Você está visualizando atualmente Opinião | Wilson Lima preocupado com o efeito cascata

Opinião | Wilson Lima preocupado com o efeito cascata

Em conversa com o Direto ao Ponto o governador eleito Wilson Lima (PSC) se mostrou preocupado com o aumento dos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovado pelo Congresso Nacional. Para Wilson mesmo que seja correção da inflação e não ganho real, embora justo à medida que contempla um direito de uma categoria, é motivo de preocupação para o governo.

“Nossa equipe levantará o impacto desta medida, que tem efeito cascata sob o orçamento estadual tão logo tenha acesso aos montantes da receita, despesa e demais rubricas que demandam controle por parte do Poder Executivo.”

Aumento dos gastos

Cálculos feitos por consultorias da Câmara dos Deputados e do Senado apontam que o chamado “efeito cascata” causado pela expansão do teto do funcionalismo público pode custar cerca de R$ 4,1 bilhões.

Estados que enfrentam crises financeiras, como o Rio de Janeiro e Minas Gerais, e o Amazonas que está a beirando da insolvência, poderão sofrer para cobrir o aumento na folha de pagamento dos servidores.

2 milhões de assinaturas

Uma campanha online contra o reajuste de 16,38% no salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal já conta com mais de 2 milhões de assinaturas. A iniciativa foi feita pelo Partido Novo, que também peticionou ao presidente Michel Temer contra o aumento.

Segundo a legenda, o reajuste “causa enorme impacto fiscal em todos os Estados brasileiros, devido a alteração do teto de salários do funcionalismo público”.

Terceiro turno

Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) intimou o governador eleito Wilson Lima (PSC), o vice, Carlos Almeida Filho (PRTB), e o ex-prefeito de Nhamundá Mário Paulain a prestar esclarecimentos sobre denúncia de uma suposta compra de votos no município de Nhamundá durante o primeiro turno das eleições.

A frente da ação representada ao TRE-AM pela coligação de Amazonino Mendes (PDT), estão os nomes conhecidos da área eleitoral: Yuri Dantas, Marcos Aurelio Choy e Daniel Nogueira.

Armação

Durante toda a campanha Wilson repudiou e tratou esse e outros casos como armação dos adversários. Até porque liderou todo o processo eleitoral, e era apontado com mais de 30% de diferença do adversário conforme as últimas cinco pesquisas de intenções de votos no segundo turno.

Motivo pelo qual não teria nenhum motivo para agir ilegalmente e desrespeitar as regras eleitorais.

Avança negociação para fusão entre PCdoB e PPL

Avançaram as negociações do PCdoB de Vanessa Grazziotin para uma fusão com o PPL, ambos partidos que não cumpriram a chamada cláusula de barreira.

Segundo um integrante da direção do PCdoB, as chances de a fusão ser efetivada são, hoje, de 95%.

Os dois partidos, inclusive, já montaram um grupo com integrantes das duas siglas para debater o estatuto e o programa da nova legenda que surgirá, bem como discutir quem serão seus presidentes nos estados.

O novo partido deverá se chamar PCdoB-Pátria Livre.

Bolsonaro: “Sergio Moro vai pegar vocês”

Em sua live, Jair Bolsonaro voltou a falar sobre a nomeação de Sergio Moro para o Ministério da Justiça. “Moro como juiz pescava de varinha. Como ministro, irá pescar com rede de arrastão.”

Bolsonaro enfatizou que deu “carta branca” para Moro montar seu ministério, com objetivo de combater a corrupção e o crime organizado. “O Sergio Moro vai pegar vocês.”

Dinheiro na privada

O advogado Mateus de Moura Lima Gomes, preso na Operação Capitu, jogou dinheiro na privada quando os agentes chegaram em sua casa, na região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a PF, ele tentou se desfazer de cerca de 3 mil reais.

Lula Livre acaba

O acampamento Lula Livre foi encerrado, de acordo com seus organizadores, “por cortes de gastos e por número reduzido de pessoas”.

A nota dos petistas diz que “o acampamento opta em transformar a luta do espaço físico fixo para uma luta itinerante e virtual.”

 

 

Siga a Direto ao Ponto:

Facebook:
 facebook.com/diretoaopontonews1

Instagram: @diretoaopontonews

Twitter: @diretoaoponto1_

 

Fale com a gente:

WhatsApp: 92 984132214

Deixe um comentário