Opinião | Fim da dinastia dos Pinheiros: TSE confirma cassação de Adail Filho

Opinião | Fim da dinastia dos Pinheiros: TSE confirma cassação de Adail Filho

Opinião | Fim da dinastia dos Pinheiros: TSE confirma cassação de Adail Filho

Nova eleição pode eleger candidato da oposição

Pobreza de Coari contrasta com vida nababesca da família

Escândalos de corrupção marcam história recente do município

Ex-prefeito cassado faz gozação nas redes sociais sobre decisão de ministro

⭕

Cassação de Adail Filho confirmada

Em decisão monocrática, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, confirmou, ontem (28), a decisão unânime do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) que em dezembro do ano passado cassou o mandato de Adail Filho (PP) como prefeito de Coari.

Anúncios

O entendimento do colegiado local e confirmado pelo ministro-relator foi que a eleição dele em 2020 configurou terceiro mandato consecutivo dentro do núcleo familiar, já que Adail Pinheiro, o pai, foi eleito em 2012 e Adail Filho venceu o pleito de 2016.

⭕

Expectativa vs Realidade

Acostumado a agir como um monarca em Coari, Adail Filho, mesmo ciente da iminente derrota na Justiça, espalhou pela cidade que os ministros iriam pedir vistas do processo e o município continuaria sob comando dos Pinheiros, já que atualmente a Chefe do Executivo é Dulce Menezes (MDB), tia dele.

A realidade foi outra e agora Coari passará por nova eleição.

⭕

Dinastia prestes a ruir

Após diversos escândalos de corrupção e a farra com dinheiro público praticada pela família Pinheiro, ao que parece, o povo coariense acordou e dará fim à dinastia que tanto amaldiçoou a Terra do Petróleo e do Gás.

Pesquisa realizada pelo Instituto Projeta, no início deste mês, apontou que o empresário Robson Tiradentes (PSC) aparece pela primeira vez à frente na intenção de votos com 29,20%, seguido por Dulce Menezes, do MDB (14,86%) e Keitton Pinheiro, do PSD (14,24%).

⭕

Caso de família

A sanha pelo poder é tanta que a família anda brigada por conta das eleições. A prefeita interina deseja disputar a reeleição – e inclusive já nomeou parentes próximos para cargos de confiança na Prefeitura -, mas já foi avisada pelo “rei” Adail Pinheiro e pelo “príncipe” Adailzinho que o indicado da vez é Keitton Pinheiro (PSD), que era vice-prefeito e também foi cassado.

⭕

O contraste

Há mais de uma década Coari é governada pelos Pinheiros.

Mesmo com recursos em abundância – já que recebe royalties da Petrobras pelo petróleo e gás que produz -, a população do município vive na pobreza.

⭕

Royalties

Para se ter uma ideia da riqueza de Coari, só em 2018, o Governo Federal transferiu para os cofres do município mais de R$ 230 milhões, sendo R$ 76 milhões de royalties do petróleo.

Tanto dinheiro, infelizmente, não se transforma em melhorias para a cidade, mas banca uma vida nababesca dos integrantes da família Pinheiro. Na capital Manaus – já que dificilmente ficam no munícipio – eles levam uma vida de luxo e ostentação, com direito a jatinho particular para viagens, carros importados, lanchas, casas de luxo e festas da high society.

⭕

Corrupção banca tudo

A riqueza esbanjada pela família é paga com dinheiro público, que para eles é tido como patrimônio familiar.

No histórico dos Pinheiro pesa, sobre o patriarca Adail, a condenação de 57 anos e 5 meses de prisão por comandar um esquema milionário de fraudes em licitações e desvios de recursos públicos da Prefeitura de Coari, e a prisão do filho, que é investigado pelo suposto esquema criminoso criado para fraudar licitações, lavar dinheiro e corromper a estrutura de poder do município.

O MP-AM afirma que o grupo comandado por Adailzinho movimentou R$ 100 milhões entre 2017 e 2018.

⭕

Atenção

É importante que os órgãos de controle, imprensa e a sociedade amazonense acompanhem de perto a eleição suplementar em Coari, que há muitos pleitos é marcada por violência, intimidação, atentados e até assassinatos.

Nas ruas, o medo é visível nos rostos dos moradores que preferem o anonimato ao questionar a administração do clã.

⭕

Gozação

Adail Filho fez chacota da decisão do TSE em suas redes sociais, publicando um meme da funkeira Anitta segurando um jornal com os dizeres:

“Se tiver eleição, opositores de Adail levarão outra peia!”

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98422-0558

Deixe um comentário