Você está visualizando atualmente Opinião | Lula livre e no aquecimento para a eleição de 2022

Opinião | Lula livre e no aquecimento para a eleição de 2022

Opinião | Lula livre e no aquecimento para a eleição de 2022

‘A decisão do STF é o reconhecimento de que sempre estivemos corretos’, afirma Lula

Zé Ricardo e Vanessa Grazziotin comemoram nas redes sociais

Jurista afirma que não há mais possibilidade de punir o ex-presidente nos processos

Deltan Dallagnol: “É preciso abrir os olhos para os amplos retrocessos no combate à corrupção”

Nem no governo do PT a Lava Jato esteve tão ameaçada

A decisão que anula as condenações da Lava Jato sobre o ex-presidente Lula (PT) rearranja o cenário eleitoral para 2022.

Com a decisão tomada nesta segunda (8) pelo ministro do STF, Edson Fachin, o petista deixa de ser inelegível e se credencia para concorrer novamente à presidência em 2022.

Incompetência da Justiça

Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná nos casos do triplex do Guarujá, do sítio de Atibaia e do Instituto Lula.

Agora, os processos serão analisados pela Justiça Federal do Distrito Federal, a qual caberá dizer se os atos realizados nos três processos podem ou não ser validados e reaproveitados.

‘Sempre Correto’

Após saber da decisão, o ex-presidente Lula, usou suas redes sociais para afirmar que esteve sempre correto.

“A decisão que hoje afirma a incompetência da Justiça Federal de Curitiba é o reconhecimento de que sempre estivemos corretos nessa longa batalha jurídica”, disse.

Reações

Muitos políticos reagiram à decisão do ministro. Alguns com alegria por “justiça feita” e outros tão incrédulos com a decisão que chegaram a dizer que Lula é corrupto e ladrão, e que só falta o STF dizer que fomos nós que roubamos Lula.

‘Justiça’

“Justiça feita. Lula foi condenado sem provas, perseguido e impedido de ser candidato, o que favoreceu a eleição de Bolsonaro. Agora, Lula livre, para continuar a lutar pela vida do povo brasileiro”, escreveu o deputado federal Zé Ricardo (PT).

‘Lula Inocentado’

A ex-senadora Vanessa Grazziotin, que sempre apoiou e defendeu o ex-presidente Lula, também comemorou na rede social. “Gente Lula inocentado!! Justiça!! A melhor notícia. Justiça!!”, escreveu.

‘Lula não é inocente’

“O Supremo decidiu anular as decisões da vara de Curitiba atendo-se a um formalismo, o que não torna nenhum réu da Lava-Jato inocente. Ficará agora sob a responsabilidade da justiça federal do DF decidir sobre o caso”, afirmou o deputado federal Delegado Pablo (PSL).

‘Maior Bandido’

Já o deputado federal, Capitão Alberto Neto (Republicanos) afirmou que irá desmascarar o político.

“Vamos desmascarar o maior bandido da história do Brasil em pleno horário eleitoral”.

Prescrição

Para o advogado e jurista Miguel Reale Jr. os crimes imputados a Lula nas ações que tiveram condenações anuladas por Fachin estão “praticamente prescritos”. Ou seja, já não há mais possibilidade de punir o ex-presidente nos processos.

Deltan Dallagnol

ex-coordenador da força-tarefa de procuradores da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, avalia que a decisão do STF não apaga a consistência dos fatos e provas da operação Lava Jato.

Afirmou ainda que é preciso abrir os olhos para os amplos retrocessos que estão acontecendo no combate à corrupção, como por exemplo o fim da prisão em 2ª instância; novas regras que dificultam investigações e condenações; propostas que desfiguram a lei de lavagem e de improbidade.

Sensação momentânea

Dallagnol também disse que com a Lava Jato, “pela primeira vez, desde que cheguei à idade adulta, tive a sensação de que a impunidade debochada dos corruptos poderia estar chegando ao fim. Parecia que o futuro radiante de um país íntegro finalmente chegaria.”

TBT

Ainda em 2019 o Direto ao Ponto abordou em sua coluna de opinião sobre os ataques à Lava Jato, ao juiz Sérgio Moro e a possibilidade da anulação do processo envolvendo Lula. Tudo isso com a anuência do presidente Bolsonaro.

O fato é que nem no governo do PT a Lava Jato esteve tão ameaçada. Confira!

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

Deixe um comentário