Opinião | Silêncio e agressões à imprensa em coletiva do vice-governador

Opinião | Silêncio e agressões à imprensa em coletiva do vice-governador

Opinião | Silêncio e agressões à imprensa em coletiva do vice-governador

Aleam proíbe governo do AM de contratar serviços de empresas de familiares de secretários

Amazonino lidera e briga por segunda vaga continua acirrada aponta Ibope e Pontual

A coletiva de imprensa convocada pelo vice-governador Carlos Almeida, realizada ontem (28), terminou sem respostas às perguntas dos jornalistas presentes e agressões a profissionais da imprensa.

Anúncios
⭕

“Sem envolvimento”

Antes da confusão, o vice se limitou a ler um pronunciamento escrito, afirmando que sempre colaborou com as investigações acerca da Operação Sangria, que não teve envolvimento no esquema da compra superfaturada de 28 respiradores em uma loja de vinhos durante a pandemia e que em seus 14 anos de vida pública sempre manteve uma conduta “ética, reta e transparente.”

⭕

Operação Sangria

De acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR), o vice Carlos Almeida e o governador Wilson Lima, tinham conhecimento das transações dos respiradores durante a pandemia.

Na primeira fase da operação, Wilson teve a casa e o gabinete revistados pela Polícia Federal. O vice foi alvo na segunda fase.

Ambos negam envolvimento com irregularidades.

⭕

Confusão

Ao finalizar a coletiva, os jornalistas presentes foram impedidos de fazer perguntas, de se aproximar do vice-governador e de deixar o recinto.

O desrespeito com a imprensa se tornou confusão quando quatro jornalistas foram agredidos pelos seguranças de Carlos Almeida, tudo registrado com imagens e vídeos.

Para piorar a situação os elevadores foram desligados e todos ficaram presos no 18º andar do Cristal Tower.

⭕

Resposta

O Direto ao Ponto entrou em contato com a assessoria de imprensa de Carlos Almeida que afirmou que o vice não iria se manifestar sobre a coletiva de imprensa. E que em relação ao elevador, foi um problema técnico do edifício.

⭕

Segurança afastado

O governador Wilson Lima afastou a assessora do vice-governador Carlos Almeida que agrediu os profissionais da imprensa, e determinou a apuração e instauração de inquérito para investigar a conduta do sargento da Polícia Militar (PM).

⭕

Sindicato dos Jornalistas

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP-AM), decidiu se manifestar por meio de uma nota de repúdio após o episódio.

“Como entidade de defesa da profissão de jornalista, o SJPAM torna público que é inaceitável tal comportamento por qualquer cidadão, ainda mais de uma autoridade pública, paga com recursos públicos e que deve, por obrigação, prestar contas à sociedade” diz trecho da nota.

O Sindicato ainda afirma que a agressão atinge toda a categoria dos profissionais e a sociedade, quando uma autoridade pública, se nega a responder questionamentos que toda a sociedade tem o direito de saber.

⭕

Redes Sociais

O assunto viralizou nas redes sociais e foi motivo de discussão e muita zoeira em grupos de whatsapp. Entre os internautas que comentaram no Direto ao Ponto, um chamou atenção.

“Os jornalistas tiveram foi sorte, que não foi a mulher dele.”

Semana passada a esposa do vice, Tarciana Almeida, e a candidata à vereadora de Manaus pelo PMN, Marlúcia Almeida, protagonizaram um bate-boca com direito a agressões físicas, que foram motivados por desavenças na internet por conta opiniões distintas sobre as denúncias de participação do vice nos desvios de recursos públicos na saúde do Amazonas.

⭕

Proibido

Ontem a Assembleia Legislativa derrubou o veto do governador e proibiu o governo do Amazonas de contratar serviços de empresas de familiares de secretários.

⭕

Liderança

Amazonino Mendes segue liderando as intenções de voto para a prefeitura de Manaus, segundo os institutos de pesquisa Ibope e Pontual.

A briga pela segunda vaga para disputar o segundo turno segue aberta entre David Almeida, Ricardo Nicolau, José Ricardo e Capitão Alberto Neto.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

Deixe um comentário