Opinião | Governador critica Policia Federal, Ministério Público, PGR, STJ e Assembleia Legislativa

Opinião | Governador critica Policia Federal, Ministério Público, PGR, STJ e Assembleia Legislativa

Opinião | Governador critica Policia Federal, Ministério Público, PGR, STJ e Assembleia Legislativa

Delegado Péricles: “É um mentiroso. Houve sim muita corrupção e a PF e o MPF continuam as investigações”

Wilson critica escolha de Josué para TCE e diz que ato pode ser questionado na justiça

GloboNews critica gastos milionários de natal feitos pelo Governo do Amazonas

Em entrevista, na manhã desta quinta-feira (17) ao programa Manhã de Notícias (Rádio Tiradentes), o governador Wilson Lima comentou sobre a compra dos respiradores durante a pandemia, investigada na Operação Sangria.

Anúncios

Na opinião do governador foi criado uma “narrativa” entre os órgãos de controle, investigação e fiscalização para atrapalhar a sua gestão.

⭕

“Referência Nacional”

O governador ainda afirmou que o Amazonas é referência nacional no combate e tratamento ao Covid-19. Que ele comprou de maneira rápida os equipamentos e insumos durante a crise da pandemia no Estado e que se fosse necessário comprar respiradores por R$ 1 milhão cada um, o Estado teria comprado.

⭕

“Bravata”

A entrevista não repercutiu bem entre os deputados da Assembleia Legislativa.

Dermilson Chagas lembrou que não foram comprados respiradores pelo Governo do AM, e sim ventiladores, que não servem para pacientes em estado grave.

“Uma bravata e uma piada de mal gosto com a família das pessoas que morreram”, comentou o parlamentar.

⭕

“Mentiroso”

O ex-presidente da CPI da Saúde, Delegado Péricles chamou Wilson Lima de mentiroso.

“A CPI da Saúde deixou claro que houve sim muita corrupção – a PF e o MPF têm dado continuidade nas investigações – e ele vem dizer que tudo é uma narrativa maldosa? E o uso do dinheiro público e de outra empresa para intermediar o esquema fraudulento deles? E a vinculação do marido da ex-secretária de comunicação? Tudo isso ele já esqueceu?”, protestou o parlamentar.

⭕

Perdeu a oportunidade

Péricles ainda salientou que ele pagou um valor superfaturado por um equipamento que nem servia para o caos que vivíamos.

“Seria muito mais digno ele assumir que houve erros, que tem buscado consertá-los, do que mentir dessa forma. Houve sim desvio de dinheiro público no momento que muitos morriam por falta de atendimento e respiradores adequados. Não podemos admitir que um governador desrespeite assim a população, depois de tão descarado ano de corrupção”, concluiu.

⭕

Judicialização

Ainda sobre a entrevista, o governador afirmou que a eleição, que escolheu o deputado Josué Neto como novo conselheiro do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), não seguiu os ritos corretos e que pode ser alvo de questionamentos na justiça.

Vale lembrar que o Decreto Legislativo seguiu a tramitação da Casa, com voto favorável do relator, deputado Roberto Cidade e foi aprovado por unanimidade entre os deputados.

Fontes do governo afirmaram ao Direto ao Ponto que o governador tinha preferência por dois nomes que não foram aceitos pelos deputados. O do secretário de Educação, Luis Fabian e do empresário Mario Jorge Corrêa Júnior, ligado à Rede Calderaro de Comunicação.

⭕

Novo conselheiro

Josué Neto foi eleito ontem conselheiro do TCE-AM e assume a vaga no dia 4 de abril, após a aposentadoria do conselheiro Josué Filho.

⭕

Dança das cadeiras

Em 2021 teremos duas mudanças na Aleam.

A primeira suplente, Nejmi Aziz (PSD), assume a cadeira do deputado Augusto Ferraz (PSD), em janeiro de 2021 após a posse do prefeito eleito de Iranduba.

O segundo suplente da coligação, Tony Medeiros (SD), vice-prefeito de Parintins, assume a cadeira no lugar de Josué Neto (Patriotas) em abril de 2021.

⭕

Destaque Nacional

Na terça (15), Wilson Lima foi destaque nacional na GloboNews pelo gasto milionário de R$ 1.500.000,00 na decoração de Natal, em meio a pandemia do Covid-19.

“Cara de pau”, disse Marcelo Cosme, questionando o número de vacinas que esse recurso poderia comprar.

“Estou perplexa com essa iniciativa do executivo. Um verdadeiro escândalo” disse Andréia Sadi.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

Deixe um comentário