Você está visualizando atualmente Opinião | Pico de pressão

Opinião | Pico de pressão

Na noite desta quinta-feira (1), após cumprir agenda institucional, o governador eleito, Wilson Lima, foi internado no Hospital Check up após sentir uma leve dormência no braço e tonteira.

Segundo os médicos, Wilson Lima teve um pico de pressão. Ele realizou uma bateria de exames que atestaram a elevação da pressão arterial e que o quadro geral de saúde é bom.

Alta

Após a medicação, e a melhora no quadro de saúde, Wilson Lima recebeu alta por voltas das 23h30.

Uma das possíveis causas do mal estar é o cansaço extremo devido a intensa campanha eleitoral e continuidade de agenda lotada ao longo desta semana.

Em nenhum momento, Wilson Lima precisou ser reanimado ou conduzido à UTI.

O mundo na posse de Bolsonaro

O grupo que trabalha para organizar a posse de Jair Bolsonaro estima que pelo menos 60 delegações estrangeiras vão prestigiar o momento em que o capitão assumirá o comando do Brasil, em 1º de janeiro de 2019.

Pode chamar de xerife

Jair Bolsonaro chamou Sergio Moro de soldado, mas concordou com um repórter que perguntou se o ministro da Justiça será o “xerife da Esplanada”.

“Se quiser, pode ser esse nome aí também.”

Bolsonaro disse concordar com a nomeação de Moro para o STF daqui a dois anos, desde que arrume “um bom sucessor”.

Indignado

Gleisi Hoffmann disse que Lula está indignado com a nomeação de Sergio Moro como ministro da Justiça.

PT vai fazer barulho lá fora (de novo)

O PT prepara, de novo, uma “ofensiva” para soltar Lula tentando atrair a atenção internacional para o caso.

Pânico em Brasília

A possível passagem do Coaf para a alçada de um superministério da Justiça comandado por Sergio Moro demonstra que o combate à lavagem de dinheiro proveniente de corrupção será prioritário.

A ideia de trazer o Coaf para dentro do Ministério da Justiça dará a Moro o poder de acompanhar em tempo real os alertas de movimentação financeira.

O órgão vai preparar relatórios diários sobre pessoas politicamente expostas, servidores públicos, empresas com contratos públicos e até integrantes do crime organizado.

Vai ter gente correndo para fechar as contas nas Ilhas Cayman, no Panamá, em Mônaco, Luxemburgo, Liechtenstein, Singapura e Suíça.

Caso Celso Daniel

A investigação sobre a morte de Celso Daniel (PT), o prefeito de Santo André assassinado, poderá ser retomada por Sergio Moro que estará à frente do Ministério da Justiça.

Bolsa tem alta recorde com Moro

A confirmação de Sergio Moro como ministro da Justiça empurrou o índice Ibovespa para além de 89 mil pontos, máxima histórica.

E segue operando acima dos 88,5 mil. O combate à corrupção melhora a economia e não o contrário.

Vanessa Grazziotin

A senadora Vanessa Grazziotin convidou a todos para uma reflexão em suas redes sociais sobre a nomeação do juiz Sergio Moro como Ministro da Justiça: “Vamos falar sobre Moro? A ida de Sérgio Moro para o governo Bolsonaro explica a defesa que ele apresentou este ano ao CNJ, de que a soltura de Lula iria “provocar” situação de risco.  Aos poucos vamos conhecendo o perfil do novo governo, que se molda às formas reveladas, desde muito antes da campanha eleitoral.”

Delegado Pablo

Eleito deputado federal pelo PSL, partido de Bolsonaro, o delegado Pablo comentou: “É com grande satisfação que compartilho a excelente notícia com meu amigos e seguidores. A mudança já começou.”

Marcelo Ramos

Sobre a nomeação de Moro o deputado federal eleito Marcelo Ramos disse ser: “Incompatível com o discurso dele que não entraria na política e estimula discursos de agir de forma parcial. A vaidade dele venceu o bom senso.”

Delegado Péricles

O deputado estadual eleito delegado Péricles também comentou nas suas redes sociais: “A vagabundagem entrou em desespero. O choro é livre, corruptos.”

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook:
 facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 984132214                                                                                                                               

E-mail: [email protected]

Deixe um comentário