Opinião | Procurador defende cassação de Adail Filho: “Coari vive um regime aristocrático”

Opinião | Procurador defende cassação de Adail Filho: “Coari vive um regime aristocrático”

Opinião | Procurador defende cassação de Adail Filho: “Coari vive um regime aristocrático”

Eleição suplementar em Coari causa racha na família Pinheiro

Prefeita Dulce Menezes, tia de Adail, quer se manter no cargo

Aliados de Adail afirmam que com a indicação dele, até seu cachorro é eleito prefeito de Coari

Oposição em Coari quer união em torno de Robson Tiradentes

A família Pinheiro tem feito da política a sua profissão e a de boa parte da sua família.

Anúncios

Coari é tratada como um negócio entre familiares e amigos do rei, uma verdadeira monarquia, onde as Capitanias Hereditárias são distribuídas entre o clã e seus vassalos, e ai de quem ameaçar essa tradição.

É assim há mais de uma década.

⭕

Esquema

Esse esquema da família sobre a coisa pública mantém a Terra do Gás refém de interesses particulares e da desigualdade social.

Além disso, representa inegavelmente um foco de corrupção que já foi destaque nacional diversas vezes.

Basta acompanhar a frequência com que a família Pinheiro é denunciada por roubo de recursos públicos, ameaças e descumprimento da Lei.

⭕

Adail segue cassado

Ano passado Adail Filho foi cassado pelo TRE-AM que determinou nova eleição suplementar no município.

O ex-prefeito recorreu da decisão no TSE.

⭕

‘Aristocrático’

Na última quarta-feira (24), o vice-procurador-geral eleitoral, Renato Brill de Góes, emitiu parecer favorável à cassação do prefeito eleito de Coari, Adail Filho (PP), e do vice, Keitton Pinheiro (PSD), em recurso movido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em seu despacho o procurador classificou a família Pinheiro como um “regime aristocrático”, onde uma família política detém poderes e privilégios próprios para governar.

⭕

Racha em família

Hoje Coari é governada pela presidente da Câmara Municipal e tia de Adail Filho, Dulce Menezes (MDB). Ela é irmã de Valdirene Pinheiro, ex-mulher de Adail Pai e mãe de Adail Filho.

Há quase quatro meses à frente do cargo, Dulce quer ser a candidata da grande família na eleição suplementar que deverá acontecer nos próximos meses.

O problema é que seu nome foi preterido por Adail Filho e por seu pai, Adail Pinheiro.

⭕

Canetada

Em seu favor, Dulce tem o peso da caneta em sua mão. E já colocou seus parentes de confiança em cargos chaves, entre eles o filho, nora, irmãos e cunhados.

Aliados de Adail afirmaram ao Direto ao Ponto que a caneta não fará diferença. E que ele indicando, elege até o seu cachorro prefeito de Coari.

⭕

Oposição unida

Para tentar evitar mais um período de domínio dos Pinheiros, opositores já começam a se articular para lançar um “chapão” em torno do empresário Robson Tiradentes (PSC).

⭕

Primeira vitória

Foi exatamente uma ação ingressada pela coligação “Ficha Limpa para Coari” e pelo ex-candidato do PSC, Robson Tiradentes, que determinou a cassação de Adail Filho.

Nesta ação, ele argumentou que Adail estaria concorrendo ao terceiro mandado consecutivo dentro do mesmo núcleo familiar, o que é vedado pelo Artigo 14 da Constituição Federal.

Adail Pinheiro havia vencido as eleições de 2012 e Adail Filho as de 2016. Não poderia ser reeleito em 2020.

⭕

Tudo por dinheiro

Essa vontade de se manter no poder da família Pinheiro tem uma motivação milenar. O município arrecadou durante a gestão de Adail Filho algo em torno de R$ 250 milhões em royalties da Petrobras.

⭕

Recordando a memória

O histórico dos Pinheiro pesa a condenação de 57 anos e 5 meses de prisão por comandar um esquema milionário de fraudes em licitações e desvios de recursos públicos da prefeitura de Coari, o patriarca da família Adail Pai.

E a prisão do filho, que é investigado pelo suposto esquema criminoso criado para fraudar licitações, lavar dinheiro e corromper a estrutura de poder do município coariense.

O MP afirma que o grupo movimentou R$ 100 milhões entre 2017 e 2018.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-22

Deixe um comentário