Opinião | Polarização segue firme para as eleições presidenciais de 2022

Opinião | Polarização segue firme para as eleições presidenciais de 2022

Opinião | Polarização segue firme para as eleições presidenciais de 2022

Pesquisa aponta Bolsonaro na frente no primeiro turno

CPI da Pandemia tem aprovação dos brasileiros

David Almeida quer transformar Polo Industrial em ponto turístico

Bolsonaro x Lula: Protagonistas em 2022

A polarização entre esquerda e direita, vivenciada nas eleições presidenciais de 2018, ao que parece, irá não só se repetir, como se fortalecerá para 2022.

Anúncios

De um lado – a direita – o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) buscando a reeleição. No extremo oposto, o ex-presidente Lula (PT), que deseja retornar ao poder.

Pesquisas recentes apontam exatamente essa realidade.

A da XP/Ipespe, publicada nesta semana, por exemplo, mostra Bolsonaro e Lula empatados com 29% das intenções de votos dos eleitores no primeiro turno. Em um segundo turno, a igualdade permanece.

As terceiras vias

Em seguida, aparece o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 9%. Ele está tecnicamente empatado com o ex-ministro Sérgio Moro (Sem partido), que registra 8%. O apresentador da TV Globo, Luciano Huck (Sem partido), aparece com 5%.

O governador de São Paulo (SP), João Doria (PSDB), e o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta (DEM) registram 3% das intenções de voto cada um. Guilherme Boulos (PSOL) soma 1%.

Brancos, nulos e indecisos representam 14%.

Melhora na popularidade

Bolsonaro teve uma leve melhora na popularidade, de acordo com o estudo. Segue com 29% de aprovação e mantém intacto seu 1/3 de bolsonaristas fiéis.

O índice regular caiu quatro pontos e registra 20%.

Os números positivos, provavelmente, se devem por conta do retorno do auxílio emergencial e pela aceleração da vacinação no País.

Centro enfraquecido

Sem entrar em consenso por um nome para fazer frente à polarização, os candidatos de Centro e Centro-Esquerda tendem a se enfraquecer ainda mais. De acordo com a pesquisa da XP/Ipespe, juntos, Ciro, Moro, Huck e Doria têm apenas 25% das intenções de votos.

E sem um consenso em torno de um nome, a pulverização fará todos morrerem abraçados.

CPI bem avaliada

Quem está em alta com os brasileiros é a CPI da Covid no Senado. Segundo a XP, 67% dos entrevistados aprovam os trabalhos do colegiado.

O número foi comemorado pelo senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da Comissão: “A CPI da Pandemia, definitivamente, está no lar dos brasileiros”, escreveu no Twitter.

Distrito vai virar ponto turístico

O prefeito de Manaus, David Almeida, chamou a responsabilidade e quer transformar o Distrito Industrial, área onde as empresas da Zona Franca de Manaus estão instaladas, em um ponto turístico da capital.

Recentemente, o prefeito inaugurou um distrito de limpeza na área e a ordem é organizar o local para atrair visitantes locais e turistas.

Canteiro de obras

Além disso a prefeitura retomou as obras de recuperação viária do Distrito Industrial, em parceria com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

No total, 32 vias e três rotatórias serão contempladas com obras de calçadas, meio-fio, drenagens profundas e a troca total do pavimento.

Protagonismo da ZFM

Ciente da importância econômica da ZFM para capital do Amazonas, David tem trazido para o âmbito municipal debates sobre o Polo Industrial de Manaus.

Prova disso é que escalou um time de peso entre secretários e consultores – como os ex-titulares da Suframa Gustavo Igrejas e Thomaz Nogueira e os presidentes da Fieam, Cieam e Eletros, Antônio Silva, Wilson Périco e Jorge Júnior, respectivamente, que representam a maioria das empresas do PIM – para fortalecer o modelo, trazendo recursos e investimentos.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98422-0558

Deixe um comentário