Você está visualizando atualmente Opinião | Wilker, persona non grata

Opinião | Wilker, persona non grata

Opinião | Wilker, persona non grata

O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) se tornou persona non grata no governo do Estado. Mais uma vez de maneira descontrolada travou uma discussão com o secretário de Fazenda, Alex Del Giglio.

Barrado no baile

Del Giglio proibiu Wilker de acompanhar a reunião com presidentes de cooperativas médicas nesta terça-feira (18), por três motivos: Não ter marcado hora, não ter sido convidado e ter sido desrespeitoso em outras ocasiões, com o secretário.

Em razão disso foi solicitado que se retirasse do recinto e que marcasse uma data futura para tratar sobre suas demandas.

Erra o tom

Ser oposição na Assembleia Legislativa do Amazonas já rendeu boas oportunidades e bons frutos para alguns políticos como: Zé Ricardo, Marcelo Ramos e Luiz Castro.

Ambos alçaram voos mais altos na política sem queimar etapas no processo e com uma linha de atuação mais coerente.

Margem de erro

Wilker quer crescer na política. Passou seus últimos quatro anos como vereador à frente da presidência da Câmara Municipal caladinho, sem fazer nenhuma crítica ao prefeito de Manaus, Arthur Neto.

Esse sentimento reprimido muitas vezes o faz perder o controle e errar a mão, tirando de foco uma de suas grandes qualidades que é a sua oratória e capacidade de raciocínio.

Se continuar assim não passará de uma margem de erro nas pesquisas para 2020 e terá dificuldades de se reeleger em 2022.

Pagamento garantido

O Governo do Amazonas garantiu que o acordo de pagamento para empresas médicas que prestam serviços na área da saúde será mantido. Parte do pagamento de abril já está sendo repassado e, até o final do mês será todo liquidado.

Nem aí

Repercutiu mal a notícia de que o prefeito de Parintins, Bi Garcia (PSDB), gastou meio milhão de reais em show da Anitta, que ocorrerá na Festa dos Visitantes em Parintins. Mas, parece que a opinião pública não afetou a rotina do gestor.

Pires na mão em Brasília

Ele esteve durante toda a terça-feira (18) em Brasília, atrás de emendas parlamentares para investir, em sua maioria, na área da saúde.

Conforme o IBGE, Parintins possui 60% de sua população na zona de pobreza. Os 500 mil reais usados no show de funk parecem estar fazendo falta.

Orçamento limitado

Em sua agenda de reuniões com deputados e senadores, ele afirmou que o Orçamento de Parintins é limitado e necessita do apoio dos parlamentares para que possa fazer grandes investimentos na cidade.

Sob suspeita

Após a divulgação do cachê exorbitante, outras denúncias surgiram sobre a gestão de Bi Garcia. Entre elas a Reforma e Ampliação do Mercado Municipal de Parintins, executada pela empresa RIBEIRO E TORRES LTDA – ME ao custo de R$ 3.050.390,07.

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook: facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 98413-2214

WhatsApp: 92 99382-4598

Este post tem um comentário

  1. Francisco G. Bacam Ferreira

    Deputado Wilker despreparado e muito desequilibrado! É uma pena ver um representante eleito pelo povo se portar dessa forma. Ao que parece o Secretário da SEFAZ devia estar muito chateado com esse sujeito…Não é dessa forma que os problemas do povo serão resolvidos…Apedeuta = estúpido

Deixe um comentário