Opinião | Sintonia fina: David e Wilson se alinham em prol de Manaus

Opinião | Sintonia fina: David e Wilson se alinham em prol de Manaus

Opinião | Sintonia fina: David e Wilson se alinham em prol de Manaus

Governador critica gestões passadas e diz: “vamos consertar os erros de 40 anos”

Wilson Lima anuncia novo mutirão de vacinação em 15 dias

Prefeito afirma que capital do AM será a primeira do País a vacinar “todas as pessoas”

Prefeitura vai construir 29 mini hospitais e reformar 68 UBSs

CPI da Covid ouve ex-secretário de Saúde do AM

Aliança por Manaus

Com falas de agradecimentos mútuos e usando expressões como “meu irmão” e “meu amigo”, o governador, Wilson Lima (PSC), e o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), mostraram, durante coletiva de imprensa, ontem (14), para falar sobre o “vacinaço” do último final de semana, que a afinidade entre Governo do Amazonas e Prefeitura de Manaus vai além da mega ação de imunização.

Anúncios

Diante da maior crise sanitária da história do Estado, ambos reconhecem a importância da união das máquinas municipal e estadual em prol da recuperação econômica e retorno da vida normal da população.

Essa parceria, inclusive, foi ressaltada por uma frase emblemática dita por David: “quando os políticos brigam quem sofre é o povo”, disse.

Alfinetadas e afinidade

Em seu discurso, Wilson Lima ressaltou que pegou a Saúde do Amazonas devastada, com a Central de Medicamentos desabastecida e com os hospitais do interior desequipados e, olhando para David Almeida, o chamou de irmão e disse que eles vão consertar os erros de gestões passadas.

“David, conte sempre com meu apoio, meu irmão. O que os caras fizeram ao longo de 35, 40 anos nós vamos consertar, nós vamos corrigir. Essa é uma oportunidade que não vamos perder. O Estado do Amazonas e Manaus já são uma cidade e um estado melhor principalmente na área da saúde. Os avanços que nós tivemos são significativos”, afirmou.

Novo mutirão

Sem dar maiores detalhes, Wilson Lima anunciou, também, que Manaus será palco de outro vacinaço dentro de 15 dias.

Como os grupos prioritários já foram vacinados, a expectativa é que a “bola da vez” seja a população de 30 a 39 anos, que segundo a Prefeitura representa um total de cerca de 300 mil pessoas.

Janssen para Manaus

O governador informou ainda que um novo carregamento com 44 mil vacinas da Janssen – da farmacêutica da Johnson & Johnson – chegará essa semana ao Amazonas e todas as doses serão destinadas a Manaus.

O diferencial desse imunizante é que ele é aplicado em dose única.

Promessa

Já o prefeito de Manaus afirmou que a capital do Amazonas será a primeira cidade do Brasil a vacinar toda a população.

“Enquanto o Ministro do Turismo e o governador do Rio de Janeiro estavam preocupados com a terceira onda da Covid, falei para eles que em Manaus não teremos a terceira onda porque nós seremos a primeira capital do Brasil a vacinar toda a população”, disse David se referindo ao evento “Brasil de Ideias”, realizado no Copacabana Palace, Rio de Janeiro (RJ), na última sexta-feira (11).

Pacote de obras

David agradeceu o Governo Federal pelo apoio no envio de vacinas e anunciou que o Ministério da Saúde vai destinar R$ 483 milhões para Prefeitura reformar 68 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e construir 29 mini hospitais.

“Em um ano vamos fazer a saúde básica de Manaus referência para o Brasil”, afirmou.

Marcellus na CPI

O ex-secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, prestará depoimento nesta terça-feira (15), à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado.

A oitiva acontece uma semana após Marcellus deixar o Governo do Amazonas. Sem ter mais nenhuma ligação política, a expectativa é que ele dê maiores informações acerca da atuação do Governo Federal, sobretudo do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na crise de oxigênio vivenciada no Amazonas em janeiro.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

Rebeca a coluna no seu WhatsApp: 92 98422-0558

Redação: 92 99189-4271

Editor-chefe: 92 99109-1099

Deixe um comentário