Opinião | Um ano perdido para as reformas

Opinião | Um ano perdido para as reformas

Opinião | Um ano perdido para as reformas

Marcelo Ramos quer Câmara dos Deputados trabalhando

Amazonino não vai ao debate da Band

Ricardo Nicolau declara apoio a David Almeida

Deputado Fausto Jr. lança petição online em prol de abono para os profissionais da educação do AM

Primeiro a pandemia; depois as eleições; agora, as articulações para o comando da Câmara e do Senado.

Anúncios

E assim 2020 pode se dar como praticamente perdido para a continuação da agenda reformista, a julgar pelas pautas que o Congresso deve analisar até o fim do ano.

Esse mês de novembro não será votado nenhum grande projeto, já que ainda há cidades disputando o segundo turno, onde há deputados e senadores candidatos ou padrinhos de candidatos.

⭕

LOA e LDO

Depois disso, em dezembro, a prioridade absoluta será o orçamento. A essa altura a Lei Orçamentária Anual (LOA) já deveria estar ao menos encaminhada, mas em vez disso temos o caos, já que os deputados, sugados por uma disputa política que tem como pano de fundo a sucessão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) na presidência da Câmara no começo de 2021, não se entendem sobre o comando da Comissão Mista de Orçamento.

⭕

Prioridades

Enquanto isso, projetos e ações prioritárias vão ficando para o ano que vem, como a definição de marcos regulatórios e a autonomia do Banco Central, a PEC Emergencial que organiza as contas públicas e da Prisão em Segunda Instância.

Reformas administrativa e tributária e grandes privatizações como a da Eletrobrás: ficará tudo para 2021, na melhor das hipóteses.

⭕

Paralisia

O deputado Marcelo Ramos usou as redes sociais para comentar o assunto.

“O Brasil vive uma profunda crise sanitária, econômica e social que tende a agravar com o fim do auxílio emergencial no início do ano que vem e a Câmara segue paralisada por falta de acordo entre os líderes. É um país inteiro refém das disputas internas do Parlamento. Lamentável.”

⭕

Quero trabalhar

Marcelo ainda foi além e reivindicou o seu legítimo direito de trabalhar.

“Essa é a quarta semana que venho a Brasília pra trabalhar e nada acontece. O inusitado é que hoje em Brasília você pode reunir em um bar mas não pode reunir uma comissão da Câmara dos Deputados. Já passou da hora de aprovar o projeto de resolução que restabelece o trabalho das comissões da Câmara.”, salientou Marcelo Ramos.

⭕

Off

O candidato Amazonino Mendes abriu mão de sua participação no primeiro debate do segundo turno, que seria realizado hoje (19), às 21h30 pela Band Amazonas.

Amazonino afirmou que por conta da incompatibilidade de agenda, não poderá comparecer. Mas confirmou que estará presente nos debates da TV Norte (SBT) e Rede Amazônica (Globo), na semana que vem.

David Almeida participará de uma entrevista de uma hora junto ao apresentador da Band, Neto Cavalcante.

⭕

Nicolau vai de David

Ricardo Nicolau emitiu um comunicado a imprensa e a população manauara, que estará apoiando neste segundo turno das eleições, o candidato David Almeida.

Segundo Nicolau, David é quem reúne as melhores condições políticas e administrativas para ocupar o cargo.

⭕

Petição online

O deputado estadual Fausto Jr. (PRTB) lançou uma petição online, voltada ao governo do Estado para transformar em abono salarial os recursos não usados do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb).
A meta é entregar a petição com mais de 10.000 assinaturas até o início de dezembro, ao governador Wilson Lima e ao secretário de Educação, Luis Fabian.

⭕

#ABONOJÁ

A campanha “#ABONOJÁ”, foi criada por Fausto para que os recursos acumulados, que segundo o deputado são de mais de R$ 100 milhões e que não foram aplicados na educação por conta da pandemia, sejam destinados aos servidores da educação, a fim de valorizar e reconhecer todo o trabalho realizado em prol do futuro do Amazonas.

⭕

Valorização

“A valorização dos professores e de todos os profissionais da educação passa pela remuneração salarial. São trabalhadores que voltaram às escolas, mesmo correndo o risco de contrair o coronavírus”, argumenta o deputado.

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-22

Deixe um comentário