Opinião | Supremo banquete

Opinião | Supremo banquete

Em tempos de ajuste fiscal e corte, quando se cobram sacrifícios de toda a sociedade para a redução de gastos públicos, o Supremo Tribunal Federal (STF) não tem sido um dos melhores exemplos de austeridade.

Anúncios

Em meio à crise que levou-o a impor censura à imprensa, o tribunal presidido pelo ministro Dias Toffoli decidiu abrir na última sexta-feira (26) uma licitação que agrava ainda mais a sua já desgastada imagem, e da própria instituição.

O STF vai contratar uma empresa que sirva banquetes aos ilustres ministros togados e seus comensais.

Regalias

A farra gastronômica terá gastos de R$ 1,1 milhão, dinheiro este que será bancado pelo cidadão comum que paga exorbitantes impostos. Os banquetes serão realizados nos amplos e luxuosos salões do próprio STF.

Menu

Lagostas e pratos à base de camarões e bacalhau, acompanhados de champagnes, vinhos especiais,  whiskies 18 anos e outros itens entre comes e bebes vão compor o novo cardápio do STF para o fornecimento de café da manhã, buffet (almoços ou jantares), brunchs e três tipos de coqueteis.

Tem quase tudo no menu, só faltou o pirarucu.

Só no Brasil mesmo

A licitação ainda prevê que todos os vinhos precisam ter pelo menos quatro premiações internacionais. No caso do Tannat ou Assemblage, o STF exige que tenham sido envelhecidos em “barril de carvalho francês ou americano, ambos de primeiro uso”.

“O problema é a imprensa”

Será que mais uma vez a imprensa e milhões de brasileiros serão censurados e coagidos por informar e criticar uma postura que não será mais tolerada pela sociedade. Eu espero que não, e você?

Até porque o que estamos fazendo não é um ataque ao STF, e sim uma tentativa de fortalecimento e reformulação de condutas da instituição. E vamos continuar fazendo no executivo, legislativo e judiciário sempre que necessário.

Novo líder do governo

Ao que tudo indica, o deputado estadual Dr. Gomes deve assumir, oficialmente, a liderança do governador Wilson Lima na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). O cargo está vago há um mês e nenhum deputado demonstra ambição em ocupá-lo.

Deputado se filia ao PSC

Dr. Gomes assinou ficha de filiação no PSC na sexta-feira, dia 26, em evento do partido em Manaus e sob a chancela dos dois governadores da legenda no país: Wilson Lima, do Amazonas e, Wilson Witzel, do Rio de Janeiro.

Convite deve partir do governador

Ao ser perguntado se será o líder de Lima no Parlamento estadual, Gomes afirmou que essa é uma decisão do governador.

Interiorização do PSC

Além do deputado, o PSC Amazonas recebeu a adesão do presidente da Associação Amazonense de Municípios (AAM), o prefeito de Maués, Júnior Leite, que já planeja atrair outros prefeitos para a legenda.

“A ideia é trazer em torno de 20 prefeitos para o PSC”, afirmou Júnior Leite.

Recado Político

Ainda no encontro do PSC, Wilson fez um balanço das realizações feitas por sua gestão nas áreas de saúde, segurança e na promoção de áreas para a geração de emprego.

E, finalizou sua fala, afirmando que a descrença no cenário político em torno de sua candidatura em 2018 vai se reverter numa grande surpresa em 2020, quando o PSC deverá avançar nas urnas nas eleições municipais do próximo ano.

“Não tenho medo de desafios”, enfatizou o governador.

ZFM ganha apoio de Witzel

Ao final da visita em Manaus, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel prometeu reunir a bancada federal do seu Estado, que tem 46 representantes na Câmara Federal, para sensibilizar os parlamentares da necessidade de proteger a ZFM, considerando a importante contribuição do modelo para a economia nacional.

Um reforço de peso.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

WhatsApp: 92 99382-4598

Deixe um comentário