Você está visualizando atualmente Opinião | Dinheiro em caixa e dívidas reduzidas

Opinião | Dinheiro em caixa e dívidas reduzidas

O governador Amazonino Mendes em entrevista na manhã desta segunda-feira (10) ao programa Manhã de Notícias, apresentado pelo radialista Ronaldo Tiradentes, afirmou que deixa a casa arrumada e dinheiro em caixa para o futuro governador Wilson Lima.

Amazonino também afirmou que reduziu o déficit da saúde, deixado por gestões passadas, de R$ 1,2 bilhão para R$ 500 milhões. Em pouco mais de um ano a redução foi de 700 milhões.

4º melhor do Brasil

O governador também citou matéria publicada no Estadão no dia de hoje que coloca o Amazonas como o 4º melhor Estado do Brasil com situação possível em caixa e dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal. A frente de estados como São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina.

Sem empréstimos

Na entrevista Amazonino afirmou que nunca pegou empréstimos durante seu governo e que mesmo assim fez mais obras que todos os ex-governadores. E mais, entrega o comando do Estado com dinheiro em caixa para obras futuras.

Mal informados

Em relação ao Fundeb o governador disse que os professores estão sendo mal informados, e que 80% dos recursos em sua gestão foram incorporados aos salários dos professores, o maior percentual proporcionalmente já repassado na história.

Maior legado

Entre os grandes feitos durante seus 4 mandatos de governo, 3 de prefeitura e um de Senador, o que deu mais satisfação para Amazonino foram as “obras invisíveis” intituladas pelo mesmo. “Criamos milhares de empregos, fizemos o dinheiro circular no Estado com obras, dando emprego e gerando renda para milhares de famílias. Esse é meu maior orgulho.”

Confirmado

Amazonino confirmou presença na posse de Wilson Lima. “Não há porque eu não entregar a faixa de governo. Uma atitude protocolar e de respeito à população.”

Questionado pelo jornalista Ronaldo Tiradentes que espera vê-lo disputando novas eleições em breve, Amazonino foi direto ao ponto: “Não tenho pretensão. Vou me dedicar aos livros, estudos e continuar fazendo política sem mandato eletivo”.

ZFM, ela de novo

Não bastassem ensaios pontuais do governo federal e projetos de lei de congressistas contrários à Zona Franca de Manaus, a manutenção de incentivos às empresas instaladas no Polo Industrial tem um novo fantasma rondando.

Trata-se da renovação dos benefícios concedidos pela Sudam que é a redução de 75% da alíquota do imposto de renda sobre o lucro operacional das fábricas instaladas no PIM.

Contagem regressiva

Esse benefício expira dia 31 deste mês e um projeto de lei que tramita no Senado (PLS 656/2015) – já foi aprovado na Câmara dos Deputados – prevê a renovação desta redução por mais 5 anos, até 2023.

A questão é que faltam apenas cerca de dez dias para o Congresso encerrar suas atividades legislativas, com a aprovação da Lei Orçamentária da União.

Temor entre industriais

Economistas locais que atuam diretamente no Polo Industrial de Manaus temem que esse benefício não seja prorrogado, pois vai afetar diretamente as empresas instaladas na região e que gozam desses incentivos.

“O que nos preocupa é a possibilidade de redução das vantagens tributárias comparativas do PIM em relação a outros locais. Isso assusta muito os investidores”, alerta o consultor econômico, José Laredo.

Perda de vantagens

Ele acrescenta que a matéria de lei teria que ser aprovada e sancionada pelo presidente da República ainda este ano.

Caso o benefício não seja prorrogado, as indústrias poderão perder em torno de 15% no total de suas vantagens comparativas.

Bolsonaro se reúne com PSD no dia 11

Assim como fez ontem com MDB, PR e PRB, Jair Bolsonaro se reunirá no dia 11 com a bancada do PSD no Congresso.

O Direto ao Ponto tentou entrar em contato com a assessoria do Senador Omar Aziz para saber se ele iria participar do encontro mas até o fechamento da coluna não havia obtido resposta. O deputado federal eleito Sidney Leite confirmou presença no encontro.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

WhatsApp: 92 99382-4598

Deixe um comentário