Opinião | É hoje

Opinião | É hoje

Líder nas pesquisas de intenção de votos divulgadas desde o início deste ano, David Almeida deixou para esta segunda-feira (20) o anúncio oficial do partido que deve se filiar até outubro para poder disputar as eleições municipais de 2020.

Anúncios

Avante é o escolhido

A filiação dele ao Avante é dada como certa, mesmo alguns apostando que ele pode ir ao Pros ou ao Cidadania (antigo PPS). David quer ter autonomia e liderança para decidir alianças, apoios e articulações em torno de sua própria candidatura.

PDT busca se reerguer

Num cenário pré-eleitoral, outros partidos e aspirantes a prefeito se movimentam para garantir a melhor largada em 2020.

Neste final de semana, por exemplo, o PDT Manaus realizou sua convenção municipal, em que elegeu o vereador Diego Afonso a presidente do diretório municipal. A legenda estuda lançar Hissa Abrahão a prefeito da capital amazonense.

Bancada da bala

O deputado federal Capitão Alberto Neto (PRB-AM) lançará na quarta-feira (22), na Câmara dos Deputados a Frente Parlamentar Mista de Desenvolvimento Estratégico do Sistema Penitenciário, Combate ao Narcotráfico e ao Crime Organizado no Brasil.

A Frente contará com a participação dos parlamentares da famosa bancada da bala ou bancada militar e tem o objetivo de contribuir com a reformulação do sistema prisional e combate ao tráfico de drogas.

Caravana Lula Livre em Manaus

Segundo mais votado nas eleições presidenciais de 2018, Fernando Haddad (PT) estará em Manaus na próxima quinta-feira (23), onde cumpre agenda pela “Caravana Lula Livre”.

Em sua rápida passagem por Manaus, visitará a moto Honda, o encontro das águas, dará uma coletiva de imprensa e terá encontro com movimentos sociais e sindicato dos metalúrgicos, e por fim, fará Ato Político na Ufam em defesa das universidades.

O amor está no ar

A socióloga Rosângela da Silva é a mulher por quem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está apaixonado e com quem tem planos de se casar.

A informação foi compartilhada na noite de sábado (18) pelo economista e ex-ministro Luiz Carlos Bresser-Pereira, no Facebook, no qual descreveu uma visita que fez ao petista, em Curitiba, na última quinta-feira (16). “Ele está em ótima forma física e psíquica. Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar”, escreveu Bresser-Pereira.

Eleições unificadas

Tramita na Câmara dos Deputados uma Emenda à Constituição que unifica os calendários eleitorais no país. Na prática, o projeto prevê que os atuais mandatos de prefeitos e vereadores sejam prorrogados por 2 anos, fazendo com que todas as eleições fiquem unificadas a partir de 2022.

PEC está em tramitação

Se a PEC for aprovada, ano que vem não haveria eleição municipal, e a partir de 2022, o país vai às urnas eleger, de uma só vez vereadores, prefeitos, deputados estaduais, federais, senadores, governadores e presidente da República.

Além do alinhamento dos pleitos, a medida aumenta de 8 para 10 anos, o mandato de senador, estabelece o mandato de 5 anos para todos os cargos de deputados e vereadores eletivos e põe fim à reeleição para prefeitos e governadores e presidente da República.

Proposta antiga

O tema é antigo. Vem sendo articulada desde a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em meados da década de 1990. À época, os contrários à iniciativa diziam que o Brasil precisava tomar um banho de democracia para se redemocratizar de verdade, e, por conta disto, as eleições a cada 2 anos eram necessárias.

Economia

Não obstante a isto, a grande diferença agora é, principalmente, a necessidade de se economizar. A unificação das eleições irá economizar aos cofres públicos cerca de R$ 10 bilhões.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

WhatsApp: 92 99382-4598

Deixe um comentário