Opinião | Eleições 2020 | Ganhadores e perdedores da eleição

Opinião | Eleições 2020 | Ganhadores e perdedores da eleição

Opinião | Eleições 2020 | Ganhadores e perdedores da eleição

A grande surpresa foi o Sprint Final de David Almeida

56% de renovação da CMM

Wilson Lima e Eduardo Braga elegem 13 prefeitos, cada, no interior

As eleições municipais deste ano têm vencedores e derrotados claros.

Anúncios

Certamente os que mais perderam nas urnas foram as figuras políticas tradicionais que anteriormente despontaram, mas ontem naufragaram nessa eleição.

⭕

Partidos e alianças

Depois de ser estigmatizada na eleição de 2018, a política (nem nova, nem velha, apenas a política) foi resgatada nesta eleição.

Partidos e alianças voltaram a ter relevância, conteúdo e propostas se sobressaíram em relação a posicionamentos ideológicos.

⭕

Experiência

Candidatos que tinham um currículo de realizações no campo administrativo mereceram um voto de confiança do eleitor.

Foi quase como um pedido de desculpas.

⭕

Quem perde

Depois da eleição de Jair Bolsonaro, com governadores outsiders e bancadas saídas diretamente das redes sociais para os parlamentos em 2018, a grande maioria do eleitorado parece ter percebido que política não pode ser sinônimo de meme, lacração, destruição de adversários e discursos ideológicos. Durou pouco a onda.

⭕

Desinformação

 A desinformação e as fake news, fatores tão importantes para o sucesso de muitos políticos em 2018, perderam força graças à união de esforços das plataformas de internet, que restringiram o alcance, dificultaram o acesso e verificaram milhares de contas.

Além de banir conteúdos claramente falsos, de veículos de imprensa e coalizões de checagem e da atuação da Justiça Eleitoral, que foi mais proativa no enfrentamento dessas ferramentas que na eleição presidencial.

⭕

Amazonino e David

Não houve surpresa no cenário para a disputa do segundo turno em Manaus. Amazonino Mendes e David Almeida, primeiro e segundo colocados, respectivamente, vinham liderando todas as pesquisas de intenções de voto desde 2019.

A grande surpresa foi o Sprint Final de David. Que tirou uma diferença, que segundo os institutos de pesquisa, já havia chegado em determinados momentos a 15%, para 1,5% (15 mil votos).

Uma grande vitória.

⭕

56% de renovação

Dos 41 vereadores eleitos, 18 vereadores foram reeleitos. Com destaque para Joelson Silva (Patriota), Professora Jacqueline (Podemos), Diego Afonso (PSL) e Glória Carratte.

Tivemos a maior renovação da história da Câmara Municipal de Manaus com 23 novos eleitos. Com destaque para o João Carlos (Republicanos), o mais votado do pleito.

Capitão Carpê Andrade (Republicanos), fenômeno nas redes sociais e Amom (Podemos), que com 19 anos, será o vereador mais jovem da história de Manaus.

⭕

Interior do Amazonas

Dos 61 municípios do Amazonas a briga foi grande entre os principais players para 2022. De olho no Governo do Amazonas, Wilson Lima (PSC) e Eduardo Braga (MDB) foram os que mais elegeram prefeitos.

O PSC, partido do governador Wilson Lima, elegeu 13 prefeitos, com destaque para Autazes, Humaitá, Itacoatiara e Maués.

O MDB, partido do senador Eduardo Braga, elegeu 13 prefeitos, com destaque para Barcelos, Presidente Figueiredo e Tabatinga.

Também tivemos oito eleitos pelo PP, de Átila Lins, oito pelo Republicanos de Silas Câmara, seis pelo PSD, de Omar Aziz, três pelo PSDB de Arthur Virgílio e os oito restantes se diluíram entre cinco partidos.

⭕

Nejmi Aziz assume

Quem assume, em 2021, uma das vagas na Assembleia Legislativa do Amazonas é a ex-primeira-dama, Nejmi Aziz.

Por ser primeira suplente, Nejmi assume a vaga do deputado estadual Augusto Ferraz, que foi eleito prefeito de Iranduba.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-22

Este post tem um comentário

  1. Elso Barros de Souza

    Infelizmente, tivemos 18 vagabundos reeleitos, quando a população trabalhadora vai se conscientizar e colocar essa corja para trabalhar, não os reelegendo?

Deixe um comentário