeição – aquela parcela do eleitorado que diz não votar no candidato “de jeito nenhum” – vêm Fernando Haddad com 30%, Marina Silva, 25%, Geraldo Alckmin, 20%, e Ciro Gomes, 18.

Alckmin levanta Haddad

A julgar pela pesquisa Ibope, Geraldo Alckmin, com a sua ofensiva contra Jair Bolsonaro, não está se ajudando, mas contribui para dar um belo empurrão em Fernando Haddad.

Haddad só tem a agradecer a Alckmin.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook:
 facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 984132214                                                                                                                               

E-mail: [email protected]

Deixe um comentário