Opinião | Greve dos professores no AM

Opinião | Greve dos professores no AM

Os professores da rede estadual de ensino do Amazonas vão paralisar as atividades nesta terça-feira (2).

Anúncios

A manifestação foi decidida após uma reunião entre o secretário de Estado de EducaçãoLuiz Castro e representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam).

Segundo a direção do Sinteam não houve avanços quanto ao reajuste salarial da classe. A categoria pede 15% e a secretaria oferece apenas 3,93%.

Limite prudencial

O secretário de Estado da Fazenda, Alex Del Giglio recomendou que o reajuste da data-base seja de 3,93% devido o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) do Estado, que poderia ser ultrapassado, gerando assim, um processo do MP-AM tanto para o secretário quanto para o governador.

O secretário Luiz Castro segue disposto a negociar com os professores as demais pautas da categoria.

Polícia Militar insatisfeita

Outra categoria também insatisfeita é a de Cabos e Soldados da PM e Corpo de Bombeiros que reivindicam reajuste na data-base, abono salarial, promoções e auxílio fardamento.

Uma Assembleia Geral da categoria foi convocada para o próximo sábado (6) para definir a possibilidade de paralisação caso não haja solução do governo.

O novo chefe da Casa Civil, Carlos Almeida, comanda as negociações com os militares.

David e Zé lideram

Se a eleição para prefeito de Manaus fosse hoje, o resultado levaria a uma disputa de segundo turno entre o ex-presidente da Assembleia Legislativa, David Almeida (PSB) e o deputado federal José Ricardo (PT).

Os números da primeira pesquisa DMP/REDE TIRADENTES não são confortáveis para nenhum dos candidatos. Apenas o ex-deputado David Almeida tem mais de 20 pontos percentuais.

Na sequência aparecerem bem pontuados Rebecca Garcia, Luiz Castro, Marcelo Ramos e Marcos Rotta.

Mandato engessado

Em fevereiro, durante um desabafo chateado, o vereador Hiram Nicolau (PSD) criticou o engessamento que a Lei Orgânica do Município (Lomam) proporciona aos vereadores, impedindo-os de legislar em temas mais contundentes e com impacto na sociedade.

Faz de conta

Ele chegou a dizer, em tom irônico, que a casa se limita a aprovar leis que somente criam datas comemorativas na cidade. Ele tem razão.

Revisão de datas comemorativas

Na falta de criatividade para elaborar leis que realmente possam trazer benefício à população, o vereador Jaildo dos Rodoviários (PCdoB) decidiu rever, no calendário de Manaus, as datas comemorativas de algumas manifestações.

Entre elas são as mudanças dos dias em que se celebra o Dia dos Aventureiros, o Dia dos Desbravadores e, o Dia dos Jovens Adventistas.

Mais um político “brincado de ser vereador”. Caro vereador, acredito que o Sr. não tenha sido eleito para mudar data comemorativa que a maioria dos seus eleitores nem sabe que existe.

Eleição para renovar

Só lembrando que em 16 meses teremos novas eleições municipais e esses mandatos legislativos serão postos à prova.

Estratégia pré-eleitoral

E por falar em eleição municipal, políticos que estão fora do circuito ou com a urgência em resgatar suas respectivas imagens, apostam no poder da comunicação como forma de se projetarem em ano pré-eleitoral.

Vanessa, Youtuber

É o caso da ex-senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), que estreou nesta segunda-feira (1) um programa de entrevistas, denominado de “A Esquerda”, no Youtube. Já na estréia Vanessa entrevistou o ex-candidato à presidência pelo PT, Fernando Haddad.

Rotta, o retorno

Na próxima sexta-feira (5) também será a vez do vice-prefeito Marcos Rotta (sem partido) retornar ao seu antigo programa de televisão, o “Exija seus Direitos”, na TV Band Manaus, onde deverá testar a sua popularidade e o prestígio conquistado com a apresentação do programa voltado à defesa do cidadão e dos consumidores.

Em conversa com o portal sobre a possível participação de Rebecca Garcia no programa, Rotta foi direto ao ponto: “Rebecca é minha amiga, conselheira, mulher de visão, mas não terá qualquer participação no programa, a não ser de entusiasta.”

“As vezes penso nisso”

Sobre a possibilidade de ser candidato à prefeitura de Manaus em 2020, Rotta diz ser cedo, e que não acha uma boa ideia antecipar etapas, mas que “as vezes pensa nisso”. Então tá…

David procura evidência

Outro que também vê na comunicação uma arma poderosa para se manter em evidência é o ex-deputado estadual David Almeida (PSB). Nos bastidores, há a informação de que ele vai lançar um programa de rádio e um portal de notícias. 

Prisão em 2ª instância

Ministros do Superior Tribunal de Justiça querem aguardar decisão do Supremo Tribunal Federal sobre a prisão após condenação em segunda instância para julgarem recurso de Lula contra a condenação no triplex.

Segundo Bela Megale, “ministros do STF chegaram a falar com magistrados com STJ para dividir a pressão, mas a investida, por ora, foi em vão”.

Se o STF derrubar a execução da pena em segunda instância antes de o STJ julgar o recurso, Lula será solto.

Fachin suspende depoimento de Lula

Edson Fachin atendeu a um pedido da defesa de Lula e suspendeu depoimento dele em quatro inquéritos, que estava marcado para hoje de manhã, registra o G1.

A defesa de Lula argumentou que ele não teve acesso a uma série de relatórios e laudos e que isso representava cerceamento.

O ministro do STF acolheu o pedido e determinou que os advogados tenham no mínimo cinco dias para analisar o material.

Os inquéritos em questão envolvem os navios-sonda construídos pela Sete Brasil, as obras de Belo Monte e a relação entre a construtora Schahin e o PT, entre outros casos. 

Pacote anticrime tem apoio de 82%

O pacote anticrime de Sergio Moro é conhecido por 72% dos brasileiros, segundo pesquisa do Instituto DataSenado. Dos que conhecem, 82% (65% muitos benefícios + 17% poucos benefícios) acreditam no saldo positivo da proposta.

Os números favoráveis justificam a decisão do Senado de fazer o tema avançar, diante da resistência da Câmara.

Nova ameaça

O Ministério Público Federal pediu que o ex-presidente, Michel Temer, o ex-ministro Moreira Franco e mais seis acusados voltem para a cadeia. Eles foram presos no mês passado e liberados pouco depois.

O grupo é investigado sobre desvios envolvendo a obra da usina nuclear de Angra 3 e a Eletronuclear.

O advogado de Temer já tratou de se pronunciar. Ele disse que decisão que concedeu liminar para determinar a libertação de Michel Temer é sólida, consistente e amparada no Direito.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

WhatsApp: 92 99382-4598

Deixe um comentário