Você está visualizando atualmente Opinião | Redes sociais decidem eleições

Opinião | Redes sociais decidem eleições

Opinião | Redes sociais decidem eleições

Uma pesquisa de opinião do Instituto DataSenado aponta a influência crescente das redes sociais como fonte de informação para o eleitor, o que pode em parte explicar as escolhas dos cidadãos nas eleições de 2018.

Quase metade dos entrevistados (45%) afirmaram ter decidido o voto levando em consideração informações vistas em alguma rede social. E a principal fonte de informação do brasileiro hoje é o aplicativo de troca de mensagens WhatsApp, segundo o levantamento, 79% das pessoas disseram sempre utilizar essa rede social para se informar.

Grande influência

Os resultados indicam que os brasileiros acreditam que os conteúdos nas redes sociais têm grande influência sobre a opinião das pessoas. Cerca de 80% dos participantes do levantamento compartilham essa percepção.

As redes sociais que tiveram maior impacto nas eleições foram o Facebook (31%), o WhatsApp (29%), o YouTube (26%), o Instagram (19%) e o Twitter (10%).

Fake news

Apesar de mais gente usar as redes sociais para se informar, o brasileiro está atento ao problema das notícias falsas, as chamadas fake news, mas quase metade dos entrevistados (47%) considera ser difícil identificar a veracidade das informações recebidas.

Sergio Moro em Manaus

O ministro da Justiça, Sergio Moro desembarca hoje (13), na capital amazonense. Moro irá participar da inauguração do Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional Norte (CIISP-N). O evento contará com a presença do governador do Estado, Wilson Lima e demais governadores da Região Norte.

Carona ministerial

Quem aproveitará a vinda do ministro Moro à Manaus, é o deputado federal, Delegado Pablo Olívia (PSL). Ele confirmou a carona na comitiva de Sergio Moro. Inclusive, foi convidado pelo próprio, conforme informou à equipe do Direto ao Ponto.

Cooperação Técnica

Na ocasião, o Governo Federal e os governadores assinarão um termo de cooperação técnica para efetivar a adesão dos Estados ao centro. Entre as principais funções do CIISPR-Norte está a coleta, análise e disseminação de inteligência para tomadores de decisão dos estados e demais agências de inteligência de segurança pública do país.

Subiu o tom

O senador pelo Amazonas, Plínio Valério (PSDB), resolveu comentar a decisão do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), em avaliar a Lei de Informática, que passou por recente modificação para que não afete o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM).

Segundo Maia, não há necessidade do subsídio tributário, pois “os empresários podem viver sem o Estado brasileiro financiando seus negócios”

Escolinha do professor

“Se acha no direito de se meter em assuntos que não conhece a fundo. Ele está equivocado. Se o deputado Rodrigo Maia tivesse preocupação com a ZFM ele faria um cálculo de quanto custa para o Brasil manter uma floresta em pé. O Amazonas tem 1 milhão 740 mil km2, desse total 97% da floresta está preservada graças a Zona Franca”, criticou Plínio.

Mais incentivos

Um projeto de lei aprovado na comissão de Integração Nacional e Desenvolvimento da Amazônia (Cindra) pode fazer com que municípios região metropolitana de Manaus sejam integrados a Zona Franca.

A ideia pode afetar pelo menos 12 cidades, sendo elas: Iranduba, Novo Airão, Careiro da Várzea, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Presidente Figueiredo, Manacapuru, Careiro Castanho, Silves, Autazes, Itapiranga e Manaquiri.

Benefícios

A proposta é de autoria do deputado federal Delegado Pablo. Segundo ele, as empresas instaladas ou que venham a se instalar nos municípios da Região Metropolitana serão beneficiadas com isenção dos impostos de Importação e de Produtos Industrializados.

“Após mais de 40 anos, esse espaço delimitado ficou pequeno”, afirma Pablo.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

WhatsApp: 92 99382-4598

Deixe um comentário