Opinião | Direto ao Ponto com Alberto Neto: “Renovação ainda não foi completa”

Opinião | Direto ao Ponto com Alberto Neto: “Renovação ainda não foi completa”

Opinião | Direto ao Ponto com Alberto Neto: “Renovação ainda não foi completa”

Hoje o Direto ao Ponto traz uma entrevista com o deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos), que afirmou que esse Congresso foi o mais reformista da História. Por exemplo, a Reforma da Previdência é uma medida antipopular, mas o Congresso se conscientizou de que era necessária para o país e que se não fizesse a reforma o país poderia quebrar.

Anúncios

Prender Bandido x Aprovar Projeto

Com certeza é mais fácil prender bandido. Aprovar um projeto não é fácil. A democracia é demorada.

A experiência como o policial militar foi fundamental. Por exemplo, por entender o problema do sistema penitenciário eu sei que a gente não consegue avançar na segurança pública se não organizar o sistema penitenciário.

Bandidos no Congresso

A presença de parlamentares envolvidos em casos de corrupção no Congresso ainda é grande e na opinião do deputado federal Capitão Alberto Neto esse fato mostra que a renovação ainda não foi completa.

De acordo com o deputado, é a população brasileira que sofre porque esses políticos atrapalham o avanço do combate à corrupção e ao crime organizado, entre outras medidas. “Eles só votam pensando em benefícios próprios, não pensam no país”.

Atualmente 1/3 do Congresso Nacional responde a processos por corrupção.

Já deu vontade de prender

Eu como cidadão e como policial militar sinto uma revolta muito grande. Os caras acabaram com o país e estão ali… Hoje temos quase 12 milhões de desempregados graças a essas pessoas que transformaram o Estado numa bagunça, como se fosse sua própria casa fazendo farra dentro do próprio Estado, utilizando o nosso dinheiro.

Lógico que se eu tivesse poder colocaria uma algema neles, mas temos que respeitar o processo legal e a democracia. Eles foram eleitos democraticamente.

O que precisamos é aprender a votar melhor.

Governo federal x Zona Franca

A Zona Franca de Manaus vai ser protegida no governo Bolsonaro. A bancada do Amazonas, junto com o superintendente da Suframa, coronel Alfredo Menezes, vai negociar com o presidente e achar uma forma de manter o polo de concentrados forte.

Principal pauta de 2020

Sem dúvida a Reforma Tributária é primordial, porém é o que mais afeta o Amazonas. O desafio é encontrar o meio termo entre a Reforma Tributária e a manutenção dos incentivos para a ZFM.

Hoje o Brasil é o país que mais gasta com burocracia, é difícil atrair investimentos por causa desse manicômio tributário.

Precisamos diminuir o custo Brasil e tornar o país mais atrativo para investimentos e para isso a reforma tributária precisa avançar, ela é preponderante para o Brasil voltar a crescer.

Wilson Lima

O maior problema dele é a questão da Saúde. Ele pegou a Saúde totalmente quebrada, fato confirmado pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O ex-governador foi preso pela Operação Maus Caminhos, por causa de corrupção na Saúde. Estamos sentindo na pele como a corrupção destrói. Destruiu nosso país e destruiu nosso estado.

Esse governo está tentando reestruturar a saúde que estava corrompida. E eu estou aqui para ajudar como deputado federal. Temos que dar prioridade a esse assunto, que é a vida do ser humano, e esse governo vai fazer isso.

Eleições 2020: Silas Câmara ou Alberto Neto

Ele é muito forte no interior, mas eu sou mais forte na capital. Isso me coloca em uma situação estrategicamente melhor na disputa pela prefeitura. Além disso, temos boas propostas para a cidade de Manaus.

Fato marcante

Minha cirurgia, a criação da polícia penal e a votação do pacote anticrime.

Trabalhei durante uns 200 dias querendo aprovar, sabendo que era importante… Esse dia foi um dia muito atribulado que nós aprovamos a emenda da criação da Polícia Penal e foi emocionante saber que é uma medida que vai mudar a segurança pública do nosso país.

No dia que eu ia votar o pacote anticrime, aconteceu… As dores ficaram insuportáveis, mas consegui voltar. E quando acabei a votação a equipe médica me tirou do Congresso… na ambulância direto para o hospital para a cirurgia.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

WhatsApp: 92 99382-4598

Deixe um comentário